Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Acampamentos » Acampamento Meio-Sangue » Outros Locais » Floresta » 

Ir à página : Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 2]

Drake Diamond

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
Vejo o ataque de Arteniel e as risadas do garoto me enchem de calafrios. A cena inteira parecia algo saído de Jogos Mortais, ou outros filmes do gêneros. Engulo em seco, pensando em todo o tempo que ele havia passado logo atrás de mim. Uma gota de suor escorre pela lateral do meu rosto, aquilo era perigoso. Ali na floresta, me matar e falar que foram os minotauros não seria algo remotamente complicado para ele. Era melhor terminar aquela luta, e rápido.

Vejo a investida do minotauro (2). Ele ainda não havia me visto, poderia ser fácil acerta-lo. Me levanto, e posiciono meu tridente para arremessa-lo. Espero alguns instantes, calculando a trajetória do monstro, assim que ele estiver próximo a Arteniel, arremesso meu tridente contra seu pescoço. Aquilo deveria causar um bom dano.

Passivas
Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial].
Tridente: Possuindo um tridente, o filho de Poseidon tem seus poderes sobre a água aumentados, melhorando todos os poderes baseados neste elemento.
[/color]



-/- It's about time you get whet! -/-

Colar de Peixinho: Um colar com o esqueleto de um peixinho entalhado em uma rocha. O colar armazena magicamente 2l de água que poderão ser usados pelo filho de Poseidon. Depois de consumidos, este começará a encher novamente, usando a umidade do ar. Em condições normais demorará 5 rodadas para encher, e varia de acordo com a umidade do lugar.
#11

Arteniel Fallen

avatar
Filho(a) de Plutão
Filho(a) de Plutão
Ver perfil do usuário
Rio baixinho, o sorriso alargado na minha face. Minhas pupilas estavam contraídas, minha visão vermelha, era aquilo que eu amava. Aquela era minha arte, levo minha mão ao sangue que havia em minha face, esparramando-o pelo pescoço e suspirando de prazer. Lambo os lábios, sentindo o sabor do sangue de monstros. Outro estava vindo em minha direção, arfo de excitação. A minha visão periférica capta o filho de Poseidon tomando uma posição ofensiva.

NÃO! A MORTE ERA MINHA, O SANGUE ERA MEU, A DOR SERIA MINHA COMPANHEIRA, E O SILÊNCIO MEU SENHOR!

Espero o garoto atacar, antes de me desfazer em névoas novamente. As criaturas não era espertas, e talvez nem tivessem visto o ataque a seu companheiro anterior. Reapareço atrás dele, tento cravar minha foice no ombro esquerdo da criatura e rasgar completamente sua costas até a parte inferior direita. Aquilo o deixaria desabilitado, mas sua morte só viria mais adiante.

Me deleito no sangue que manchava a clareira, deuses, o Elísio deve ser algo parecido com aquela clareira. Gargalho olhando para as duas criaturas que sobrariam.

-Patéticos... Simplesmente patéticos - falo com a voz esganiçada com o humor que me enchia - Tão frágeis, sacos... Sacos de carne musculoso... De sangue podre... Quero seu sangue. - falo mirando o minotauro (4) - QUERO SEU SANGUE!

Fico atento para me desviar de qualquer ataque que possam vir, nunca deixando meu sorriso de pura felicidade sair da face.

Passivas:
Sede de Sangue : Quando o filho de Tânatos mata um inimigo em batalha, suas capacidades físicas e mentais são ampliadas (+5 em cada atributo primário por inimigo derrotado) Os efeitos são cumulativos até o final da batalha.
Premonição : Quando alguém está para morrer, a morte fica à espreita, aguardando o momento para ceifar sua alma. O filho de Tânatos pode ver quando a morte está próxima, podendo, em raros casos, evitá-la; ou, melhor dizendo, adiá-la.
Perícia Assassina [Inicial] : Os Filhos de Tânatos assim como seu pai sabem manejar uma foice muito bem. Garante nível de perícia [Inicial] para foices. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial].
Regeneração Assassina I: A cada inimigo morto em campo de batalha, o filho de Tânatos regenera 5 de HP e MP.
Sorte Sobrenatural : Na posição de filho da Morte, o filho de Tânatos tem a mais baixa das chances de ter a alma ceifada, o que lhe garante uma sorte anormal para evitar a morte, seja por acidente, em batalha ou onde for.
Conhecedor da Morte: Sendo filho da Morte, o semideus conhece várias maneiras eficientes de trazer a morte aos seus inimigos

Considerar meu Manto Negro "Morticcus" que garante mais um turno ao meu Manto da Morte.[/color]



Death its a path I will be glad to show you...
#12

Perséfone

avatar
Deusa Menor
Deusa Menor
Ver perfil do usuário
Alex, preocupado com seu companheiro de luta, o que não era pouco - afinal ele parecia muito perigoso, de varias formas - se atentou para o monstro que se aproximava rapidamente em direção a Arteniel, ele se ajeitou da melhor forma sem atrair atenção para si, e esperou, quando ele viu o momento lançou seu tridente que viajou com rapidez em direção ao alvo. O filho de Tânatos que estava preso em sua breve loucura depois de matar o primeiro dos minotauros, pareceu acordar ao ver o próximo vir avançando e o filho de Poseidon se posiciona para atacar o mesmo.

Assim que Alex lança seu tridente, Arteniel se utiliza novamente sua habilidade e se desfaz em névoa, deixando o minotauro meio cego confuso, o que desacelerou seus passos, reaparecendo novamente atrás. Em um movimento hábil de sua foice ele rasgou as costas do monstro do ombro esquerdo ao lado inferior direito, em um corte profundo(-200), fazendo com que o sangue espirrasse todo, em todo o corpo do filho de Tânatos, que deixou uma gargalhada quase histérica escapar de seus lábios. Nesse momento o tridente do filho de Poseidon atingiu seu alvo (-97), uma vez que o minotauro (2) ergueu sua cabeça ao receber o golpe do filho de Tânatos, deixando o pescoço a mostra para o ataque. As três pontas perfuraram a carne e devido a força do impacto, no já meio mole corpo do minotauro, fez com que o mesmo tombasse para trás, sem dar tempo para Arteniel sair dali, caindo em cima do campista e o prendendo embaixo dele. O sangue que escorria da ferida do minotauro morto agora banhava o campista.

Alex soltou um palavrão, porque o minotauro(4) agora estava mais próximo do outro, já chegando quase na metade do caminho para alcançar Arteniel caído debaixo do corpo do outro minotauro. E o que parecia ser ainda mais complicado, o minotauro (3) parecia se recuperar, mesmo ainda cego, ele farejava o ar e parecia ainda mais furioso que o outro minotauro que sobrara.


Minotauro(1): Morto
Minotauro(2): Morto
Minotauro(3): 295/300
Minotauro(4): 300/300





Arteniel:

Vida: 149/149

Energia: 81/121



Alexander

Vida: 130/130

Energia: 70/124



#13

Drake Diamond

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
- DAMMIT!

Não deixo a horrorosa cena de banho no sangue me afetar, não havia tempo para aquilo, e corro em direção a meu tridente, ainda espetado na garganta do minotauro. Algo ali estava errada, por que os monstros não haviam se desfeito em poeira dourada como de sempre? E o cheiro... O cheiro de sangue me deixava nauseado, era um odor fétido de um campo de batalha que contrastava fortemente com o cheiro de morangos que tínhamos todas as manhãs. Pego minha arma, dessenterrando-a do corpo do minotauro e me prosto na frente do cadaver.

Espero que o outro venha, para me esquivar no ultimo instante um pouco para esquerda e desço o joelho sobre o chão, formando uma base. A ponta do tridente apontaria para a jugular do monstro, e minha base iria fazer com que eu fosse arrastado para trás caso o minotauro não morresse. Estar um pouco mais para a esquerda apenas me dava a vantagem de não estar diretamente sob seus chifres.

Ao final do ataque, recuo para longe do minotauro mais próximo e fico atento para me desviar de todos os ataques conseguir, sabendo que qualquer hit seria fatal.

Passivas
Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial].
Tridente: Possuindo um tridente, o filho de Poseidon tem seus poderes sobre a água aumentados, melhorando todos os poderes baseados neste elemento.



-/- It's about time you get whet! -/-

Colar de Peixinho: Um colar com o esqueleto de um peixinho entalhado em uma rocha. O colar armazena magicamente 2l de água que poderão ser usados pelo filho de Poseidon. Depois de consumidos, este começará a encher novamente, usando a umidade do ar. Em condições normais demorará 5 rodadas para encher, e varia de acordo com a umidade do lugar.
#14

Arteniel Fallen

avatar
Filho(a) de Plutão
Filho(a) de Plutão
Ver perfil do usuário
Eu estava extasiado com a quantidade de liquido rubro que me recobria. Tão quente, tão saboroso, tão vital... Era perfeito a sensação de banhar-se na vida de outro ser. Mordo o lábio inferior, semi cerrando os olhos antes ao prazer que sentia, antes de ter meu corpo soterrado pelo cadáver do minotauro. Me viro debaixo daquela massa inérte, repugnado. Odiava cadáveres, eram tão finais, tão inertes, nada mais seria divertido fazer com eles. Deixar alguém vivo, amedrontado, sangrando, suplicando pela vida: isso sim, era algo que eu amava fazer. Enfio minhas mãos dentro do cadáver, aquela coisa morta tinha que sair de cima. Acho o coração por acaso, que dá um último pulsar em minhas mãos. Meu mundo para. O ultimo suspiro de um ser vivo. Delicioso, raro, uma iguaria que degusto por segundos. A raridade daqueles segundo ultimos que o faziam tão delicioso.

Jogo o cadáver para o lado, vendo que um minotauro avançava contra mim e que Alexander estava ao meu lado. Permaneço no chão por um instante, soltando o ar dos pulmões. Aquele momento havia sido tão prazeroso. Me permito degustar por mais um instante, absorvendo o cheiro de sangue que permeava a clareira. Meu perfume favorito. O monstro estava em cima de nós. Eu precisava de mais. Sangue mais novo. Cheiros novos. Últimos momentos novos. Aquilo não bastava. Mais. MAIS. MAIS! Minha face volta ao foco: matar... Se banhar na força vital daqueles seres inferiores que ousavam me desafiar.

Desapareço em névoas pela última vez naquele combate. O minotauro não iria deixar de realizar sua investida. Apareço ao seu lado. Minha foice vertical ao solo, e descendo em direção a seu crânio. Iria fazer força para baixo, em direção ao solo. A ideia simples: queria cravar minha foice em seus miolos, e depois cravar sua cabeça na terra com minha arma.
Fico preparado para desviar de quaisquer ataques, caso algo dê errado.

Olho para o ultimo sobrevivente do grupo outrora grande de minos. Escapa uma risada histérica, que se transforma em uma gargalhada. O ultimo. O ultimo a matar. Aquela morte, seria deliciosamente lenta...

Passivas:
Sede de Sangue : Quando o filho de Tânatos mata um inimigo em batalha, suas capacidades físicas e mentais são ampliadas (+5 em cada atributo primário por inimigo derrotado) Os efeitos são cumulativos até o final da batalha.
Premonição : Quando alguém está para morrer, a morte fica à espreita, aguardando o momento para ceifar sua alma. O filho de Tânatos pode ver quando a morte está próxima, podendo, em raros casos, evitá-la; ou, melhor dizendo, adiá-la.
Perícia Assassina [Inicial] : Os Filhos de Tânatos assim como seu pai sabem manejar uma foice muito bem. Garante nível de perícia [Inicial] para foices. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial].
Regeneração Assassina I: A cada inimigo morto em campo de batalha, o filho de Tânatos regenera 5 de HP e MP.
Sorte Sobrenatural : Na posição de filho da Morte, o filho de Tânatos tem a mais baixa das chances de ter a alma ceifada, o que lhe garante uma sorte anormal para evitar a morte, seja por acidente, em batalha ou onde for.
Conhecedor da Morte: Sendo filho da Morte, o semideus conhece várias maneiras eficientes de trazer a morte aos seus inimigos
Manto Negro “Morticcus”: Aumenta em uma rodada a duração da habilidade Manto da Morte.



Death its a path I will be glad to show you...
#15

Perséfone

avatar
Deusa Menor
Deusa Menor
Ver perfil do usuário
Alex vendo a situação de seu companheiro de missão corre em direção a  ele pegando sua arma que estava cravada no corpo sem vida do minotauro, o outro vinha correndo rapidamente em fúria em direção a eles, se aproximando rapidamente. Arteniel estava repugnado por estar debaixo de um cadáver, mesmo que ele também tenha sido autor da morte do bicho, quando ele se moveu para tira-lo, colocando sua mão dentro do corpo do animal ele achou o coração e  sentiu as ultimas batidas do mesmo, o que o deixou extasiado por alguns minutos, e por isso que quando ele se ergueu depois de jogar o corpo para o lado, o monstro estava já quase em cima deles.

Dessa forma o filho de Tânatos sumiu pela ultima vez em nevoas, aparecendo na mesma hora que Alex fazia seu movimento e colocava seu tridente em posição, Arteniel desceu a foice em direção a cranio do minotauro(4), furando com facilidade e o empurrando para baixo, fazendo com que a cabeça também fosse de encontro com as pontas afiadas do tridente do filho de Poseidon, perfurando-o agora de baixo para cima também. O animal estava morto de qualquer jeito. Alex fez uma careta ao ver o sangue escorrendo e deu um jeito de livrar seu tridente da cabeça do animal. Arteniel já havia retirado sua foice e encarava o ultimo minotauro com uma risada histérica, que deu calafrios em seu companheiro de missão.

O minotauro(3) parecia muito mais furioso que os outros aos olhos do filho de Poseidon, e cheirava o ar com desconfiança, mas diferente do que os outros minotauros haviam feito, ele ficou onde estava, batendo um de seus cascos no chão, de forma ritmada. O filho de Tânatos não havia percebido isso, preso em sua névoa de desejo de sangue, mas Alex havia percebido, e ele achou aquilo, muito estranho.



Minotauro(1): Morto
Minotauro(2): Morto
Minotauro(3): 295/300
Minotauro(4): Morto












Arteniel:

Vida: 149/149

Energia: 86/121



Alexander

Vida: 130/130

Energia: 70/124



#16

Drake Diamond

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
O sentimento de perigo que havia me dominado anteriormente volta, o filho de Tânatos era uma pessoa a se manter uma distância respeitosa e considerável. Deuses, nunca mais queria ir em uma missão com ele, ou com qualquer outro da laia dele. Reparo no movimento do pé do minotauro, o que aquilo significava? Arteniel parte para cima, de forma completamente impensada, e não vejo outra alternativa e avanço junto.

Utilizo da minha hidrocinese, recolhendo água do meu l Colar de Peixinho l e lanço nos olhos da criatura, com a maior velocidade que eu consigo, tentando criar uma janela de oportunidade para nós. Ao me aproximar, ficarei atento para me defender com um rolamento de qualquer ataque do monstro, e tento fincar meu tridente no sovaco do monstro, para deixar o braço a qual direciono o ataque o mais imobilizado ou difícil de usar quanto possível.

Hidrocinese I: O herói controla a água, não muito bem, mas pode controlar mesmo que seja pouco. Pode fazer pequenas agulhas com a água, por exemplo. O uso da habilidade requer 15 pontos de energia.

Tridente: Possuindo um tridente, o filho de Poseidon tem seus poderes sobre a água aumentados, melhorando todos os poderes baseados neste elemento. (+10 em todos os atributos NESSAS CONDIÇÕES)
Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial].



-/- It's about time you get whet! -/-

Colar de Peixinho: Um colar com o esqueleto de um peixinho entalhado em uma rocha. O colar armazena magicamente 2l de água que poderão ser usados pelo filho de Poseidon. Depois de consumidos, este começará a encher novamente, usando a umidade do ar. Em condições normais demorará 5 rodadas para encher, e varia de acordo com a umidade do lugar.
#17

Arteniel Fallen

avatar
Filho(a) de Plutão
Filho(a) de Plutão
Ver perfil do usuário
Solto uma risada histérica, como não poderia? O cheiro da clareira era perfeito, os cadáveres espalhados e vazando sangue eram perfeitos para o cenário, e aquele último coração batente em breve seria meu. Minha visão estava vermelha, meus instintos focados, minha alma dedicada a ultima tarefa que me restava: matar o minotauro. Lambo os lábios vermelhos, regojizando no gosto de sangue que vem acompanhado. Avanço contra o minotauro, com uma leve impressão que o filho de Poseidon fazia o mesmo.

Avanço contra a direita do monstro, minha foice firme em minhas mãos, minha garganta sedenta por líquido rubro. Com alcance máximo da minha arma, tento crava-la no peito da criatura, talvez perfurando seu coração, e continuo avançando até prega-la em alguma das árvores que havia ali. Deuses, era um dia perfeito.

Passivas:
Sede de Sangue : Quando o filho de Tânatos mata um inimigo em batalha, suas capacidades físicas e mentais são ampliadas (+5 em cada atributo primário por inimigo derrotado) Os efeitos são cumulativos até o final da batalha.
Premonição : Quando alguém está para morrer, a morte fica à espreita, aguardando o momento para ceifar sua alma. O filho de Tânatos pode ver quando a morte está próxima, podendo, em raros casos, evitá-la; ou, melhor dizendo, adiá-la.
Perícia Assassina [Inicial] : Os Filhos de Tânatos assim como seu pai sabem manejar uma foice muito bem. Garante nível de perícia [Inicial] para foices. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial].
Regeneração Assassina I: A cada inimigo morto em campo de batalha, o filho de Tânatos regenera 5 de HP e MP.
Sorte Sobrenatural : Na posição de filho da Morte, o filho de Tânatos tem a mais baixa das chances de ter a alma ceifada, o que lhe garante uma sorte anormal para evitar a morte, seja por acidente, em batalha ou onde for.
Conhecedor da Morte: Sendo filho da Morte, o semideus conhece várias maneiras eficientes de trazer a morte aos seus inimigos



Death its a path I will be glad to show you...
#18

Perséfone

avatar
Deusa Menor
Deusa Menor
Ver perfil do usuário
O minotauro(3) parou de bater seu casco no chão e começou a correr em direção aos campistas, ao mesmo tempo que Arteniel iniciava a sua corrida em direção ao mesmo, guido pelos cheiros e o barulho dos pés dos campistas na grama e pedras da clareira. Alex seguiu logo atrás de Arteniel, pesando que era aquilo o que significava bater os pés no chão.

O filho de Tânatos abriu um sorriso malicioso, ele gostava quando a presa revidava, ele gostava da diversão. O filho de Poseidon fez que a água que estava em seu colar saísse , jogando aquela água em direção aos olhos meio cegos do minotauro, que se sentiu atrapalhado, diminuindo um pouco de seu ritmo. Eles se encontraram no meio do caminho, e cada campista fez seu movimento, a lâmina da Foice atingiu ao alvo, ao mesmo tempo que o punho do minotauro atingiu a lateral do filho de Tânatos, em um movimento imprevisto (-20) tirando o ar dos pulmões do mesmo, a dor parecia quase uma amiga para ele. O Filho de Poseidon, que estava do outro lado também efetuou seu ataque, quase ao mesmo tempo, perfurando o animal em seu sovaco, acertando uma artéria importante na região. Minotauro morreu quase imediatamente, ele ainda estremeceu antes de definitivamente partir.

O cadáver caiu para trás devido ao impulso dos dois campistas, e o filho de Tânatos riu, e se abaixou, usando sua foice para arrancar os chifres da cabeça da sua ultima vitima e pegou para si, antes de ir para outro cadáver e arrancar outro par de chifres e lançar para Alex, que tinha um olhar de nojo para os chifres a seus pés, antes de pega-los com a mesma  expressão.

Feito isso, os corpos começaram a se desfazer em uma poeira dourada, que foi carregada pelo vento. Nisso, ambos voltaram para o acampamento, e dessa vez Arteniel foi na frente, empapado de sangue, parecendo ter saído de um filme de terror e ele sendo o assassino maluco.


Minotauro(1): Morto
Minotauro(2): Morto
Minotauro(3): Morto
Minotauro(4): Morto







Hunt Finalizada

Exp. máxima: 1200

Participantes: 2

ATT



#19

Conteúdo patrocinado


#20

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum