Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Resto do Mundo » Resto do Mundo » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 13]

Richard Fray

Richard Fray
Filho(a) de Dionísio
Filho(a) de Dionísio
Ver perfil do usuário
Meu pai realmente é o melhor nessas brincadeiras. Ele simplesmente diz que eu tenho que ajudar na escolta e quando me dou conta estou... Acordando no banheiro de um aeroporto? Bom, o jeito é seguir as orientações dele e tomar cuidado. O mundo humano é bem perigoso para semideuses...

Primeiramente começo a me situar e encontro com Cheila, a filha de Apolo que já estava no local. Acredito que ela tenha ficado um pouco surpresa com minha aparição repentina, portanto tento parecer simpático. Vejo que ela está pedindo uma informação a um homem, provavelmente para seguir com a missão. Aquilo meio que me incomodava, mas era nossa única alternativa, afinal, eu também estava nas mesmas condições: perdido.

Fico observando o diálogo da garota com o homem e fico atento ao movimento do local. Era evidente que cedo ou tarde, o cheiro de dois semideuses atrairia monstros. E o mesmo valia para os escoltados, que estão sem qualquer proteção ou orientação, o que me faz querer chegar para ajuda-los o mais rápido possível.

Passivas a Considerar:

Nível 1 - Imunidade [Inicial]: O herói se torna imune a venenos fracos. Ex: picada de mosquito, ferrão de abelha, Veneno de Escorpião e etc.

Nível 2 - Vinho Rejuvenescedor: Quando o filho de Dionísio beber vinho, suco de uva, ou até a própria fruta, irá curar e cicatrizar seus ferimentos. A quantidade ingerida aumenta a cura, podendo ser parcial ou total. Irá recuperar também uma quantidade de energia igual à de vida.

Nível 3 - Perícia com Espadas [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com espadas. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)

Nível 4 – Agilidade [Inicial]: O herói tem facilidade de se esquivar de objetos, monstros ou outras coisas que vem em sua direção, ás vezes de golpes. (+5 AGI)

Nível 6 - Imunidade [Intermediária]: O herói se torna resistente aos venenos podendo fazer com que eles causem apenas 50% de dano do que causariam normalmente, e em casos de atordoamento ou paralisia eles duram no máximo uma rodada.


Equipamentos:

Elmo Comum
Peitoral de Couro
Espada Curta
Bomba de fumaça caseira (x1)
Sabre
__________________
Acessórios:
Ramo da Insanidade
Pequena cabaça de vinho (x1)(400 ml)
__________________
Mochila Comum:
Poção de Cura [Heroica] [x5]
Poção de Energia [Heroica] [x3]
__________________
Outros:
Cacho de Uva (x3)

#11


Pã
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
O guarda da um sorriso para a filha de Apolo:
- Claro... A placa da cidade fica a alguns nem tão poucos quilômetros daqui... Virem a esquerda e sigam reto. Lá vai ter um ponto de ônibus com um desenho de erva. É só esperar o ônibus que vai pro metrô. Vocês irão passar pela placa e descer no ponto logo depois dela. Mas lá não tem muita coisa... O que vocês fazem por lá?

Ele mantém o sorriso, mas claramente está curioso. Mas essa feição dele vai embora quando vê um grupo de 5 pessoas se aproximarem. Ele então alarma:
- Boa sorte. Não posso ajudá-los mais.

Ele se fecha na cabine e apaga todas as luzes e fecha a janela. Fica parecendo que não há ninguém lá.

#12

Richard Fray

Richard Fray
Filho(a) de Dionísio
Filho(a) de Dionísio
Ver perfil do usuário
As coisas estavam começando a ficar estranhas. O guarda me pareceu suspeito com aquele sorriso e curiosidade exageradas, mas pelo menos tínhamos um caminho para seguir. Contudo, não posso deixar de reparar seu nervosismo quando ele vê um grupo de pessoas se aproximando, ele praticamente desaparece. Aquilo confirma minha suspeita, já estávamos chamando muita atenção, afinal, um funcionário de uma empresa jamais agiria daquela maneira. Mas fico numa tremenda dúvida quanto ao grupo de pessoas. Seriam aliados ou inimigos? Pois se o cara era um monstro, ele deveria se sentir ainda mais confiante com companheiros. A menos que sejam criaturas ainda mais hostis e assustadoras... Resolvo chamar a atenção de Cheila e começo a caminhar para dentro do aeroporto enquanto falo em um tom baixo e discreto:

- Cheila, precisamos nos misturar entre a multidão no aeroporto para saber se esses caras vieram atrás de nós e eventualmente tentar despistá-los. -  Confesso que estou com um mau pressentimento, pois não sei ver através da névoa, portanto não sei ao certo se são monstros ou humanos. - Você prefere se separar ou ir junto comigo? Caso eles se dividam para nos seguir, talvez seja mais fácil lhe dar com eles... Você decide. Também precisamos sair na direção do ponto de ônibus. Evitar combates desnecessários é essencial, pois não podemos lhe dar com qualquer criatura que aparecer...

Continuo caminhando e espero por uma resposta da garota. Independente de sua resposta, o meu plano é seguir me escondendo entre a multidão e tentar fazer um trajeto em círculo pelo espaço, indo novamente rumo à saída caso a barra esteja limpa e em seguida seguir as coordenadas que levam ao ponto de ônibus.

#13

Cheila Ruller

Cheila Ruller
Filho(a) de Apolo
Filho(a) de Apolo
Ver perfil do usuário
Escuto ele falando para onde ficava o ponto de ônibus e na hora da erva faço uma cara tipo assim : Manolo erva ??
Olho para o grupo disfarçadamente e volto a olhar para o cara que surgiu ali de um jeito meio louco ....
-Richard vamos nos separar na multidão, acredito que não sejam nada de mais, apenas uma volta pequena deve ser o suficiente, se esgueirando pela multidão perto da parede, quando voltarmos aqui, vamos direto para o ponto de ônibus e sair desse aeroporto logo...- falo tudo o mais rápido possível e já viro seguindo o plano.
Após isso caminho pelo aeroporto com cautela e agilmente, sempre atenta pra ver algum perigo se aproximar.



#14


Pã
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
Os semideuses entram no aeroporto. Por fazerem um movimento circular entre a multidão, em certo ponto eles conseguem se encontrar. Com um sinal da cabeça dizem que está tudo certo. Eles retornam até a saída do aeroporto e não veem mais nada além do que já não estava ali antes. O guarda ainda não deu sinal de vida algum. Eles seguem rumo ao ponto de ônibus antes informado.


Durante o caminho todo a mata, aquela que estava com a placa pedindo para não jogar lixo, se encontrava ao lado deles. Para passar o tempo eles competiam para ver quem achava mais lixo no chão. O resultado foi 0x0. Não havia lixo algum por ali, mas nada anormal.


Assim que avistaram o ponto ambos se olharam e sorriram. Não aguentavam mais caminhar. E enquanto andavam até ele escutam algo estranho. Quando se viram, é o grupo de homens. O da frente que era magrelo, cabelo escuro como a noite e tinha uma cicatriz atravessando sua sobrancelha começa a falar:
- HA HA HA. - Ele realmente ri. - Se não são as criancinhas que a gente queria tanto antes... Aquele guarda alertou vocês, né? Depois damos um jeito nele. Mas enquanto isso... O que acham de aumentar nossa renda diária? - Os outros homens sorriem, mas parece que mal sabiam o significado daquelas palavras difíceis. - Vamos... Me deem essa bolsa que está cruzando em suas costas, criança. Anda logo que não machucamos vocês.

Os campistas se dão conta que a unica coisa cruzando as costas de UM deles é o arco de Cheila. O homem ainda aguarda a campista entregar a "bolsa" para ele. Até o momento não há sinal algum do ônibus.

#15

Richard Fray

Richard Fray
Filho(a) de Dionísio
Filho(a) de Dionísio
Ver perfil do usuário
Bolsa? Confesso que olho com um pouco de espanto para a cara do magricelo. Ele talvez imagine que eu esteja com medo, mas aquilo me fez deduzir que era um... assaltante? Bom, se eram arruaceiros, por que o guarda tremeria de medo daquele jeito? Admito que continuo desconfiado, mas fico muito aliviado ao ouvir aquilo.

Bom, para alguém que convive com o mau humor de filhos de Ares e as encrencas que eles tentam causar diariamente, aquilo parecia não ser tão assustador. Adianto-me dois passos à frente e resolvo dramatizar um pouco. Estalando os dedos começo tomo a palavra:

- Desculpe, mas não tem nada de interessante por aqui. Na verdade eu gostaria muito de saber se algum de vocês tem algum trocado. Estamos sem grana pro ônibus, sabe? – Digo num tom sarcástico.

Entre um estalar de dedo e outro, ativo minha habilidade de [Euforia] no líder, que estava à minha frente. Meu objetivo era simples. Pegá-los de surpresa. Se ele for um mortal comum vai sofrer um pouco com isso e certamente vai chamar a atenção dos comparsas.

- Você acha que pode me encarar num mano a mano mesmo eu já tendo te colocado nesse estado? – Continuo a falar esperando que ele entenda que eu sou o responsável pela mudança repentina em seu estado e tentando intimidar o grupo de pessoas.

Espero pela reação dos mesmos e fico atento aos movimentos de todos. Conto com minha [Agilidade] e [Perícia com Espadas Inicial] para reagir eventuais ataques, esquivando e acertanto suas cabeças com o cabo da arma para que fiquem fora de combate. Desconheço a força deles, mas a experiência com o treinamento árduo do acampamento me deixava um tanto quanto confiante.


Passivas a Considerar:

Nível 1 - Imunidade [Inicial]: O herói se torna imune a venenos fracos. Ex: picada de mosquito, ferrão de abelha, Veneno de Escorpião e etc.

Nível 2 - Vinho Rejuvenescedor: Quando o filho de Dionísio beber vinho, suco de uva, ou até a própria fruta, irá curar e cicatrizar seus ferimentos. A quantidade ingerida aumenta a cura, podendo ser parcial ou total. Irá recuperar também uma quantidade de energia igual à de vida.

Nível 3 - Perícia com Espadas [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com espadas. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)

Nível 4 – Agilidade [Inicial]: O herói tem facilidade de se esquivar de objetos, monstros ou outras coisas que vem em sua direção, ás vezes de golpes. (+5 AGI)

Nível 6 - Imunidade [Intermediária]: O herói se torna resistente aos venenos podendo fazer com que eles causem apenas 50% de dano do que causariam normalmente, e em casos de atordoamento ou paralisia eles duram no máximo uma rodada.

Poderes Ativos:

Nível 1 - Euforia: Pode deixar o oponente levemente bêbado, tonto e tendo ilusões. O uso desta habilidade requer 10 pontos de energia e entrará em espera durante 4 turnos. (Requer 5 WIS)

#16

Cheila Ruller

Cheila Ruller
Filho(a) de Apolo
Filho(a) de Apolo
Ver perfil do usuário
Percebo Richard se aproximando do cara e estalando os dedos, então penso " esta aprontando alguma", independente de seu resultado for certo ou não, continuo olhando para a cara dos assaltantes como quem não sabe de nada, fazendo uma expressão de "que bolsa ??? O.o"

Caso as coisas saem do controle e deem muito errado, me preparo para agir de forma diferente, usando da agilidade que meu pai me proporcionava, tento me afastar ou caso queiram lutar (Casos estremos) pego alguém desprevenido.



#17


Pã
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
O filho de dionísio estala seus dedos e espera alguma mudança no magrelo. Inicialmente ele apenas berra para seus capangas:
- Vão logo! Ou a família de vocês não precisa de comida?

Os 4 homens vão para cima, mas o magrelo apenas se senta no chão e tenta fazer a maior cara séria possível, mas um sorriso abobado está sempre em sua boca.

Os 4 avançam em direção a Richard, já que Cheila esperará até que alguém fique desprevenido. E o único é o magrelo que está agora abobado. Cheila então para atrás dele e o segura pelos braços, já que só "pega" alguém desprevenido. Ela pegou, mas não fez mais nada

O primeiro homem tenta acertar um soco com muita força no campista, que se esquiva com um giro para a direita e em seguida acerta ele ao lado de seu olho, fazendo-o apagar. Acontece que agora os outros 3 estão indo diretamente contra Richard. Cheila ainda segura o magrelo que agora está rindo com certa intensidade. Algo divertido acontecia no céu... Mas que só ele via.


Homem 1
HP: 100/100

Homem 2
HP: 100/100

Homem 3
HP: 100/100

Magrelo(Bêbado)
HP: 100/100

#18

Richard Fray

Richard Fray
Filho(a) de Dionísio
Filho(a) de Dionísio
Ver perfil do usuário
Quando vejo que três homens estão vindo juntos em minha direção, recuo alguns metros com passos leves e rápidos para trás. Eu precisava de espaço, pois mesmo sendo mortais, eles ainda podiam me atingir com uma força considerável. Digo isso porque se não tivesse esquivado aquele soco eu certamente estaria no chão...

Na expectativa que os três me acompanhem, espero que Cheila faça algo contra os caras ou que pelo menos chame a atenção deles. Talvez ameaça-los com o líder grogue como refém seja uma boa ideia, mas se pudesse neutralizar pelo menos um dos homens, seria melhor ainda.
Confesso que depois de ouvir os gritos do magrelo quanto a situação financeira dos capangas fico um tanto quanto comovido. Eu estava tendo uma vida boa no acampamento há tanto tempo que cheguei a esquecer de que o mundo humano tinha todos esses problemas...

Uma ideia então me ocorre: Se aqueles homens estavam de fato agindo daquela maneira por pura necessidade, talvez eu pudesse arriscar. Tiro do bolso três moedas de ouro, três dracmas e mostro aos homens. Faço então um sinal para que eles parem na expectativa de que prestem atenção. Se pararem, ótimo, começo a falar, se não, paciência... O jeito é tentar dar cabo neles mesmo.

- Eu não sei quem são vocês, mas acho que isso poderia ser muito útil, não? – Caso eles parem para prestar atenção, continuo. – Minha amiga e eu apenas queremos seguir viagem. Não me importo em dar uma moeda dessas para cada um de vocês, mas em troca, gostaria de que me dessem algum dinheiro, pois precisamos de passagens de ônibus para ir a um certo lugar e depois voltar. Todos saem no lucro (tento não olhar para o líder e o cara que eu derrubei, porque esses estariam fora do negócio). O que me dizem?

Caso eles concordem, faço o negócio com eles, mas sempre atento a seus movimentos e ao fato de eu estar enganado e eles serem desonestos. Reagirei caso algum movimento suspeito aconteça, contando novamente com minhas habilidades. Espero que Cheila esteja observando tudo e entenda que talvez eu precise de suporte e principalmente meu sinal de que precisamos de dinheiro. Talvez o líder esteja com a maior parte deste...

#19

Cheila Ruller

Cheila Ruller
Filho(a) de Apolo
Filho(a) de Apolo
Ver perfil do usuário
Percebo a movimentação do meu companheiro de escotla e fico impressionada, era uma grande ideia e talvez podriamos até ganhar um dinheiro com isso.... mas eu tinha que me importar agora com o chefe que estava sob refem.
Deslizo meu braço sob o pescoço do homem e faço força para que ele não possa se soltar, então volto minha atenção apara um dos assasltantes, e o chamo, quando olhar pergunto :
- Quantos assaltos vcs fizeram hoje ??? -- Então coloco minha mão no bolso do mesmo, procurando o seu dinheiro e passando para o meu bolso.
Após Enzo mostrar os dracmas, faço uma aprovação e espero a resposta dos assaltantes.



#20

Conteúdo patrocinado


#21

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 13]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, ... 11, 12, 13  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum