Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Resto do Mundo » Resto do Mundo » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 10 ... 18  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 3 de 18]

Ω Björn Lothbrok

Ω Björn Lothbrok
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
Eu também ouvi a movimentação atrás de nós, mas resolvi não dizer nada. Não tinha um sentido tão bom quanto o da garota para identificar quem era, mas disfarcei bem o fato de não saber ser seguido. Ela era quem estava dando as ordens ali, eu era apenas o seu apoio, não um destaque.

— E serás chamado Ligeirinho, retaguarda de Aelin, o primeiro de seu nome. — Fiz uma voz dramática após o relato da moça, rindo em seguida. — Bom...Espero não ter pressa pra morrer, mas acho que consigo ao menos segurar um ou dois desafios às suas costas, se não der certo... — Eu ponderei sombrio. — ...Talez eu seja ligeiro o suficiente para usar meu corpo de escudo... — Disse e sorri, coçando a cabeça meio sem graça.

Não é que eu não tivesse confiança nos planos dela, mas alguma coisa sempre podia dar errada. Era essa a verdade a respeito de tudo que faríamos naquela noite, independente de onde nossas ações nos levassem, o incerto era tudo que tínhamos

Encarei ainda uma única vez a floresta e tentei mensurar sua extensão, seus caminhos e espécies que viviam lá, mesmo não conseguindo, mas imaginando ao menos. Eu tinha uma vaga consciência sobre que espécies melhor se adotavam ao clima do acampamento. Tinha lido em um dos meus muitos livros, mas aquele era um lugar mágico e não havia muito sobre mágica nos livros humanos. Tenho que arrumar mais livros sobre aquele lugar, teria sido útil.

— De acordo! — Eu disse, concordando com a garota e seguindo-a para onde ela fosse, tomando o mesmo cuidado que ela, sendo sua sombra, afinal era Ligeirinho, a retaguarda de Aelin.

Equipamentos:
— Helmo Comum
— Peitoral Comum
— Espada curta
[/quote]

#21
Ver perfil do usuário
Foi divertido ver que a primeira dama que se gabava de ter um plano acabou acatando minhas sugestões. Saiu na frente de todos arrastando seu poodle e acabou indo para os estábulos. É, o plano dela era bem parecido com o meu. :fuckit:

- Vasculhar a área com cautela é primordial – concluo acenando para a garota com a cabeça - Temos que tomar cuidado com as harpias sentinelas – Digo apontando discretamente para uma que estava ali, cerca de 30 metros de distância. - Se considerar que ela tem olhos de uma ave de rapina e que pode, não apenas voar, como também chamar as amigas, todo nosso esforço vai por água abaixo.

- Comecem se esgueirando e tentem não se separar muito e nem se perder de vista. Sejam discretos. Se ela nos ver e chamar as demais, já era. Acho que os pégasos estão inquietos com nossa presença. Não é normal semideuses aparecerem essa hora...

Procuro imediatamente por alguma rota segura que tenha objetos ou obstáculos que possam ser usados como um início de rota. Contornar o espaço para sair do range de visão da harpia era prioridade. Caso eu encontre algo, aponto como opção de caminho. Faria isso até finalmente driblar a vigia e finalmente chegar até a floresta.

Caso consigamos fazer isso em segurança, vou resolver logo os problemas pessoais. Atritos em grupo não vão ser úteis, especialmente para alguém que preza pelo trabalho em equipe como eu.

- Aelin, vou ficar na linha de frente com você. Não gosto do seu jeito mas gosto das suas ideias. Duas cabeças pensam melhor que uma e podemos fazer história se trabalharmos juntos. Está disposta a fazê-lo? – Estendo a mão esperando uma resposta. Já estava claro que nós dois estávamos travando uma disputa pela liderança do grupo, mas se ambos são aptos para isso, será muito mais vantajoso juntar as qualidades de ambos para aumentar a taxa de sucesso.

#22
Ver perfil do usuário
Vejo ele incrementando minhas falas mas não corrijo nada. Ele até tem o que é necessário para ser um líder, exceto em uma coisa: confiança em seus companheiros, afinal, se aqueles caras fossem pegos nas Harpias nem era preciso dizer que a missão estava fadada ao fracasso. Assim que voltamos, escuto seu discurso motivador, mas sei que por dentro ele tem um criptar que o faz querer lutar e liderar, talvez tenha sido isso aquela primeira conexão. Pego sua mão e a aparto, com firmeza.

- Tudo pelo bem da missão.

#23

Seth Griffin

Seth Griffin
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades
Ver perfil do usuário
Minha ida pro estábulo foi rápida, como estava meio preocupado com os outros não conseguirem fiquei escondido esperando os outros chegarem. Me arrependi de ter sido o primeiro a sair, ser pego aqui não seria nada legal de explicar, mas minha preocupação em ser o único ali passou em pouco tempo quando vejo outros chegando, penso em ir encontrá-los mas eles começam a falar sobre planos e pelo o que entendi eles pretendiam se separar do grupo (quando eu falo que sou invisível acham que estou brincando). 

Isso não ia dar certo, eu gostaria de ver isso, por mais que fosse uma péssima ideia, gostava de ver tretas acontecendo, mas dessa forma seria três contra um, não seria muito justo, começo a pensar o que vou fazer, se vou fazer alguma aliança, mas decido só observar por enquanto, não há necessidade de minha opinião por enquanto.

Quando o garoto chega ele pede uma trégua para a outra, isso me parece ter vindo pelo fato de que ele estava sem aliados no momento (e não é uma boa ideia ficar sozinho contra o resto do mundo), gosto das ideias dele e a outra tem um jeito muito autoritário pro meu gosto, não falam assim comigo a muito tempo, e não vou me curvar a pessoas que pensam em me governar pelo medo, geralmente sou do tipo independente, mas se for pra escolher um lado estou tendendo pro garoto, odeio ter que tomar lados, mas tem momentos que temos que nos juntar á alguém, felizmente essa aliança entre eles vai adiar a minha decisão.

Enfim o garoto nota o perigo mais imediato, que é a Harpia que está no nosso caminho, os cavalos estão começando a ficar nervosos de uma forma que está me incomodando, em pouco tempo alguém vai vir ver o que está acontecendo, mas garanto uma coisa, quando isso acontecer eu não estarei aqui pra ser pego.

Vejo que eles estão se esgueirando para a floresta, assim que todos forem eu entro no final da fila (como se sempre estivesse ali o tempo todo) e sigo o mesmo trajeto, lógico que se eles forem pegos vou ficar escondido no meu canto mesmo. E caso os outros fiquem parados e só o Luke for eu vou segui-lo, afinal nosso objetivo é a morte floresta.

#24

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Tudo parece se ajustar à medida que os dois auto-proclamados líderes se ajeitam. O clima parece ficar menos pesado entre eles, e imediatamente colocam seu plano em ação.

Em uma filinha nada indiana, os garotos seguem em direção ao bosque. Ao saírem de baixo da cobertura dos estábulos, um corvo grasna para eles, olhando-os com censura. Esgueiram-se por montes de terra, árvores e bebedouros de pégaso, até que enfim se acolhem na escuridão das árvores.

Eles mal podiam enxergar ali. A Lua Cheia, apesar de brilhante, não era suficiente para iluminar tão bem abaixo da copa das árvores, e tudo o que seus olhos conseguiam distinguir era o contorno dos objetos. Os garotos naquele momento sentem a semente fria do medo brotando em seus estômagos. Cada árvore parecia observá-los, e cada raiz ameaçava prendê-los ali e asfixiá-los até a morte. O pio das corujas e os guinchos dos morcegos eram intermináveis, e seus olhos lhes pregavam peças. Seria impressão ou alguém havia passado atrás daquela árvore? Não saberiam dizer.

Os garotos entram apenas o suficiente para ficar escondidos das harpias. Todos sentem um frio incomum na barriga. Seria o nervosismo por estar em sua primeira missão? Teria algo os observando? Tinham mesmo passado sem serem vistos? Enfim.

Os 5 teriam de decidir o que fazer.
Jonathan, o ultimo do grupo, sente um frio na espinha. O garoto sente um medo anormal que, de alguma forma, lhe parece familiar. Observando as árvores, ele percebe que havia dois corvos observando-os com atenção. As aves estavam tão camufladas no escuro que o garoto até ficou surpreso de poder vê-las.







Ω Lord of the Underworld Ω
#25

Seth Griffin

Seth Griffin
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades
Ver perfil do usuário
Conseguimos chegar aqui até fácil demais, estou desconfiado da falta de dificuldade que estamos tendo, acho que alguma merda muito grande está vindo, pelo menos é uma chance do meu pai se mostrar, se bem que se ele não o fizer não vai fazer muita diferença, pelo o que me falaram nossos pais não podem fazer muito por nós (principalmente os casados), nem se mostrar, mas podem pelo menos vou saber que tipo de poder que eu vou poder treinar, seria bem maneiro controlar a água ou o fogo como vi alguns campistas fazendo.

Mas essa floresta não me parecia nem um pouco convidativa, estamos apenas no começo dela
, apenas para não sermos descobertos, mas pra ser sincero já estou me borrando, a noite está silenciosa de uma forma muito ruim, felizmente qualquer aproximação nós ouviríamos, mas nos filmes essa é a hora que vai aparecer um monstro e dar um susto nos telespectadores e onde pelo menos um personagem morre, e só espero que não seja eu, danem-se os outros, podem morrer todos, se bem que pode me levar também, nem ligo.

Está tudo escuro e não consigo ver quase nada, mas estou com muito medo e esperando os outros se estapearem para decidirem o que faríamos agora, de alguma forma eu consigo identificar dois corvos olhando pra nós, mesmo com a falta de luz e eles estando camuflados nas sombras eu os vejo, é estranho como a sua atenção está fixa no nosso grupo, isso me cheira a problema.

Pessoal, estamos sendo observados - sussurro para quem puder me ouvir, não desvio meus olhos dos corvos, temo que se eu parar de olhá-los eles vão sumir - pode ser loucura mas tem corvos olhando diretamente pra nós, achava que estava delirando, mas ouvi um grasnado de um quando saímos do estábulo.

Eu não aponto pra os corvos pois tenho esperanças de que eles não entendam inglês. Mas após isso vou ver o que os outros querem fazer, sou de mostrar os problemas e só penso em soluções quando é necessário. Vou ficar de olho nas aves, principalmente se elas voarem pra longe.

#26
Ver perfil do usuário
Adentramos a primeira parte da floresta, mas a partir daí a coisa começara a ficar seria. O primeiro de tudo era que nossa visão não iria nos ajudar muito, afinal estava noite, e a lua não estava tão resplandecente quanto no refeitório, é o que dizem "Quando mais a gente precisa, menos ajuda se tem."

Continuamos a andar pela que mata, e sim eu admito. Aquilo estava me dando algo ruim dentro de mim, uma forte sensação de que algo de terrível irá acontecer. E quanto a liderança, os dois haviam tido um "trato", o garoto não parece nem um pouco confiável, ou a garota que não era né, ninguém sabe o interior das pessoas até que elas possam mostra-los. Continuarei observando-os, mas como sempre de maneira que eles não percebam.

Depois de andarmos alguns minutos, minhas sensações estavam aumentando, eu estava sentindo o mal chegando, podia sentir uma morte, mas isso tudo era de minha cabeça, tenho que controlar essas emoções o mais rápido possível, antes que as mesmas tomem conta de mim, e o medo espalhe-se pelo meu corpo.

– Pessoal, estamos sendo observados. Que

Meu corpo parou, meus membros ficaram inertes ao ouvir essas palavras do garoto que estava atrás de mim, eu apenas fico parado sem mover nenhum músculo. Espero que a sombra nos ajude a camuflar-nos.







#27
Ver perfil do usuário
Era óbvio que estaríamos sendo observados. Não havia comentado isso por achar que era a coisa mais previsível de todas. Se estamos procurando pelo responsável pelos desaparecimentos, contar que ele poderia estar sempre a espreita era o mínimo de se esperar de uma equipe de buscas. É, Luke. Você vai precisar começar a soletrar certas coisas.

O clima de tensão emanado por essa floresta parecia invadir meu interior, e imagino que o mesmo esteja acontecendo com os demais. Todavia, o medo pode mover pessoas, desde que elas tenham ideia de como lidar com ele. Olhei para trás e para os lados por um breve momento. “Já está por aqui.”

Quando os dois garotos mais atrás falaram um atrás do outro que estávamos sendo observados, me segurei para não soca-los. “Isso, idiotas, avisem pro caçador que já notamos sua presença”. – Penso.

- Aelin, vou Buscar os dois ali atrás pra andarem conosco. Do jeito que está eles provavelmente vão acabar congelando e se perdendo dos demais. A partir de agora você fica em uma ponta da fila e eu na outra.

Em seguida, retorno alguns passos com cautela e tentando, mesmo que com dificuldade, localizar onde o nosso observador estaria. Independente de encontrar algo, empurraria Carter e Jonathan mais para a frente. Seria uma forma de acorda-los pra vida. Eu seria o último da fila a partir de agora.

#28

Ω Björn Lothbrok

Ω Björn Lothbrok
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
Chacina de Noobs — Reaja ou Morra!

Björn Lothbrok


O ambiente estava tenso, mas eu permanecia firme atrás de Aelin, afinal, ela me sagrara seu guarda costas. Quando os arrepios começaram a subir pela minha espinha eu sabia que estava sendo observado.

O medo pode ser perigoso e, comumente, trava as pessoas, talvez eu tivesse sido um desses, mas meu senso de responsabilidade e fidelidade em minhas palavras era maior do que qualquer coisa que me assustasse. Eu tinha jurado ser a retaguarda da indefinida, por isso, quando Luke abandonou a formação, eu retirei a espada da bainha.

Estávamos sendo vistos e ocultar o brilho da espada já havia se tornado inútil naquele momento. A adrenalina batia a mil em meu peito, inundando meu sistema sanguíneo e despertando todos os meus sentidos. Por algum motivo eu estava confortável no escuro, atento às sombras que se acumulavam ao nosso redor.

Tinha quase certeza que era a famosa imaginação, mas não deixaria de ficar atento.

Apesar de andar atrás da garota, minha atenção estava mais voltada para as nossas costas. Tinha certeza que a garota poderia lidar com qualquer coisa que viesse pela frente. Ao menos ela transparecia ser.

Não falei nem disse nada, Aelin já havia me dado uma função e instruções o suficiente, só precisava segui-las.



Itens & Armas

- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta


Poderes Passivos

Inhaca: Sendo um semideus, você emana um cheiro característico à sua raça, que pode ser farejado por monstros e outras criaturas mágicas. Por enquanto, o odor é fraco e sutil.
Compreensão Antiga: Devido ao sangue divino que corre em suas veias, os semideuses possuem grande predisposição para aprender e entender o Latim e o Grego Antigo, de acordo com o lado em que nasceu (Grego = Grego Antigo | Romano = Latim)
TDAH: Como todo semideus, você nasceu programado para a batalha, e seu cérebro está sempre alerta. Isso dificulta um pouco sua concentração, porém pode salvar sua vida nas batalhas, lhe permitindo reagir rapidamente a estímulos externos.


Poderes Ativos

------

Atributos

------


Observações

-----

#29
Ver perfil do usuário
Sinto olhos nos seguindo assim que passamos da clareira, porém, não falo nada para eles, afinal, já deviam ter percebido e era uma tática antiga. Você deixa o inimigo achando que vai te emboscar e BAM, quem o embosca é você. Continuo andando a frente, com Ligeirinho a minha sombra e Luke ao meu lado, até que as princesas abram a boca. Ok. Faz parte.

- Quem confia fala um.
- Digo para eles, para quebrar um pouco o clima e aceno para Luke, apenas o segurando pelo cotovelo um minuto antes de ele ir ao fundo. - Pode não ser o que estamos procurando, faça o som de alguma ave se sofrer um ataque ou sentir ameaça, caso não seja uma ameaça, faz sei lá, qualquer barulho útil. - Vejo ele ir para o fundo do grupo e respiro fundo, continuando a caminhada com a mão na bainha da espada, pronta para tentar dar uma de pulga desviar, pular ou rolar se necessário.

#30

Conteúdo patrocinado


#31

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 3 de 18]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 10 ... 18  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum