Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Resto do Mundo » Resto do Mundo » 

Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 8]

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Alvelin estava em uma forja desconhecida. E estava sonhando, ele sabia.
O calor dos fornos era muito mais forte do que o dos do Acampamento, e estes eram muito maiores. O filho de Hefesto caminhou por entre mesas, forno, bigornas e metal,  até que uma vós lhe chamou a atenção.

Ei, pivete.

De alguma forma Alvelin já sabia quem seria antes mesmo de se virar para olhar. Hefesto, deus das forjas, Senhor do Fogo. sSu pai. ali estava ele, um martelo em uma mão e uma barra de bronze na outra.

Estava te ersperando. Vamos, chegue mais perto.

O deus martelou a barra de bronze três vezes,a chatando-a completamente, e virou-a de lado, martelando o metal incandescente mais um par de vezes.

Eh, veja bem. você deve estar estranhando eu te trazer até aqui, e tal. Mas a verdade e que gostaria de pedir um favorzinho. Você será recompensado, é claro! Mas, bem. Estou tendo alguns problemas em uma das minhas forjas. Ela fica dentro das Montanhas Rochosas, na Columbia, e é a melhor forja que tenho lá naquele pedaço de terra que vocÊs chamam de continente.

O deus ergue a chapa de Bronze e a dobra ao meio, voltando a martelá-la.

Telquines. Malditos sejam, esses golfinhos acham que podem se apoderar de qualquer forja que achem vazia. Já fizeram isso antes. Preciso que alguém vá e os tire de lá, nem que seja à força. Não sei o que andam fazendo, mas boa coisa certamente não é. E então, acha que consegue?

O deus avalia seu trabalho por um momento. Ele assopra o metal incandescente, que esfria impossivelmente rápido, e o coloca de lado; Devia ser uma chapa de cerca de 1m de comprimento. Ele pega outra barra de Bronze e começa a martelá-la novamente. Alvelin percebe outras chapas ao lado, e que seu tamanho cresce gradativamente. Elas lhe lembram o casco de um barco.

Ele aguarda a resposta do filho.



Última edição por Hades em Seg 24 Nov 2014 - 14:52, editado 1 vez(es)







Ω Lord of the Underworld Ω
#1

Convidado

Anonymous
Convidado
Eu havia acabado de sair do centro de treinamento para atletas super dotados -sqn. Somente para atletas mesmo. Treinos de combate, atletismo, provas e coisas teóricas sobre educação física faziam parte do meu cotidiano desde quando entrei para os clã dos atletas das adagas voadoras de Héracles. Era legal.

Meu cotidiano era assim. Treinos nos atletas, forjas, leitura e estudos, combate. Sim, eu estudava. Não era mole ser conselheiro ainda mais quando nos filhos de Hefesto havíamos uma certa fama de burrinhos ou pessoas que não aproveitam muita a própria inteligência. Calúnia. Eu estudava muito.

Meu dia dessa vez fora cheio, muito cheio. Encomendas para forjas romanas, gregas... Cheguei morto no meu chalé e depois de um bom banho, apaguei. Mau pudei guardar meu martelo. Acho que acabei dormindo com ele em mão.

Em meu sonho, acordo numas forjas tão quentes como a que estou acostumado. De inicio eu pensei que era as forjas do acampamento mas eram muito mais quentes.

Vi meu pai e sorri com muita afeição. Meu pai era tudo que eu tinha e respeita-lo e forjar coisas em seu nome me davam mais esperanças. Meu dia podia ser estragado por uma filha de Hermes sacana ou por uma filha de Afrodite oportunista mas mesmo que eu forjasse algo, meu dia estava ganho.

Adentro e encontro meu pai. Ele estava me esperando. Ao mesmo tempo que ouvia atento suas palavras, o via trabalhando em alguns metais de bonze celestial. Esperava ao menos obter uma noção de como ele manipulava o metal pra deixa-lo melhor enquanto o assistia.

_Claro que irei meu pai. Não deixaria de cumprir um desejo do senhor. Além do mais, vou visitar uma forja sua. Quem sabe eu não aprenda um pouco mais lá além de chutar a bunda de uns Telquines.

Como eu dormir com meu martelo grande em mão...
Batia meu martelo grande em mãos bem empolgado, com os olhos brilhando e desejosos por uma aventura.
Olhei para meu pai em seguida e perguntei:

_Pai, digamos que eu consiga derrotar todos e tal, como fechar a entrada.

Pensei mais um pouco.

_Primeiro como entrar e depois como fechar para que isso não ocorra, que mais ninguém entre além do senhor e.... e de mim.  

Dei uma gargalhada com a ideia deu poder visitar lá as vezes.

Esperando sua resposta e meio impaciente ao ver aquelas chapas de metal. Pareciam parte de um barco.

_É para um barco ? Nossa que legal O.O

#2

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Ateltas superdotados :fuckit:

Alvelin aceita a oferta do pai, que sorri, claramente satisfeito.
Ah, não se preocupe com isso — Fala Hefesto, dando uma risadinha — Ao chegar lá, você a achará. Meu sangue corre em suas veias, meu filho, e a porta o reconhecerá do mesmo modo que a mim. Quanto a como selá-la... Bem. Talvez não seja fácil fazer isso eternamente, mas podemos atualizar o software de segurança. Isso fica por sua conta — O deus dá uma piscadela pro guri, enquanto coloca de lado mais um arco de Bronze, juntando-o aos demais.
ele se muda mancando para outra mesa enquanto ouve a pergunta seguinte do filho. Ele sorrí.

Sim. Seu barco, caso consiga mantê-lo inteiro. Não deixaria você atravessar o oceano andando, não é mesmo? HAHAHAHA.

Ele bate em uma caixa de Bronze, de onde saltam botões e um painel colorido, com alavancas e uma anteninha. Ele meche em botões, abre a caixa, conecta fios e resmunga nervosamente enquanto chamas dançam entre os cabelos de sua barba.

Pode usar o que quiser e precisar de minhas forjas. Lá tem material de sobra, e antes você usá-lo do que aqueles vermes aquáticos. E tome cuidado, guri. Você estará em desvantagem numérica, mas vai ter o efeito surpresa ao seu lado. Seja esperto. Precisa saber de mais alguma coisa?

ele coça a barba fumegante.







Ω Lord of the Underworld Ω
#3

Convidado

Anonymous
Convidado
Sim, sou superdotado  :fuckit:

Ouvia atento as palavras de meu pai. Atualizar o software de segurança. Moleza, pensei. Era só eu levar algumas ferramentas básicas pra isso.

Agora com ao barco, Me animei muito mais. Um barco pra mim. Era incrível. Me ajeitei ao seu lado enquanto o via mexendo nos fios e botões. Soprei algumas chamas perto de seu rosto apesar de serem de sua barba.

Esse lado atencioso, carinhoso eu puxara da minha mãe. Agora esse lado de construções, isso me fascinava. Minha mãe era louca com essas coisas e entendia mais e mais o porque de meu pai ter se apaixonado por ela.

_Você é incrível pai.

Dizia enquanto o observava. Mesmo que pra ele fosse coisa boba.

Sobre usar as coisas do local, isso era formidável. Talvez eu tentasse fazer um upgrade ou arrumar projetos, ou construir coisas ou... ou... parei de pensar e suspirei.

_Desvantagem numérica ? Talvez eu use alguns robos hehe. Quem sabe.

Ainda olhando pra ele.

_Não, sem perguntas. Só quero saber quando partimos. Quero dizer, quando posso ir.

Antes de partir, digo pro meu pai:
_Obrigado por essa chance meu velho e obrigado por me abençoar com seu dom. Nunca fui tão feliz em forjar e construir coisas desde que cheguei aqui no acampamento e fui reclamado como seu filho.


equipamentos e descrições:
•Armadura [Malha de Metal]
Martelo Grande
Escudo Pequeno
Escudo Espartano
Adaga Longa [Oricalco] [Presente de Hefesto]
Lança Média [Elétrica]
Braçadeira de Conselheiro [24]
Correntinha[Pingente Canino de Leão]*
Anel de Héracles***
Fralda¹ [Presente de Eros]
- Pingente de Plutão**
- Anel de Caveira [Prata e Ferro Estígio][Presente de casamento de Hades]******

Mochila:
Poção de Cura [Mítica][x5]
Poção de Energia [Mítica] [x5]
Cabeça da Medusa
Isqueiro Zippo

Deixar de estoque no barco:
Poção de Cura[Comum];
Poções de Cura [Heróico][x3]
Poção de Energia[Comum]
Poção de Energia[Heróico] [x1]
Poção de Cura [Heróico]
Poção de Energia [Heroica] (x2)}
Poção de Cura [Mítica][x3]
Poção de Energia [Mítica] [x2]

* Diminui o efeito do frio naquele que o usa.

Anel de Héracles: Com este anel, o atleta poderá utilizar a habilidade Ataque subsequente I com metade do custo de energia e anulará o tempo de espera. Para aqueles que não possuem a habilidade, esta se tornará acessível, independente de requerimento. Só poderá ser usado 1 vez por batalha.

•  O conselheiro de Hefesto terá total mobilidade com a armadura. É indestrutível e cobre todas as partes do corpo (menos o rosto).

** O pingente concede 10% de Bônus em Dracmas ao fim de cada narração.

***** O anel permite o garoto invocar um demônio de nivel mediano uma vez por batalha. Ex: cão infernal (200/200), diabrete (200/200), Enderman (200/200), etc.

¹Fralda Pampers , lavável, quando você usar ela ficara mais rápido (+7 em AGI) e protege contra assaduras da armadura



Pego todo o meu material e estoco os outros no meu barco.Agradeço mai pai e lhe peço a benção nesse jornada.
Queimo uma oferenda a ele e a deusa Niké pra me dar vitória nessa jornada.

#4

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
O deus fica levemente corado com os elogios e agradecimentos do filho — embora, talvez, fosse apenas as luzes do painel se refletindo sobre ele.

Se esforce, meu filho. quem sabe, um dia, não possamos construir juntos?? Hahaha! Agora, vá. Seu transporte o espera na bahia.

Então ele dá um peteleco na testa de Alvelin, que sente o corpo se desmanchar a partir daquele ponto, e acorda sobressaltado em sua cama. O pivete reúne seus equipamentos e se manda para o barco; lá ele solta um assobio de surpresa. O barco tinha cerca de 4m de comprimento, e quase dois de largura. Obviamente não fora feito para muitas pessoas, mas tinha espaço suficiente para o filho de Hefesto viajar com certo conforto. Na parte de trás uma pequena escadinha permitia sua entrada a um nivel abaixo, para dentro de uma casinha que saia do casco., onde uma cama pequena estava encaixada.

Na frente o painel continha um radar, botões e mais botões, um volante e um teclado de frente a uma tela de computador. Acima de sua cabeça um mastro sem vela; Só de tocar nele o garoto soube que as velas se abririam do mastro principal ao devido comando no painel.

Ele faz sua oferenda aos deuses e se senta diante do painel no barco. De alguma forma, todos os controles estavam claros; O radas indicava a presença de duas naiades próximas. A tela do computador dizia que o Wifi estava caindo :fuckit: Ele ergue uma alavanca e aperta um botão; O motor ronca, vibrando, e o barco se afasta da praia com velocidade crescente. Na tela do computador um mapa se abre, indicando seu destino.



Ignore a precariedade do mapa True Story







Ω Lord of the Underworld Ω
#5

Convidado

Anonymous
Convidado
Depois de uma petelecada bem dada na testa, acordo pronto pra uma aventura. Arrumei meus bagulhos e fui pra bahia. de todos os santos

Achegando lá... dei um baita sorriso. Era um barco foda. Entrei e fiz um reconhecimento nele. Era de mais. Guardei minhas coisas na parte de baixo e fui pra tela ver o mata e que mata. Tinha até o navegador do google chrome aberto. :fuckt:

Olhei para o tempo, rota, queria viajar o mais seguro o possível, se possível. Uma rota marítima talvez.
Raparei que o radar indicava duas naiades. Ops, evitar contato. Gostei desse radar, pensei mas o Wi-Fi... quem sabe uma hora pega. Meu pai não me deixaria sem net... assim espero uHAuA

Liguei os motores depois de conferir tudo e sarpei. Acenei para o porto como se milhões de pessoas estivessem lá acenando pra mim. Na verdade não tinha ninguém, a não ser umas arvores balançando com o vento que me fizeram imaginar elfas lindas me dando tchau e uns sátiros me dando banana com os braços.

_Como era legal ser solitário.

Falei enquanto me virava e continuava a navegar.
Como não era bobo, só a cara, invoquei meu clone.

Eu as vezes, quase sempre, quando ficava sozinho, invocava meu clone depois que aprendi a fazer isso. Me sentia menos solitário. O deixo de guarda no barco na parte de cima comigo enquanto navegava e tomava cuidado com as criaturas que aparecessem no radar. O presente de meu pai era incrível mas eu queria preserva-lo ao máximo.

No meio tempo da viagem, busquei entender mais sobre o barco para melhor usá-lo, escrever projetos sobre ele.
Tento me manter atento mesmo navegando. Tento evitar rotas marítimas mais usadas para transporte e tento usar as mais convencionais. Uso as velas para momentos com vento e muito vento e uso os motores para dias com pouco vento. Queria ter combustível para toda a viagem. Apensar de meu pai não falar de combustível, se o navio usa. Se ele tinha um combustível próprio que não precisasse de recarga, seria melhor ainda.

Uso uma poção heroica de energia pra repor minha energia usada isso se não recuperar com o tempo.



Nível 8 -  Encarnação em Metal: O filho de Hefesto consegue invocar um autômato igual a ele. Este terá um martelo e um pequeno escudo, ele terá somente as passivas do seu invocador, assim como 20% da vida e energia referente ao mesmo. O custo dessa habilidade requer 50 pontos de energia e entrará em espera depois de 4 rodadas.

#6

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
O garoto invoca seu clone e decide estudar um pouco mais seu presente enquanto o cara de metal vigia o painel.

O barco não usa combustível. Pode velejar eternamente enquanto estiver em bom estado, porém precisa de algumas pausas diárias para permitir que o motor descanse (uma vez no dia é suficiente). Alv percebe a sutileza oc que a embarcação atravessa a água, mesmo estando em alta velocidade o barco não ficava dando aqueles irritantes pulinhos e solavancos que os barcos sempre dão, além de ser extremamente silencioso. Ele demoraria muito menos do que esperava para atingir seu destino.

No meio do camiho, enquanto estudava a embarcação Alv ouve um apito. ele olha para o painel, onde seu automato olhava para ele, apontando para o radar. Ali um pontinho vermelho se movia. Segundo a legenda na tela, uma distância de 200 metros separava o barco do pontinho. olhando mais de perto, o garoto percebe que são dois pontinhos, bem próximos; um tem o formato de um barquinho. O outro de uma caveira, e estavam lado a lado.

O garoto ergue os olhos e vê algo ao longe, naquela direção.

O sol se põe no horizonte.







Ω Lord of the Underworld Ω
#7

Convidado

Anonymous
Convidado
Estava tranquila a viajem. Aprendi muito sobre o marco nas na metade do  caminho apareceu algo nos painéis que não tinha  aprendido ainda.

Um apito estranho aos meu ouvidos. Olhamos para o radar e vimos um pontinho vermelho no painel. Pela legenda, estava a 200 metros de nos. Olhando bem, eram dois. Um barquinho e uma caveira.

_Piratas ?

Perguntei ao meu clone que provavelmente estaria igualmente confuso como eu. Busquei rapidamente encontrar uma luneta ou binóculo no barco. Mantive o curso e a velocidade. Caso consiga uma luneta ou um binóculo, tento ver de colé desses pontos estranhos.

Como havia passado um tempo aprendendo sobre o barco, não sabia se ele tinha algum mecanismo de proteção, algum comando. Busquei verificar no painel já que superficialmente não havia encontrado.

Busquei saber sobre aquele ponto clicando na figura para ver se obtinha mais dados.

Poderia ser alguém em perigo ou o próprio perigo. Caso eu consiga enxergar ao longe se é uma embarcação pirata, aproveito a hidrodinâmica do meu barco junto com sua velocidade para me mandar. Não sabia se conseguiria então, mando meu clone para baixo, para fingir que tem somente um tripulante mesmo não sabendo se eles haviam visto.

Como havia jogado muito assassins creed black flag, procuro não deixar meu barco na rota dele pois poderiam ter morteiros e muito menos próximos das laterais caso consigam me pegar.

Mesmo na atualidade poderiam ter essas coisas a bordo. Vai saber. Melhor prevenir do que remediar.

#8

Eros

Eros
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
Alvelin consegue obter maiores informações da tela; Ele clica nas figuras e uma barrinha carrega acima de cada uma delas, disponibilizando as seguintes informações:

Barco - Navio cuja comandante é Lin, semideusa filha de Dionísio. Faz cargas de vinho, suco e morango, que contribuem com a renda do Acampamento. Possui trabalhadores mortais. além de Lin apenas outro semideus ocupa o barco. Eliot, irmão dela.

Caveira - Navio pirata de ciclopes. Assaltando navio e batendo em tudo o que se move.


Alvelin está agora "dando a volta" em ambos, porém se pergunta se deveria ajudar ou não o barco. Passa pela cabeça do garoto que ele não tem mantimentos para toda a viagem. Encontrara algumas barras de cereal no compartimento de baixo, mas apenas isso.

Ele descobre um arpão preso à lateral do barco. Ele entra e sai do casco ao ser acionado, porém só faz pontaria para a frente e a 90° da proa.



"Se será sua tortura ou dádiva, quem decide será você. O amor é apenas um sentimento."


Eros
#9

Convidado

Anonymous
Convidado
Aquele navio era incrível. Os dados corretos me indicavam agora opções. Eu era amargurado com mulheres. Sempre tinha uma história ruim pra contar e de servir de exemplo. Eu morava na friendzone :fuckit:

"Não ALvelin. Ela precisa de ajuda. Ela leva cargas preciosas para o acampamento. Ajude-a"

Minha consciência de herói apitava mais que os sentidos do homem aranha. Rapidamente dei meia volta e fui pela lateral do barco dos piratas.

Busquei no painel se havia uma imagem de mira na arpão que eu havia encontrado. Era o suficiente. Tinha que ser o suficiente. Observei que seu angulo de ação era de 90º. Busquei avançar até onde eu obtivesse mira o suficiente para acertar. Como era um navio, poderia haver pólvora mas meu barco era pequeno.
Caso os navios estejam parados...
Busco chegar por trás silenciosamente. Meu barco tinha essa capacidade graças ao meu pai. Agradeci a ele novamente e joguei uma dracma no mar em seu nome. Busco subir por trás do navio com cuidado e ver se consigo avistar pólvora. Algumas vezes ficam em cima ou em baixo, no meio. Bem, era o que eu lembrava em filmes e documentários. Busquei não passar a frente das portinholas dos canhões do navio enquanto me aproximava dele. Não sabia se tinha gente lá.

A ideia era, sabotar o navio, ateando fogo nos barris de pólvora mas uma outra ideia percorreu em minha mente. Cortar a corda do leme ou inutilizar a corrente, se fosse de corrente. Já que era um tipo de mecanismo, eu poderia saber onde fica mas era óbvio. Ficava a frente do leme. Viro o leme todo para o lado ao contrário do navio da Lin.

Já meu clone, o deixo no meu barco e o mando atirar na lateral contrária do navio da Lin. ando ele atirar na lateral do casco pra que entrasse água pela lateral com a perfuração e o inclinasse para o lado contrário assustando quem estivesse ali e sua tripulação. Uso |Encantar Metal I| para modificar a ponto do metal pra deixar ele mais redonda. Isso ajudaria mais a quebrar. Mando ele atirar o mais próximo o possível.
Para que ninguém o detecte, invoco um demônio voador e de preferencia que cuspisse fogo na direção contrária de onde queríamos abrir um buraco. Ele atacaria dos céus o barco dos piratas causando um alvoroço me dando chance de sabotar o barco e até se possível, atear fogo onde ficava os barris de pólvora. Uso o meu esqueiro zipo e
|Pyrocinese I| pra isso.

Busco ficar atento a movimentações. Modifico a ponta do arpão antes de tudo. Ativo o anel da caveira pra obter a distração no momento mai oportuno dando-me tempo o suficiente para agir e a Lin e sua tripulação.

Mantenho meu escudo no braço e martelo grande e adaga grande na cintura.


Caso os navios estejam em movimento, uso o arpão para atirar no leme, travando e o estragando. Tento usar a distancia com o angulo permitido pra isso. Uso a mira do painel e uso |Metállon I| para controlar ao menos um pouco a ponta do metal, conduzindo melhor para o alvo.

Busco não ficar a frente das portinhas pra não ficar no raio de ação de canhões caso tenha.

Passivas:
Hefesto
Nível 1 - Resistência ao Fogo: O herói tem uma resistência física maior que as outras pessoas a ataques e danos do tipo fogo e calor. (+5 CON )
Nível 2 - Febre: Quando o filho de Hefesto luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)
Nível 6 – Luminosidade: Os filhos de Hefesto desse nível, por tanto trabalharem em forja, estão acostumados com a luminosidade do fogo e das faíscas, adquirindo assim uma resistência quanto à cegueira causada em lugares incendiados. Não ficando ofuscados com altas quantidades de luz ou calor proveniente do fogo. OBS.: A habilidade de outros semideuses ainda o afeta.
Nível 7 - Pele de Aço: Por controlar o metal, quando receber um golpe vindo de equipamento metálico o dano será reduzido(caso o atacante seja forte demais, a redução vale só para os primeiros golpes. Caso o golpe seja forte demais, só há uma redução do dano do ataque). (+10 DEF CONTRA METAL)
Nível 8 - Perícia em Forja [Intermediária]: O Herói pode fazer armas de maneira incomum e extraordinárias.
Nível 9 - Força Bruta: O filho de Hefesto, por trabalhar com materiais pesados, possui uma maior força bruta. (+10 FOR)
Nível 9 - Perícia Bárbara [Intermediária]: Confere nível de perícia [Intermediário] para a perícia Bárbara. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Intermediário]. (+10 FOR)

Atleta
Nível 2 - Coragem: atletas de Herácles tem mais coragem que o filho de qualquer outro deus. (+5 FORT)
Nível 3 - Defesa: Como seus corpos são mais resistentes, os atletas de Herácles sentem menos dano a golpes (+5 CON)
Nível 4 - Brutalidade: mesmo sendo heróis, os atletas de Herácles são bastante brutos, assim, mesmo sem machucar ninguém, eles conseguem quebrar fácil as coisas. (+5 FOR)
Nível 7 - Resistência: O corpo de um atletas de Herácles é mais resistente a cansaço. (+5 CON)
Nível 8 – Força Extraordinária: Agora você tem uma musculatura muito bem definida. Podem erguer pesos volumosos, saltar grandes distâncias, e atacar com grande força. (+10 FOR)
Nível 9 - Adaptador [Intermediário]: Os atletas de Herácles, deverá escolher UMA de todas as perícias possíveis para o nível [Intermediário]. Permite que as demais perícias sejam treinadas até o nível [Intermediário]. (+10 PONTOS CORRESPONDENTE À PERÍCIA)


ativas:
Nível 1 - Pyrocinese I: O herói controla (não cria) o fogo, não muito bem, mas pode controlar mesmo que seja pouco.  Pode fazer pequenas labaredas de fogo atingirem o alvo ou manipular pequenas quantidades do mesmo, por exemplo. O uso da habilidade requer 20 pontos de energia.
Nível 6 - Encantar Metal I: Pode mudar a forma de um equipamento metálico em outra forma (várias flechas de Bronze em aviões de Bronze). Uma lança de Ferro em um ponto de exclamação), o custo de energia varia conforme a quantidade transformada, 10 MP = 100g de material transformado. Não inclui peças forjadas por Hefesto (H).
Nível 4 - Metállon I: O herói é capaz de manipular o metal e controlar pequenas quantidades de metais, como uma adaga e outros itens com peso similar, por exemplo. Não é possível mudar a forma dele, apenas controlar. O uso desta habilidade requer 25 pontos de energia.

#10

Conteúdo patrocinado


#11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 8]

Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum