Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Estados Unidos da América » Estados Unidos da América » São Francisco » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 3 de 7]

Hermes

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Julia não responde a pergunta. Estava em estado de choque e seu punho estava fora de controle, pois tremia muito. Sam é quem diz que o grupo devia fugir o mais rápido possível.

- Nada do que fizemos até agora funcionou. Se você bate, eles caem e voltam. Já jogamos fogo, eletrocutamos, jogamos na água, mas nada... Eles sempre voltam. Eles também nos deixam mais fracos se atacarmos diretamente. – Explica o menino.

Laxus então percebe que essas coisas não entram no padrão comum de monstros. Nada que ele conhecia ou já havia ouvido falar tinha tais poderes, o que lhe leva a concluir que são criações específicas para aquelas crianças... Ou para filhos de Júpiter, já que os poderes herdados do deus não surtiam efeito e eram até mais fracos e ineficazes contra eles.

O legionário talvez pudesse ganhar algum tempo para as crianças, mas sabia que correria grande risco se tentasse enfrentar seis oponentes ao mesmo tempo. Além disso, nada garantiria a segurança daqueles dois posteriormente. A situação era complexa.

Nesse momento, trovões começaram a ressoar pelo céu, que parecia furioso. Laxus sabia que o próprio Júpiter, por mais que quisesse, não poderia interferir ou ajudar diretamente. Além de ser uma lei antiga, tinha ainda um agravante: Juno. A rainha do olimpo não permitiria tal afronta e de forma tão direta. Mas mesmo assim, um raio havia caído em cima das criaturas, que ficaram caídas por algum tempo.

Laxus percebe que olhos de Sam estavam brilhando e ele parecia estar em meio a um transe. De repente, ele cai inconsciente no chão e o legionário rapidamente entende o ocorrido: Ele havia conjurado aquilo ao custo de grande parte de sua energia. No fim das contas ainda era uma criança e sua resistência era muito pequena.

- Temos que sair daqui. Não temos outra escolha!

Espectos (x6) (caídos temporariamente):

#21

Φ Laxus Dreyar

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Minha atitude só podia ser uma. Eu não ficaria parado, preocupado ou afetado pelo acontecimento, afinal eu era um bisneto de Marte cumprindo seu dever, e eles eram apenas crianças, precisavam da minha ajuda e liderança.

Corro até Sam e o pego no colo e começo a correr o mais rápido que posso. Também não o olho de Julia, para que ela não fique para trás ou tente enfrentar os monstro se preciso. Eu não a deixaria correr riscos, nem que tivesse que colocar seu irmão no seu colo e eu mesmo atrasar os espectros, usando toda a minha vontade e fúria contra eles. Eu poderia até morrer, mas eles se arrependeriam de ter mexido com um legionário como eu.

#22

Hermes

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Não havia outra alternativa se não correr.

Laxus carregou Sam enquanto Julia acompanhava de uma distância curta. Alguns lampejos dos sonhos do neto de marte começavam a invadir sua cabeça. As expressões de medo feitas pelos dois garotos antes desconhecidos, a fuga, o cansaço. Aquele pesadelo já havia invadido o espaço da realidade. Estava se concretizando.

Uma construção abandonada chama a atenção do rapaz, parecia um abrigo promissor, especialmente porque uma grande tempestade parecia se formar. O que ele não esperava era ver o ambiente de um salão de 5 estrelas ao cruzar pelo portão de entrada e abrir a primeira porta de um prédio que por fora, parecia estar se deteriorando.

- Hora, você achou as crianças. Não pensei que fosse chegar tão longe. Por que não sentam?

A voz foi imediatamente reconhecida. Era a garçonete que havia lhe desejado boa sorte na noite anterior, mas dessa vez, de garçonete não havia nada. Estava trajando um vestido de seda, que variava do vermelho ao rosa de baixo pra cima, extremamente brilhante. Os cabelos loiros estavam arrumados em caixinhos muito bem trabalhados. Usava jóias como acessórios e um batom vermelho para realçar a pele extremamente branca. Dessa vez o legionário a reconheceu como Vênus, deusa do amor e da beleza.

- O garotinho pode descansar ali por enquanto – diz apontando para uma cama que se materializa a partir de uma mesa em um passe de mágica. Os dois semideuses não contestam ao pedido da deusa, no fim das contas estavam sendo controlados pelo charme de vênus, que continua falando tranquilamente.

- Essas criaturas que lhes seguem não podem ser vencidas pelos filhos de Júpiter. Foram criadas especialmente para caçá-los. Sim, meu marido Vulcano quem os fez por ordens diretas da vaca. – Logo Laxus associa o termo a Juno, confirmando suas suspeitas iniciais.

- Não existe uma forma de pará-los completamente, e a cada luta que vocês travam, eles voltam mais fortes. Aprendem sobre suas habilidades e são programados para drenar suas forças, isso explica a tremedeira em sua mão.  Se querem se livrar da vaca, só podem recorrer a um lugar: o acampamento, mas advirto que não serão capazes de chegar lá contando só com sua força. Essas coisas já sabem como acha-los. Procure pelo detalhe de sua constituição, talvez assim você tenha alguma chance.

Julia ainda estava atônita com o que estava ouvindo e não entendia praticamente nada, exceto a parte em que aquela mulher disse que ela e seu irmão estavam condenados. Ela ainda pergunta de uma forma não muito educada o por que de ter aparecido para falar essas coisas e não ajudar decentemente, e para surpresa de todos recebe a seguinte resposta:

- Uma pessoa muito importante já foi designada para salvá-los. Só vim aqui porque odeio a vaca, nunca tive o menor interesse em ajuda-la. Se não há mais perguntas, estou de saída!

Não houve tempo para qualquer outro questionamento. A deusa desaparece e logo o espaço começa a mudar para o que realmente era, um terreno abandonado. Sam estava deitado em cima de uma pedra e começava a despertar, mas estava visivelmente cansado. Julia olha para Laxus esperando explicações e o grunhido dos espectros começa a ecoar. Eles não estavam à vista ainda, mas não demorariam a chegar.

#23

Φ Laxus Dreyar

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Ouço calado as dicas de Vênus. Eu era extremamente leal aos deuses, e apesar de ela irritar a maioria, não me irritava. A única com quem eu não simpatizava era Juno, e isso era algo que nós dois tínhamos em comum. Me preocupo com Julia, que deveria estar perdida, mas eu não poderia fazer mais perguntas à deusa, só poderia agradecer pela ajuda recebida. Eu tinha a mente de um estrategista, e já começa a ter uma ideia sobre o que ela nos disse.

Quando ela vai embora, me volto para Julia, sério e preciso no que digo.


- É o seguinte: Eu sei que você está confusa, mas eu juro que teremos tempo para você entender tudo. A única coisa que você precisa saber agora é que precisamos ir para o Acampamento Júpiter. Ele é de onde vim, um lugar onde pessoas como nós podem vier protegidas em paz e treinarmos. Em relação aos nossos inimigos, eles voltaram, mas acho que tenho uma ideia para combatê-los. Por ora, temos que tentar avançar ao máximo na direção ao Acampamento. Eu tenho um mapa, e se você puder me ajudar a chegar a alguma estação de metrô estaremos a salvo. Quando eles nos alcançarem, não vamos bater neles. Ao invés disso, tente somente puxar seus mantos. Tenho a impressão de que o manto serve para proteger o corpo do espectro, e quando atingimos ele, ele some e se recompõe. Precisamos deixá-los expostos. Podemos fazer isso?

Tento colocar uma mão em seu ombro quando faço a pergunta, buscando a confiança da garota, mas na verdade eu queria forçá-la a finalmente se render à minha ajuda e liderança. Em seguida, seguiríamos o nosso caminho por quanto tempo fosse possível, até que algo nos obrigue a parar.

#24

Hermes

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário

- Nós não podemos esperar por eles! – Grita Julia, no tom mais imperativo visto pelo rapaz até agora. – Você não viu? Aquela mulher disse que eles são feitos pra caçar a gente, aprendem sobre nós e drenam nossa força. Minha mão...

O rapaz então se dá conta de que o punho direito da menina, que havia lhe socado no primeiro encontro no metrô, continuava tremendo muito. Sam, que havia acabado de acordar estava com sinais claros de cansaço, que não era capaz de disfarçar nem se quisesse. As pálpebras do menino se forçavam a ficar abertas.

Um zunido ecoou pela construção e uma espécie de feixe de luz dourada parecia fazer uma varredura dentro do ambiente. Laxus logo se apressou em se esconder com as crianças em meio a escombros, e, de relance, percebeu de onde vinha aquilo: Um anel.

Ele então se lembra da primeira vez que as criaturas apareceram em sua frente. Elas pareciam estar fazendo uma espécie de análise direta do corpo do jovem ao exibirem as peças simultaneamente.

Algumas ideias poderiam surgir se o rapaz tivesse mais tempo para pensar, mas não era o caso. Em um momento em que sua guarda estava parcialmente aberta, um dos feixes de luz estava sobre seu peito. Em meio aos escombros, ele viu o manto negro de um dos espectros que fazia a tal varredura do lado de fora, e pelo som, percebeu que as criaturas estavam começando a rodear o espaço para entrar.

A parede de onde o feixe saiu é derrubada pela foice da criatura, que fica cara a cara com o trio de semideuses. Eles percebem que aquele demônio estava sozinho pelo fato de os outros terem se dividido para ampliar o raio das buscas, o que era efetivo para localizar os semideuses mais rapidamente, mas que talvez tivesse uma falha mortal.



Espectos (x1):

#25

Φ Laxus Dreyar

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Logo que percebo que aquele anel era realmente importante, não tenho dúvidas sobre a atitude que deveria ser tomada.

-Julia! Chame a atenção dele!

Espero que ela não discuta e entenda que eu precisava de espaço para tentar o que deveria ser feito. Caso ela realmente saia na frente, encarando o monstro, espero o momento exato em que ele esteja concentrado nela para me locomover lateralmente, até estar praticamente às suas costas. Quando alcançasse uma posição favorável, avançaria com a espada erguida e tentaria retirar o anel de sua mão. Caso seja mais difícil do que eu imagino, não exito em usar a espada para atacar a mão esquelética do monstro, na esperança de tomar posse do anel.

Se algo não der certo, primo por atacar e manter a segurança dos dois irmão, além de me manter atento para não sofrer ataques e nem surpresas de outros monstros ou espectros.

#26

Hermes

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Laxus associa as palavras de Vênus sobre um detalhe em comum das criaturas aos seus anéis. Apesar de serem todos iguais, os espectros tinham esse ponto de destaque. Todos haviam levantado seus anéis de ouro no momento em que apareceram, como se quisessem analisar o legionário e logo em seguida passaram a ataca-lo também. Baseado nisso ele cria um plano arriscado.

Julia segue a orientação de chamar a atenção da criatura e obtém certa taxa de sucesso. A criatura se volta para ela e abre a guarda parcialmente para que Laxus tente amputar a mão que portava a joia. O que ele não esperava era que o monstro, provavelmente criação de Vulcano, tinha mecanismos de defesa para o caso de ataques que focassem seu item. Aquilo comprovou a teoria do rapaz de que os anéis eram realmente importantes.

Ele se viu obrigado a parar e recuar de sua arrancada frenética no momento em que viu a foice da criatura se voltar para sua frente, Aos poucos, os ataques da criatura se voltaram ao legionário fazendo-os se afastarem muito do lugar onde estavam. Era como se o espectro tivesse percebido as intenções de ataque para aquele ponto específico. O monstro havia abortado a missão de atacar a filha de Júpiter para não ser destruído e pôr um fim àquele que ameaçava sua existência.

Entretanto, uma legítima filha do rei do olimpo jamais serviria apenas como isca, e logo aproveitou essa nova brecha para atacar, desferindo um soco no monstro que uma vez mais abriu a guarda, dando tempo para que Laxus finalmente golpeasse a mão do monstro e tomasse posse do anel de ouro.

O monstro que anteriormente ao ser abatido havia se tornado um manto negro agora assumia outro aspecto. Ele se debatia constantemente, se fosse um mortal, seria possível dizer que estava tendo um ataque epiléptico. Uma fumaça negra saía de seu corpo até que ele finalmente se dissolveu deixando apenas uma pilha de ossos no lugar.

Laxus e Julia trocam um olhar e nenhuma palavra. Apesar de saberem que a vitória contra um espectro foi resultado de trabalho em equipe, ambos tinham personalidades fortes e um senso de dever maior ainda. No caso de Laxus, salvar as duas crianças. No caso de Julia, proteger o irmão mais novo.

Eles então olham para os arredores e percebem que os demais espectros haviam desaparecido. Chegaram a ver dois deles ao longe, recuando. E foi no momento em que voltaram para se reagrupar que perceberam uma coisa totalmente inesperada: Sam havia desaparecido.

#27

Φ Laxus Dreyar

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Aquilo era inacreditável. A alegria pela vitória em uma batalha nunca durava muito tempo, mas tão poucos segundos? O desaparecimento de Sam me atinge como um soco de ciclope.

Por outro lado, meu senso de dever ainda era maior que qualquer abatimento, e eu tinha certeza que o de Julia, como filha de Júpiter, também. Não poderíamos perder tempo reclamando ou sofrendo. Antes que ela tenha a chance de fazer isso, digo com uma voz firme, porém consoladora.


- Vamos recuperar ele. Precisamos segui-los. Agora!

Sem esperar ela responder, disparo em uma corrida alucinante na direção dos espectros que se afastavam. Eu estava determinado em não perdê-los de vista e alcançá-los. Eu sabia que isso me deixava vulnerável, pois Julia podia não me seguir, ou outros monstros podiam me cercar ou nos cercar, mas eu não me importava com isso agora. Meu orgulho havia sido ferido pelos monstros, e eu usaria toda a minha fúria para persegui-los, alcançá-los e matá-los. Um. Por. Um.

#28

Hermes

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Por mais que tivessem tentado correr, Laxus e Julia não foram capazes de alcançar os espectros. Era como se eles tivessem desaparecido no momento em que sumiram da vista dos campistas. Não havia rastros, não havia sinais deles. Muito menos de Sam.

A primeira possibilidade que veio à mente dos dois foi a de que o garoto havia sido levado pelos espectros, mas Julia logo disse que isso seria impossível. Não havia mais ninguém dentro daquele espaço. Ela teria notado. Sam também poderia ter gritado se estivesse sob ataque, o que não aconteceu.

Uma coisa que chamou a atenção de Laxus foi que Julia, que sempre foi super protetora até o momento não estava agindo com impulsividade, e muito menos estava demonstrando aflição ou inquietude. Ela então olha para o rapaz e diz:

- O local onde temos que ir. Onde fica? Sam vai voltar a aparecer. Tudo acontece como nos meus pesadelos.

#29

Φ Laxus Dreyar

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Depois de alguns segundos correndo e percebendo que eu não alcançaria os espectros, minha fúria vai diminuindo e eu mesmo começo a perceber o real motivo de Sam ter sumido. Isso fazia eu me sentir culpado, porque de uma forma ou de outra eu era o culpado por ele precisar gastar tanta energia. Porém, quando Julia resolve falar algo, fico assustado e curioso. Se aquilo foi previsto por ela em seus pesadelos... eu tinha medo do que poderia acontecer.

- Eu só espero que seus pesadelos não acabem como normalmente acabam os pesadelos normais...

Em seguida, explico à ela de forma simples que deveríamos ir ao Acampamento Júpiter. Se ela estava consciente da situação em que estávamos, também não ficaria tão preocupada com o que deveríamos fazer. Acho que eu não precisava agir com ela de forma tão precavida como antes. Espero que ela me acompanhe até uma estação de metrô para nos localizarmos e avançarmos na direção do acampamento. Claro que continuo com a espada nas mãos, atento a qualquer surpresa que possa surgir.

Enquanto caminhamos, pergunto:


- Há algo que você queira me contar, Julia?

#30

Conteúdo patrocinado


#31

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 3 de 7]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum