Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Acampamentos » Acampamento Meio-Sangue » Outros Locais » Floresta » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 4]

Juno

avatar
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário
Os semideuses se organizam e Alana da instruções à Charles para se aproximar e conversar com as Dríades, mas Kyle, seu irmão, contesta a sua ordem de um jeito muito educado e apresenta argumentos muito bons sobre a preferencia de enviar Allex para conversar com elas. Todos acenam positivamente concordando com o segundo filho de Zeus e logo o líder dos Guardiões de Pã saí da fileira e se dirige as dríades que continuam se banhando no pequeno curso d´água notam a aproximação do garoto e param o que estão fazendo.

- Olha, um filho de Apolo. - Uma delas diz com sua voz soando como o farfalhar de folhas ao vento e sorri para Allex, um sorriso tão sedutor que o garoto se sente automaticamente atraído por ela. -Seu pai costumava visitar a todas nós dríades, ninfas e outros seres para inspirar seus poemas e nos transforma em suas musas. Veio fazer o mesmo?

Allex esquece o que tinha ido fazer ali, sua mente agora se foca somente nas dríades nuas, com seios fartos, corpos curvilíneos e perfeitos. Seus cabelos parecem movidos por uma brisa mágica, movendo-se belamente. Tudo nelas é sedutor.

- Chame seus amigos, Zeus também nos preferia e Deméter é nossa amiga. - Disse outra Dríade, olhando para onde os outros semideuses se mantinham atrás dos grossos troncos de árvores.

Charles e Kyle começam a caminhar satisfatoriamente em direção às dríades. Uma terceira começa a cantar e sua voz ecoa encantadoramente pelo ar, uma pela canção em uma língua a muito perdida e desconhecida dos semideuses.. Até a Alana se sente atraída a se juntar as ninfas, sua vontade é retirar a armadura e seguir até o curso d'água para se banhar. Retirar todo o suor de sua pele, ela estava cansada e todo o seu corpo pedia por aquilo, mais Dríades sairam do meio das árvores e se juntaram ao bando.

"Venha filha dos céus, venha se juntar a nós."

Não há como resistir, todos os semideuses estão encantados pela magia das Dríades. Charles já está aos beijos com uma delas, Allex está cercada por mais duas, enquanto Kyle está deitado no colo de outra que lhe fazia caricias nos cabelos e lhe dava pequenos beijos nos lábios. Uma quarta se aproxima de Alana, sorridente e lhe estende uma mão.

-Venha irmã, junte-se a nós, venha se banhar e dançar. - Ela ajudou Alana a retirar a mochila de suas costas, e já estava desatando a armadura da garota

A Dríade que estava cantando, invocou uma harpa feita de matérias encontrados no chão da floresta e a tocava suave e belamente, sua voz doce e calma mantinham todos calmos e embriagados. Logo outra Dríade juntou-se a ela, aumentando a potência e a beleza do canto.

Potência do Canto: 3 rodadas
Obs.: Vocês NÃO conseguirão sair do canto até a terceira rodada, portanto, interpretem como se estivessem presos. Não tentem achar soluções.

#11

Alana Branislav

avatar
Filho(a) de Zeus
Filho(a) de Zeus
Ver perfil do usuário
Quando Allex parou perante à voz da dríade, eu soube que algo de ruim aconteceria. Antes que eu pudesse fazer qualquer coisa, Kyle e Charles já estavam avançando, presos pelo poder sedutor delas.

"Não, não, não!" - praguejei enquanto tentava achar uma saída para aquilo.

Mas a música começou e meus pensamentos se esvaíram. Senti meu corpo leve e o cansaço me atingiu com força. Eu queria descansar, tirar aquela armadura pesada. A dríade se aproxima de mim e eu sorrio ao sentir seu perfume florido. Eu podia ouvir muito longe uma voz dizer na minha mente:

"Não Alana, saia dai! Resista!"

Mas eu não quis lhe dar ouvidos. Deixei que a dríade retirassem minha armadura e caminhei com ela, sentindo-me já mais leve apenas com o shorts e a regata que normalmente usava por baixo da armadura. Naquela clareira não estava abafado e o vento fresco me deixava relaxada. A música ao fundo quase me permitia dormir, levando embora todo o cansaço e mal-estar da recente caminhada.



Braceletes da Força Olimpiana: Enquanto utilizar esses braceletes o filho de Zeus terá sua força aumentada. (+15 FOR)
Anel do trovão: O anel oferece o raio que o filho de Zeus precisar para efetuar suas habilidades ativas, mas não o regenerará em momento algum. Além disso, anel concede a um nível a mais da passiva "Antigravidade" que o semideus tiver (ou seja se ele tiver a inicial, com esse anel concederá a intermediária). O raio demora quatro rodadas para poder ser invocado novamente.


#12

Allex Armstrong

avatar
Filho(a) de Apolo
Filho(a) de Apolo
Ver perfil do usuário
“Olha, um filho de Apolo. Seu pai costumava visitar a todas nós dríades, ninfas e outros seres para inspirar seus poemas e nos transformar em suas musas. Veio fazer o mesmo?” Perguntou-me uma das dríades, sua voz doce e bela penetrando meus ouvidos de forma estranha, mas ao mesmo tempo extraordinária, enquanto seus finos lábios se formavam em um sorriso sedutor e cheio de malicia.

Ao ver tal sorriso, algo dentro de mim reagiu. De maneira inexplicável, me senti atraído por sua dona, e esqueci tudo o que me incomodava. Os recentes ataques dos minotauros, a missão dada à nós, o cansaço provindo da caminhada. Tudo isso se tornou apenas uma vaga lembrança, perdida na imensidão de minha mente.

E naquele momento, passei a me importar apenas com as dríades ao meu redor. A beleza delas me fascinava de uma forma única e especial. De uma forma mágica. Seu corpo exuberante, seus cabelos esvoaçantes ao vento, sua voz doce. Tudo nelas me atraia.

Perdi o foco por alguns segundos, quando uma delas pronunciou palavras que mal pude discernir. Pelo visto também estava confuso.

Uma linda melodia começou a ecoar pela floresta, cantada em uma língua antiga e indecifrável, mas que em sua letra carregava o poder das dríades. Convocando mais dríades para se juntar e nós, e me hipnotizando com tamanha perfeição.

Mais e mais dríades surgiam, nós cercando. Algumas mãos percorriam por meu corpo, outras por meu rosto. Alguns lábios se tocavam aos meus, o que me permitia sentir a respiração de suas donas. Um aroma doce, selvagem, semelhante ao de uma flor.

Meu corpo deixou de resistir, mas minha mente agiu. No fundo do meu subconsciente, o último resquício de sanidade gritou. Ordenou que me afastasse, que fugisse. Que me libertasse dos encantos das dríades. Mas apenas o ignorei, sucumbindo ainda mais ao poder mágico de tais belos seres.

E por fim, me entreguei à tal loucura.

#13

Charles Yew

avatar
Filho(a) de Deméter
Filho(a) de Deméter
Ver perfil do usuário
Ao escutar a primeira palavra da ninfa, ela me fez sentir uma paz interior que jamais tinha sentido antes. Nunca havia escutado uma voz tão doce e sedosa como essa, eu conseguia sentir o cheiro de rosas ao falarem, cada palavra viajava no interior da minha mente tocando em tudo que havia de mais feliz, é então que me vi apaixonado. Quando menos pensei eu estava a tocar seus lábios com os meus, o gosto dos seus lábios faziam uma mistura de cereja com canela, nunca mais queria parar de beija-la, iria viver ali pelo resto da vida com ela...



Árvores são poemas que a terra escreve para o céu.
#14

Ω Kyle Hawkins

avatar
Filho(a) de Zeus
Filho(a) de Zeus
Ver perfil do usuário
Sorrio de satisfação quando vejo que aceitaram as minhas "sugestões", olho atento para Allex conforme ele vai falar com as dríades, elas realmente eram bonitas mas quando eu ouço a voz delas sinto uma sensação totalmente diferente tomar conta de mim, quando me dou por mim estou andando na direção delas, eu tinha a necessidade de me aproximar, ouvir elas mais de perto, admira-las, apalpa-las.

Sinto um sorriso maior do que eu imaginaria ser possível dominar o meu rosto, eu sentia uma paz interior sem limites. Quando me aproximo de uma ela se senta e com um gesto me ordena a fazer o mesmo ao seu lado, eu não vejo nada incomum em obedece-la, e assim que me sento ela força meu corpo a deitar em seu colo, o que faço com prazer, era prazeroso sentar com ela, seus dedos que acariciam meus cabelos eram tão gostosos que sinto que poderia viver ali.

Ela se aproxima e me beija, era a primeira pessoa que faz isso, sinto que deveria ter ficado vermelho e envergonhado, pelo menos essa seria a minha reação se fosse outro alguém, mas com ela é diferente, eu só queria mais. Esqueço da existência de qualquer um que não fosse apenas eu e ela, estávamos em um mundo particular só meu e dela e lá era onde eu queria continuar, eu sou capaz de matar qualquer um que queira me atrapalhar, era um momento particular de pura alegria dividido entre eu e minha amada.

#15

Juno

avatar
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário

Alana retira a sua armadura ficando, assim como todos os outros, somente com as roupas intimas. Seus pés descalço impactam a terra úmida da floresta e cheia de húmus, enquanto ela caminha para o pequeno curso d'água. Charles continua beijando a dríade e à sua volta flores brotam da terra rica em matéria orgânica, liberando uma fragrância delicada no ar, tornando o ambiente ainda mais amistoso. As duas dríades que cercavam Allex o despiram completamente, e os três estavam deitados no chão trocando beijos. O filho de Apolo parecia ser o mais atraído por elas. Uma das dríades subiu em seu colo e ele não se conteve, o seu membro que já estava viril sumiu por entre as cochas da Dríade que começou a se movimentar lentamente em cima do garoto.

Raios de sol romperam a barreira de folhas enquanto os gemidos doce da dríade se misturaram a canção. Kyle começou a beijar a Dríade que antes lhe acariciava o topo da cabeça. A luxúria estava no ar e ramos de parreiras começaram a surgir do solo e se enrolarem nas árvores ao redor, expandindo-se até formar sobre os semideuses um pequeno toldo, no qual do teto de folhas cachos de uvas maduras e suculentas saiam. Parece que Dionísio estava gostando daquilo e resolveu presenteá-los. Alana estava cercada por dríades que penteavam, transavam e enfeitavam o seu cabelo. Os gemidos de prazer que vinham dos seus companheiros masculinos chegaram aos seus ouvidos, mas não lhe causavam nada. Um elfo da floresta saiu por de trás das árvores, belo como um filho de Afrodite, e caminhou nú para o curso d´água, sentando-se ao lado da garota com um belo sorriso nos lábios

- Me elegeram para ser o seu consorte filha do raio. Estou aqui para todo o prazer que você quiser receber.

Suas palavras doces e carregadas de luxúria não lhe fizeram efeito. Pois seu coração já pertencia a outro, um filho de Hermes, que estava fora, mas ainda era o seu amante. Ambos únicos pelo poder de Afrodite, algo que jamais poderia ser corrompido pelas promessas de um elfo das floresta, por mais belo e seduzente que fosse. Ela continuou comendo as suas uvas e deixou o belo elfo de lado, focando-se nas águas relaxantes e nas uvas que explodiam doces em sua boca, liberando seu sumo com um leve gosto de vinho.



Spoiler:
#16

Alana Branislav

avatar
Filho(a) de Zeus
Filho(a) de Zeus
Ver perfil do usuário
Eu não recebia cuidados femininos desde que me descobrira semideusa. A farta vida que levara na mansão era tranquila e sempre havia uma governanta para lavar e pentear meus cabelos. A lembrança da mjnha infância deixou-me triste, afinal minha mãe não apareceria para me dar um sorriso.
Ainda assim, meu corpo permanecia totalmente relaxado. Ver os garotos como estavam me fez corar. Não havia nenhum pudor, nenhuma vergonha. Não pude exitar sentir a vergonha por eles. Quando o belo elfo surgiu e sentou-se ao meu lado, sua nudez potencializou meu rubor. Mas mesmo que ele fosse a mais bela criatura que eu já vira, meu coração e mente eram de outro.
- Você pode cantar para mim. - sorri, dispensando os prazeres carnais que ele poderia me dar.
Aspirei fundo o cheiro floral que crescia cada vez mais à nossa volta, fechando os olhos por algum tempo.



Braceletes da Força Olimpiana: Enquanto utilizar esses braceletes o filho de Zeus terá sua força aumentada. (+15 FOR)
Anel do trovão: O anel oferece o raio que o filho de Zeus precisar para efetuar suas habilidades ativas, mas não o regenerará em momento algum. Além disso, anel concede a um nível a mais da passiva "Antigravidade" que o semideus tiver (ou seja se ele tiver a inicial, com esse anel concederá a intermediária). O raio demora quatro rodadas para poder ser invocado novamente.


#17

Allex Armstrong

avatar
Filho(a) de Apolo
Filho(a) de Apolo
Ver perfil do usuário
O vento úmido da floresta fez meu corpo tremer, quando tocou minha pele nua. No fundo, sei que deveria sentir-me envergonhado ao expor meu corpo, minha nudez, para as dríades – ou qualquer outro aqui presente. Mas nesse momento, minha mente parece não raciocinar normalmente. Ajo na impulsividade e cedo ao calor do momento.

Deito-me sobre o chão úmido e fértil da floresta, puxando uma das dríades para junto de mim. Afago levemente os longos fios de seu cabelo. Sinto seu cheiro inebriante invadir por minhas narinas, e o gosto doce de seus lábios quando os toco com os meus. Quando a beijo por alguns longos segundos.

Percorro com minhas mãos as costas nuas da dríade, sentindo sua textura suave. Sinto o calor vívido irradiando de seu corpo e se juntando ao meu, quando nós aproximamos mais e mais, colando nossos corpos um ao outro.

Sinto o calor vívido irradiando de seu corpo se juntando ao meu, quando nós aproximamos mais e mais, colando nossos corpos um ao outro. E sinto também a excitação percorrendo por todo o meu corpo, misturando-se ao desejo e formando uma sensação única.

Olho para a dríade acima de mim, que retribui com um sorriso sacana, mas sexy, e se levanta. – Que tal avançarmos um nível na brincadeira, hein? – Dito isso, a dríade se agacha sobre mim e começa a manusear meu membro já ereto, o posicionando na entrada de sua intimidade. Lentamente, a dríade senta em meu colo. E lentamente, deslizo para dentro dela.

Uma enorme sensação de prazer começa a percorrer por meu corpo, aumentando gradativamente conforme a dríade sobe e desce sobre mim lentamente, controlando, dessa forma, o ritmo e a intensidade da penetração.

Depois de alguns minutos nessa posição, uma pequena, mas crescente dor nas costas me faz pensar se mudar de posição não seria uma boa ideia. De fato, o chão de uma floresta não é o melhor lugar para se deitar, ainda mais transar.

Que tal invertemos as posições? – Pergunto a dríade, um certo tom de malícia presente na voz.

Antes mesmo que ela possa mover os lábios ou produzir algum som como resposta, levanto-me e a ergo com os braços, deitando-a suavemente onde antes eu estivera, e fico apoiado pelos braços em cima dela.

Assim parece bem melhor, não acha? – Pergunto uma vez mais, olhando diretamente em seus olhos.

Mordo levemente o lóbulo de sua orelha direita, saio beijando toda a extensão de seu pescoço, subindo pelo queixo e parando em sua boca, silenciando um baixo gemido ali reproduzido. E assim, enquanto a beijo, volto a penetra-la no mesmo ritmo de antes. Lentamente, e aumento-o gradativamente.



“Não entende? Estão cavando a cova para o mundo.”
#18

Charles Yew

avatar
Filho(a) de Deméter
Filho(a) de Deméter
Ver perfil do usuário
Seja lá o motivo de eu ter vindo nesse local, parece o propósito desapareceu no momento em que beijei seus lábios. Sua boca se envolvia na minha, parecendo que uma foi feita para a outra e de repente não conseguia parar de beija-la, eu poderia ficar naquele movimento por muito tempo, talvez até o final da vida.

Flores brotaram a nossa volta, e um belo gramado começava a crescer tornando um grande circulo a nossa volta, uma cama natural, ela ia me levando ao chão com seu braço fazendo com que eu me deitasse com as costas para o chão, e foi nesse momento que tudo começou. Ela leva suas mãos delicadas ao botão da minha calça e em seguida ao zíper, puxando minha calça e em seguida minha cueca, deixando-me totalmente desprovido de roupa alguma. Estou deitado no chão com uma ninfa massageando meu órgão com um ritmo para cima e para baixo, fazendo com que eu sentisse prazer e em seguida subindo em cima de mim.

- Vamos elevar o nível dessa brincadeira... Hihihi - Diz a mesma com uma voz sexy e doce...

Naquele momento eu havia esquecido meus amigos, minhas obrigações e o propósito de está aqui...



Árvores são poemas que a terra escreve para o céu.
#19

Ω Kyle Hawkins

avatar
Filho(a) de Zeus
Filho(a) de Zeus
Ver perfil do usuário
Eu simplesmente não aguentava, era muito bom ficar com ela, era a melhor sensação que eu já havia tido, seus lábios eram macios como veludo, e seu toque me parecia familiar embora eu não tivesse a mínima de onde, mas me transmitia diversas emoções que eu jamais tinha experimentado, principalmente com tamanha intensidade, sentia que iria explodir, sentia que podia ficar no colo dela pra sempre, nada mais era importante, apenas ela, como podiam chamar Afrodite de deusa do amor, é impossível ter alguém mais bonita que a figura feminina para a qual eu olhava, eu simplesmente não podia aceitar isso.

Você é linda, casa comigo?

Eu simplesmente não tinha mais controle sobre mim (de uma forma literal), eu só sabia que eu a queria, e até onde eu saiba, quando as pessoas se gostam elas casam, eu quero passar o resto da minha vida com ela, seus olhos eram cativantes, seu calor era o ideal, seus lábios foram moldados para se encaixarem perfeitamente nos meus. Eu poderia ficar simplesmente a admirando pela eternidade se essa fosse a única coisa que eu pudesse ter dela, mas eu a tinha me tocando e me beijando, eu consigo ouvir sua voz, era simplesmente perfeito, melhor do que eu poderia imaginar, mesmo em meus sonhos mais loucos. Ela era tudo para mim, pelo menos naquele momento.

#20

Conteúdo patrocinado


#21

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 4]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum