Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Resto do Mundo » Resto do Mundo » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 3 de 5]

Re: Going To Brazil

por Ares em Dom 2 Nov 2014 - 3:54

Ares

Ares
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Amanda levava tudo com seriedade, mesmo tendo pouca idade, sendo uma criança ainda ela levava as coisas a sério. A garota segurava a espada em duas mãos, já que a mesma estava muito fraca e ainda não tinha perícia, mas conseguia manusear por ser de material mais leve que o bronze. Mentalmente pronta, a garota avança rápido, contra o monstro. Este já a aguardava, para o embate e também começava a avançar.

Estando bem próxima do choque com o minotauro, Amanda ativou a eletricidade da arma, que fez um sutil clarão ao surgir na arma. Não era mais que isso, mas fez com que o minotauro hesitasse e abrisse brecha, para que a garota executasse o movimento. Sem fazer muito enfeita, ela cortou de baixo pra cima em diagonal, o corpo do minotauro que abriu uma ferida, da parte de baixo do peito, até o lado oposto da cintura.

O golpe fez com que sangue jorrasse na garota, abrindo uma brecha para o minotauro devolver o golpe, mas o corte feito pela garota veio junto de uma descarga elétrica, que fez o mesmo recuar. Ainda assim, o monstro continuava de pé.

Minotauro 250/500
Amanda: 64/114

#21

Re: Going To Brazil

por Amanda O'Brien em Dom 2 Nov 2014 - 4:00

Amanda O'Brien

Amanda O'Brien
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
Eu nem acreditava que aquilo estava acontecendo. Quase desejei que não fosse um sonho, mas ainda sim eu sabia que estava muito mal. Se fosse real, eu certamente desmaiaria de tensão e cansaço em menos de um minuto.

De qualquer forma, aquele devia ser o último movimento. Não subestimo o monstro, pois se ele ainda está de pé, ainda tem forças e pode me surpreender, mas antes mesmo que eu dê chance para o azar ou tempo para ele se recuperar, empurro a espada em seu peito, empurrando com todo o peso do meu corpo. Sei que não seria difícil, pois eu estava cansada e seria bom me escorar na espada.
Faço desse meu último movimento, com força, dedicação e atenção, para tentar acabar com a luta exaustiva.



[spoiler="Por favor, olha meu spoiler, Convidado *-*"]
#22

Re: Going To Brazil

por Ares em Dom 2 Nov 2014 - 4:15

Ares

Ares
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
A filha de Atena tenta fazer seu último movimento, cravando a espada no peito do minotauro, mas o mesmo não deixaria barato assim. O mesmo segura a lâmina da espada, tomando uma considerável carga elétrica, além de um severo corte em sua canhota. Mas ele não hesita em continuar o movimento. Com todas as suas forças ele muge uma última vez, deixando a garota totalmente apavorada e ergue a lança com sua destra.

Amanda nada pode fazer, para evitar que o monstro cravasse a lança em sua cabeça, perfurando o elmo como se fosse papel. Neste momento ela acorda com um grito alto e agudo, pegando todos desprevenidos e fazendo os mesmo irem em seu auxílio. -- Amanda, o que houve?? -- Doro abraça a filha de Atena, numa tentativa de consolo, enquanto o avião embarca no aeroporto internacional de guarulhos.

Primeira parte finalizada, recompensa: 800 XP e 400 Dracmas.

** Poste o que quiser.

#23

Re: Going To Brazil

por Amanda O'Brien em Dom 2 Nov 2014 - 4:20

Amanda O'Brien

Amanda O'Brien
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
-Foi só... um pesadelo... - Deixo que ela me abrace, pois me sentia confortável e segura. Tentava me lembrar com mais clareza do sonhos, mas tudo parecia virar um borrão.

-Muito obrigada. - Digo, apertando carinhosamente o braço de Doro. - Então chegamos hein? O que faremos agora? - Tento disfarçar e mudar de assunto, antes que eu ficasse vermelha de vergonha.



[spoiler="Por favor, olha meu spoiler, Convidado *-*"]
#24

Re: Going To Brazil

por Ares em Dom 2 Nov 2014 - 4:35

Ares

Ares
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Eles se acalmam, depois que Doro abraça Amanda e a mesma se acalma, tentando desviar do assunto antes que os pilantras tentem deixa-la envergonhada. -- Chegamos sim, vamos sair do avião e pegar um taxi. -- Então eles saíram em fila, começando por Lemmy, depois Dee, Wylde, Amanda e por último Doro, que acariciava os ombros da garota.

Assim que saíram do avião, uma maré de fãs e seguranças faziam muito barulho, para receber a banda que saldava a todos com gestos de carinho, gratidão e respeito. Haviam cartazes, garotas com roupas curtas, punks, caras cabeludos, tudo que deveria ter, para receber a banda, somado a muito empurra empurra. -- Espero todos vocês hoje, as nove horas na Arena Corinthians, para o maior show de todos os tempos!! -- Lemmy bradou com bravura e entusiasmo, recebendo gritos em seu nome e em nome dos demais como resposta, enquanto eles saíam e iam até uma van de Staff, que já estavam os esperando.

Era meio dia no horário local e fazia um calor de 34 graus, dia típico de primavera/verão em São Paulo, e eles caminhavam até um hotel que ficava próximo do estádio, ficando um bom tempo na van.

** Narre o que houve até vocês chegarem no hotel, o que fizeram, o que comeram, qual quarto que se hospedaram e coisas do tipo.

#25

Re: Going To Brazil

por Amanda O'Brien em Seg 3 Nov 2014 - 11:12

Amanda O'Brien

Amanda O'Brien
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
Tínhamos saído do outono americana, de 5-10 °C para um calor infernal. A quantidade de pessoas era incrível e só o pouco tempo que levamos do avião até a van, notei a poluição daquele ar. Veja bem: eu nasci e fui criada em uma cidade do interior e nem ao menos havia visitado Nova Iorque, então acreditava que São Paulo devia ser tão grande quanto, e com a poluição normal de uma metrópole. Mesmo assim, vista de cima, não havia nada parecido com o Central Park, o que fez eu me sentir ainda mais deslocada.

De qualquer forma, chegam à van e ao ar condicionado. Assim que tive uma chance na caminhada de falar só com Lemmy, o fiz, pois estava preocupada.

-Aqui também há semideuses? E monstros? Se nós dois somos semideuses e você é tão famoso, não corremos perigo?

-Não se preocupe mocinha, temos tudo sob controle. – Ele apontou para o para-choque de frente da van, e quase dei um pulo quando percebi que tinha a cor de bronze. – E nosso motorista, apesar de ser mortal, sabe de tudo. Não teremos problemas.

Resolvi confiar, e aproveitar os petiscos dentro da van, enquanto ouvia-os tocar, e às vezes pedia uma música deles mesmos (Achei furtivamente um álbum da banda no avião e decorei alguns nomes de músicas), ou até músicas de outras bandas de rock.

Chegamos ao hotel e não sabia seu nome. Minha dislexia não facilitava muito, nem as letras cursivas e muito menos o fato de estar escrito em português, aquilo era um pesadelo em forma de palavras.

Lá, nos hospedamos na cobertura, obviamente. Ela comportava tranquilamente nós 5, com bastante sobra. Eu não estava acostumada com tanto luxo, mas ali ele tinha tudo de melhor. Era incrível. Quando fui à janela, percebi que podia ver uma boa parte da cidade dali, e imaginei o quão grande deveria ser, se eu pudesse ver ela inteira. Era uma metrópole caótica como qualquer outra e realmente não tinha uma arquitetura admirável, mas por outro lado, o povo não parecia tão ruim, pelo menos os fãs do Lemmy não. Imaginei que deveria haver lugares piores, como a China, por exemplo, mas estava bem no ar condicionado do quarto, da van e de qualquer lugar que fôssemos ficar, pois não queria respirar aquele ar nunca mais.

Depois de tomarmos banhos longos, fomos almoçar. Não me pergunte por que alguém serviria almoço já tão tarde, pois já passava das 14 horas, mas mesmo assim, fomos a uma churrascaria com rodízio de carnes que só recebia nós 5 e mais alguns membros da staff da banda. Comi bem, mas me incomodei com Lemmy. Ele olhava muito para mim, me analisando, o que fazia eu me perguntar o que eles faziam quando Ryan estava ali. Será que eu não estaria agradando eles? Tentei tirar isso da cabeça e me distrair. Doro resolvera ficar do meu lado desde que acordei no avião, e eu me sentia bem por isso. É claro que uma garota de 13 anos se sentiria incomodada no meio de três homens metaleiros, então a presença dela me fazia muito bem.

Depois de almoçarmos e passarmos bastante tempo na churrascaria fazendo piadas, conversando e cantando, fomos embora para o hotel novamente, e foi aí que aconteceu a coisa mais estranha até então.

Tentávamos voltar para o hotel naquele trânsito caótico, mas nosso motorista conseguiu achar uma estrada alternativa sem movimento, o que eu não entendo como seria possível. Como diabos aquelas pessoas não a viam? Estava tão na cara que era melhor transitável, mas cheguei à conclusão de que ou eles não a viam, ou tinha algo de errado nela. Depois de um tempo nessa via, notei que muito a nossa frente, uma forma escura e enorme estava vindo na nossa direção. Reparei até conseguir identificar, e não tive dúvidas, pois era o mesmo de meu sonho: um enorme minotauro.

Arregalei os olhos e abri a boca para falar, mas Lemmy percebeu e me cutucou rapidamente, piscando o olho para mim. Isso me fez ficar confusa por tempo suficiente até a criatura estar a 10 metros de nós, e então... Puff. A van se chocou com o monstro, mas não parou. Quando olhei para o vidro de traz, não havia monstro nenhum. Não sabia se eu estava vendo coisa acordada, ou se aquela van era realmente uma máquina de matar monstros. Se fosse, queria uma pra mim quando fizesse 16.

Passamos mais tempo na cobertura do hotel, cantando bastante e falando besteiras. Até aquela hora eu já me sentia mais solta e conseguia conversar bastante e interagir com todos, e quando eu já estava até feliz de estar ali, o tempo parecia voar, pois Lemmy levantou e anunciou: -É hora do show!

#26

Re: Going To Brazil

por Ares em Seg 3 Nov 2014 - 13:11

Ares

Ares
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Henrique é bicha!

Amanda teve um dia cheio ao lado de Lemmy e sua banda, que se apresentaria em poucos instantes, na Arena Corinthians. Um dia cheio de música, palhaçadas e conversas, foi muito agradável para todos os sujeitos ali. O tempo passou tão rápido, que Lemmy se surpreendeu ao ver a hora em seu relógio. -- É hora do show!! -- Ele disse com entusiasmo, sendo acompanhado pelos demais. Eles pegaram novamente seus instrumentos e saíram do quarto, pegando o primeiro elevador e descendo até o subsolo, onde eles tomaram um carro.

O automóvel era próprio de Wylde, que tomou conta do volante e saiu cantando pneu, em direção ao estádio que já os aguardava com muitas pessoas entrando no mesmo. Com o guitarrista passando dos 200 KM e assustando as garotas, eles chegaram em menos de cinco minutos no local, tendo sorte por não ter sido pego pela polícia local. O carro estaciona e eles se apressam, para chegar logo no camarim. Wylde, Mikkey e Doro foram os primeiro a subir, pois fariam uma breve abertura, antes de Lemmy subir ao palco.

Amanda aguardava o filho de Ares, que havia ido ao banheiro dar uma mijada, quando começa a ouvir os primeiros sons de guitarra. Primeiramente pode ouvir o som da voz de Zakk Wylde, que tomou conta do microfone na primeira música



Quando a música começa, Amanda se assusta ao ouvir um baque forte, seguido da imagem de Lemmy Kilmister caído ao seu lado, depois de ser lançado contra a parede. Então ela vê um ciclope invadindo destruindo a parede do banheiro, rugindo com fúria. A criatura encara os dois, enquanto caminhava, quebrando a curta distância entre os dois. -- Fuja, Amanda... -- Uma voz fraca vinda do filho de Ares, pede para que a garota saia dali.

Ciclope: 600/600

#27

Re: Going To Brazil

por Amanda O'Brien em Seg 3 Nov 2014 - 14:25

Amanda O'Brien

Amanda O'Brien
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
A primeira coisa que eu penso é: "Graças aos deuses ele não foi atirado com o zíper aberto. Seria horrível", e a segunda:

-Fugir?! Cê tá louco é? Pare de falar e levanta logo daí.

E então seguro meu colar, que era a única coisa que eu tinha até ele virar uma espada longa nas minhas mãos. Eu não poderia atacar o ciclope sozinha, naquele espaço pequeno, então, ao invés disso, giro a espada em minha mãe várias vezes, fazendo círculos com ela o mais rápido que posso, apontado para o ciclope. Se aquela espada realmente tinha uma história, provavelmente faria o monstro exitar, dando tempo ao Lemmy para levantar e se armar. Se mesmo isso não fizesse o monstro exitar, ativaria a eletricidade, pois assim não teria dúvidas que ele pensaria apenas um segundo se vale a pena nos atacar.

Se nada disso der certo e ele me atacar mesmo assim, pulo para o lado e me afasto dele, torcendo para que Lemmy também conseguisse se esquivar.

#28

Re: Going To Brazil

por Ares em Seg 3 Nov 2014 - 14:45

Ares

Ares
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
A pequena filha de Atena retruca o filho de Ares, que já ia se levantando, enquanto a mesma transmuta seu colar em espada. Ela se atrapalha ao tentar girar a espada, a mesma era grande demais para que ela fizesse este movimento, ainda mais com pouca experiência que ela tinha. Mas serviu de distração, para que Lemmy levantasse completamente. -- Você é teimosa, garota. -- O filho de Ares reclamava com a garota, enquanto batia seu baixo no chão, o transmutando em um machado de guerra de dois lados.

Apesar da idade, Lemmy se lança com velocidade contra o monstro, mas o mesmo o rebate com um soco, fazendo ele agora cair ao seu lado. Amanda observa os movimentos do Ciclope, tentando ver uma brecha em sua defesa.

Ciclope 600/600

#29

Re: Going To Brazil

por Amanda O'Brien em Seg 3 Nov 2014 - 14:59

Amanda O'Brien

Amanda O'Brien
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
Assim como eu sabia que com uma arma curta era manter proximidade, sabia que a vantagem de uma arma longa era manter distância. Sabendo disso me aproximo somente o suficiente para o monstro entrar no meu alcance. Espero que nessa distância ele não consiga me atingir, afinal era muito grande e se movia lentamente, além de não ter braços tão longos quanto minha espada.

Já que ele estava com a guarda aberta, eu não poderia desperdiçar essa chance com um golpe qualquer, então aperto mais minha espada, concentrando toda minha força nela e rezando para os deuses a abençoarem. Meu golpe era de baixo para cima, eu iria chegar com a espada abaixada, e então começar o corte na altura do joelho do monstro, subindo toda a sua coxa, cintura, flanco, até a axila. Usaria um golpe de baixo pra cima pois a espada era pesada, e eu só conseguiria fazer aquilo no começo da luta, enquanto não estava cansada. Além disso, o golpe já me dava impulso para me afastar logo em seguida, fugindo completamente do alcance do ciclope.

Caso algo de errado, me esquivo o mais rápido que posso e também fico alerta caso ele pegue algum destroço da parede quebrada e lance contra mim, para me esquivar disso também, sem ser surpreendida.


Nível 3 - Arma favorita: O filho de Atena escolhe dentre as suas armas a sua favorita e, durante 3 rodadas, ela ganha bônus em seus ataques, sejam cortantes, perfurantes ou esmagadores. Gasta 35 de MP e só pode ser usada uma vez na narrativa. (+10 NO ATRIBUTO CORRESPONDENTE A ARMA)



[spoiler="Por favor, olha meu spoiler, Convidado *-*"]
#30

Re: Going To Brazil

por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


#31

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 3 de 5]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum