Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Resto do Mundo » Resto do Mundo » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 5 de 6]

Re: Missão | Daniel Ritter

por Atena em Ter 11 Nov 2014 - 11:48

Atena

Atena
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário
A harpia voa diretamente na direção do ciclope apontado por Daniel, somente para encontrar a mão do monstro, que com um soco, fez a harpia evaporar instantaneamente. Mesmo assim, o filho de Hades estava logo atrás e antes que o ciclope o visse chegar, fincou sua espada na barriga do monstro. A pele dele era muito grossa, mas Daniel consegue fazer um corte horizontal eu toda a extensão da enorme barriga do ciclope.

Quando chega no segundo monstro para continuar o golpe, Daniel entra uma ciclope mais preparado e esperando o garoto. Devida a sua grande agilidade, o garoto consegue se esquivar de um primeiro soco que seria no seu rosto, mas não pode evitar o segundo, no meio do seu tórax. O semideus cai sem ar nos pulmões exatamente na frente dos monstros, a um passo deles, enquanto o ciclope atingido sangrava muito e não parecia tão perigoso agora.


Ciclope¹: 450 HP
Ciclope²: 900 HP
Ciclope³: 900 HP



"Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la!"
#41

Re: Missão | Daniel Ritter

por Daniel Ritter em Ter 11 Nov 2014 - 13:55

Daniel Ritter

Daniel Ritter
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades
Ver perfil do usuário
Como desbravador do inferno, senti que deveria utilizar das habilidades de outros que obtiveram sucesso antes de mim.

Lembrei-me de um inglês louro com seu sobretudo bege e os seus cigarros. Ainda era criança quando o conheci, mas ele tinha jeito. Era cem por cento humano, sempre acabava apanhando, mas sempre guarda um ás na manga para sair-se bem. No meu caso, aquele às eram as palavras. Sem perder tempo para não ser esmagado pelas mãos nuas dos ciclopes, uso um impulso dado pelas minhas mão para me levantar e ir para trás, ganhando distância das criaturas. E, então, assim que estiver de pé e em uma distância que seria necessário o avanço deles para me acertar, levanto a mão que estava livre:

-
Ei, caras, aquele ali não foi o cara que disse que vocês são uns inúteis? - Apontava com a espada para o ciclope do canto que ainda estava inteiro.

Contando que minhas habilidades não falharia, já começo a correr em direção do ciclope atingido pela minha lâmina e acerto-o com a minha espada na altura de seu crânio, com a intenção de atravessa-lo com a espada Loki.


    Considerar:
  • Nível 17 – Causar a Discórdia [Avançada]: O Servo de Éris aprende a criar desavenças, mesmo que não haja nenhuma, quebrar alianças antigas e semear o ódio no coração alheio. O anti-herói, poderá usar a habilidade em quatro ou cinco seres, sendo eles semideuses ou monstros. O uso da habilidade requer 100 pontos de energia, e entrará em espera por quatro rodadas.
  • Nível 19 - Refrigério da Morte: Semelhante aos filhos de Tânatos, qualquer alma ceifada pela lâmina de ferro estígio do Príncipe do Submundo regenera-o nos valores de 80 HP e 80 MP






The dragon has three heads.
#42

Re: Missão | Daniel Ritter

por Atena em Ter 11 Nov 2014 - 14:46

Atena

Atena
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário
Daniel desiste da luta corpo a corpo com os três monstros já que não tinha mais um elemento surpresa, e passa a usar suas habilidades que herdou da senhora Éris. Era uma de suas cartas na manga. O garoto faz ciclope, que não era muito inteligentes, se engalfinharem trocando socos e acusações.

O garoto aproveita o momento oportuno e parte para cima do monstro que já havia sido atingido por ele antes e o elimina facilmente, já que ele estava ferido e ainda distraído na luta. Aquilo trouxe duas boas notícias para Daniel: primeiro, ele se sentia regenerado matando um monstro com sua lâmina, e segundo, Ele já tinha certeza de que qualquer monstro que morresse ali evaporaria como se estivesse na superfície.

Os outros dois monstros continuaram se socando até perceberem que um deles estava morto e ficam confuso por um segundo, tentando se lembrar de algo.


Ciclope²: 700 HP
Ciclope³: 670 HP



"Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la!"
#43

Re: Missão | Daniel Ritter

por Daniel Ritter em Ter 11 Nov 2014 - 15:18

Daniel Ritter

Daniel Ritter
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades
Ver perfil do usuário
Talvez Hades fosse taciturno demais para demonstrar orgulho ou afeição. Mas imaginei que Éris poderia ser orgulhar daquilo.

Mostrei o meu melhor sorriso sarcástico para os ciclopes, com a expressão de quem afirmava: Vamos dançar. Sem perder a postura, ou um segundo sequer, aproveito o tempo em que ainda tinha para despertar do que teria acontecido e avanço com rapidez. Flexiono minhas pernas para executar um salto me direção ao peito do ciclope, adiantando o meu braço para fazer com que a lâmina penetre em sua carne, e assim usaria o meu peso para escorregar o aço negro em seu corpo. Faço uma tentativa de ganhar distância assim que o ataque terminasse, seja pelo sucesso ou fracasso, com a intenção de antecipar-me para o próximo movimento.






The dragon has three heads.
#44

Re: Missão | Daniel Ritter

por Atena em Ter 11 Nov 2014 - 15:26

Atena

Atena
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário
Daniel estava novamente confiante e se aproveitando disso, continua seus ataques. Ele até havia se esquecido que estava no Tártaro, pois o que importava é que estava matando monstros e se sentia invencível. Ele salta sobre um dos ciclope, fincando sua espada no peito do monstro rasgando-o ao meio.

O último ciclope parece relembrar quem era seu inimigo e tenta acertar Daniel com um soco, mas o garoto já não estava mais ali, desviando facilmente do monstro.


Ciclope³: 670 HP



"Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la!"
#45

Re: Missão | Daniel Ritter

por Daniel Ritter em Qua 12 Nov 2014 - 0:52

Daniel Ritter

Daniel Ritter
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades
Ver perfil do usuário
Permiti, apesar de todas as lamentações e de estar no pior lugar do mundo, que me sentisse ser algo próximo a um herói. Só por hoje.

Era o que os semideuses normalmente estavam destinados a ser. Mas faziam anos que eu sabia não me enquadrar mais naquele arquétipo. Meus irmãos geralmente tentavam fugir daquela palavra, mas mesmo adotando a escuridão como parte deles, ainda queriam a glória, queriam salvar a mocinha e vencer o cara mal. Não eu. Eu seria o cara mal se precisasse. Deixaria e até faria pessoas morrerem. Ainda me lembrava de onde essa enorme vírgula estava. Lorah. Cinco letras. Uma única semideusa. Esquecida por todos e perdida para sempre, como lágrimas na chuva. E pensar que eu nem mesmo me senti triste na situação. Ela morreu em meus braços.

Deixava meu corpo e alma livrar-se daquele peso para avançar contra o ciclope. Naquele momento, enquanto corria com Loki em mãos, lutando sozinho contra a última das três criaturas, eu era o herói. Não importa o que havia deixado para trás. Coloquei-me à frente, ao alcance do monstro e então esperei pelo seu ataque, preparando a minha esquiva ao mesmo tempo. Utilizei de minha agilidade e experiência de batalha para uma tentativa de esquiva ao sentido oposto de onde quer quer que o golpe venha. E, assim que ele terminasse, torno a avançar, estendendo o meu braço ao máximo para afundar com a lâmina em algum ponto vital, seguindo a minha marca registrada de arrastar a espada e rasga-lo de dentro pra fora.






The dragon has three heads.
#46

Re: Missão | Daniel Ritter

por Atena em Seg 17 Nov 2014 - 14:01

Atena

Atena
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário
Sem nenhuma dificuldade e com sua enorme experiência de batalha, Daniel elimina o último monstro com um golpe abaixo do seu peito rasgando para cima ate destruir seu coração e fazer o monstro sumir em pó.

O garoto sentiu prazer naquele momento e permitiu-se sentir que não estava onde estava. Agora que não restavam mais inimigos, Daniel não queria encarar novamente a realidade e prosseguir para seu destino que poderia ser fatal, mas mesmo assim se obrigou a prosseguir. Ele voltou à caminhada, sempre para frente, mesmo que a inclinação tivesse acabado e que as batidas no chão estivessem mais fortes.

Ao longe, ele começa a enxergar uma sombra clara e alta e depois de andar mais alguns metros pode distinguir cada vez melhor que havia uma construção ao longe e deveria ser monumental para que ele pudesse enxergá-la mesmo naquela distância e naquele lugar. Mesmo vendo o que poderia ser o seu destino e o fim daquela jornada, ele ainda se preocupa com as numerosas bolhas que estavam ao seu redor e continuavam no seu caminho. A qualquer momento algo ainda pior poderia aparecer na frente dele e o garoto não queria aquilo.



"Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la!"
#47

Re: Missão | Daniel Ritter

por Daniel Ritter em Seg 17 Nov 2014 - 17:00

Daniel Ritter

Daniel Ritter
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades
Ver perfil do usuário
Naquele momento solitário de vitória, senti-me bem o suficiente para fazer falsas promessas ao vento.

Repetir velhas frases como: "Não te deixarei", "Nós nos encontraremos de novo", "Diga pra minha mãe não se preocupar". No final se tornavam somente um bando de palavras esquecíveis postas juntas em promessas que o vento levaria. Mesmo com a ameaça constante de que monstros renasceriam e poderiam me trazer a morte, embainho minha espada e começo dar mais velocidade em meus passos, sem necessariamente correr. Traria aquele horizonte, e com ele talvez o meu fim.






The dragon has three heads.
#48

Re: Missão | Daniel Ritter

por Atena em Seg 17 Nov 2014 - 18:21

Atena

Atena
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário
Daniel prosseguiu sua caminhada mais apressado pelo que pareceram horas. Ele tinha certeza de que passara dias ali, talvez até semanas. Ele sentia muita fome e seu cansaço era indizível, mas tendo algo para o qual olhar e para alcançar, era mais fácil. O monumento ficou cada vez mais nítido, até que o filho de Hades pode distinguir o que era. Eram portas imensas, com 50 metros de altura e 20 metros de largura e mesmo estando fechadas, Daniel pode ter certeza de que qualquer coisa passaria por ela. A imagem, de certa forma animou Daniel, já que qualquer coisa que pudesse se comparar a uma passagem para outro lugar era o paraíso para ele.

O garoto ainda estava um pouco longe, portanto continuou andando até encontrar o trio de criaturas estranhas. Elas estavam entre o semideus e as portas, mas ainda estavam longe delas, a pelo menos 200 metros. O rio fazia uma curva no local onde eles estavam e sumia no horizonte do Tártaro, mas a região ainda assim era bem iluminada, isso porque dois dos seres brilhavam intensamente.

O primeiro dos três estava à esquerda de Daniel, e claramente era Tânatos. Um homem alto de pele negra e traços fortes, além de um corpo musculoso e asas negras enormes nas costas. Parecia um lindo anjo da morte, exatamente como deveria ser. Por um momento, Daniel teve o ar tirado dos seus pulmões, pois o deus era profundamente bonito e poderoso, fazendo o Príncipe do Submundo sentir uma atração imensa por aquele ser. Não era uma atração física, mas toda aquela escuridão e morte pareciam a personificação de tudo o que Daniel era. O deus, no entanto, não esboçou nenhuma reação, até Daniel perceber o pior detalhe de todos. Tânatos não estava acorrentado, estava de braços cruzados e não ser que estivesse preso por uma força mágica e invisível, estava ali pela própria vontade.

Sem ter muito tempo para pensar nisso, Daniel se obrigou a olhar para o lado, pois o brilho que o atingia nos olhos era intenso. No meio, havia um ser com o corpo de um ser humano bastante forte, mas não exagerado. A sua cabeça era de réptil e asas imensas - ainda maiores que as de Tânatos - se projetavam de forma elegante de suas costas, além de uma calda de um metro e meio cheia de espinhos. O draconiano vestia uma armadura completa e segurava o elmo com uma das mãos. Seus olhos eram riscos brancos horizontais e seu olhar demonstrava muita inteligência por parte do ser. Sua pele era verde escura, como a de um réptil e sua armadura exalava um brilho forte que fazia a cabeça de Daniel doer. A luminosidade pior, porém, vinha do lado direito.

Lá estava alguém que Daniel queria muito estar errado, mas tinha quase certeza de que era Hipérion. O poder exalado por ele, só poderia ser de um deus ou titã, e sua aparência deixava muito clara a sua identidade. A boa notícia, é que ele estava dentro de uma bolha, o que significava que ele não estava vivo e ainda que a luminosidade era parcialmente contida pela camada expeça da bolha. Ele vestia a armadura completa de sempre e não possuía rosto, somente lava, correndo por dentro da armadura e delimitando um corpo humanoide.

A cena toda era difícil de processar. Os três seres pareciam incrivelmente poderosos e estavam muito próximos, exalando tanta energia que Daniel sentia vontade de simplesmente desmaiar, depois de tanto tempo andando e sofrendo do cansaço que adquirira. Antes que ele pudesse dizer algo, o draconiano lhe deu as boas-vindas:


- Finalmente nosso herói chegou! Já estava pensando que não sobreviveria ao Tátaro, garotinho.

A voz do monstro era profunda e sarcástica e a forma como ele mostrava os dentes parecia que estava sorrindo.


Spoiler:



"Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la!"
#49

Re: Missão | Daniel Ritter

por Daniel Ritter em Ter 18 Nov 2014 - 16:02

Daniel Ritter

Daniel Ritter
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades
Ver perfil do usuário
Estar na presença de seres tão poderosos era como se o momento destruísse a minha matéria, e, ainda mais, minha alma. Rasgasse de dentro pra fora, arrancando e apagando tudo o que um dia eu tive a ilusão de ser minha identidade. Na superfície, ou mesmo no Submundo, eu era o Príncipe. Daniel Ritter, temido por todos que tinham alguma sensatez. Ali, as palavras do draconiano não eram somente sarcasmo, eram todas verdades. Era mais um "herói". Com tanto tempo de vida em comparação àqueles seres que era um garotinho. Ignorei, entretanto, aquele fato. Eu não podia negar, mas também não era obrigado a gostar.

-
Parece que isso me poupa o tempo de me apresentar e recitar meus inúmeros títulos. - Repliquei com o mesmo tom irônico, mesmo sabendo que aquilo poderia ser minha ruína. Apoiei-me no cabo de minha espada presa à bainha, como se aquilo me desse alguma segurança no meio deles, e assim pude manter a postura auto-suficiente e confiante. - Esperava que a sua turminha do recreio fosse alguém melhor, Morte. No final de tudo, você era um dos que eu admirava. - E ainda admirava, na verdade. Era difícil encarar a Morte e não ver um reflexo. Parecia presunção, mas era só tristeza. Se a Morte era tudo o que eu via no espelho, então toda a minha vida era fadada a isso: um ponto final atrás do outro. Sem cores no meio do caminho. - Vim faze-lo reencontrar o seu caminho, Morte. E nem que pra isso seja necessário que eu tenha que socar a sua cara estúpida, e dos seus companheiros também. - Eu morreria antes de dar dois passos, e sabia disso. Mas isso nunca me impediu de soltar frases sarcásticas e estúpidas como aquela. Esperei a reação deles, estático como se fosse esculpido em mármore, encarando exclusivamente Tânatos com um par de olhos impenetráveis.






The dragon has three heads.
#50

Re: Missão | Daniel Ritter

por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


#51

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 5 de 6]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum