Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Arenas » Arena MvP » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 3 de 3]

Mercúrio

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário


Tchu! Tchu!
Após o breve momento de paz, o vagão volta a confusão na guerra entre Fogo e Gelo.

Os filhos de hefestos fazem seus rolamentos, desviando-se das estalactites que fincam-se nas laterais do vagão. No momento seguinte à esquiva, o filho de hefestos mira no meio da nuvem e ouve o grito de quando atinge seu oponente. Sua nave volta para sua tatuagem depois de ser amassada e danificada, embora ainda não saiba qual a extensão desse. Teria corrido na direção de Connor se assim pudesse, mas uma nova onda de estalactites voltam a assaltá-lo, dessa a vez com o dobro de intensidade.

Joyce se livrou do assalto e avançou em direção a seu tigre, na intenção de acertá-lo de cima para baixo. O monstro estava de costas e a fuligem espalhada por Roran o auxiliou em sua aproximação não tão silenciosa. A criatura se viu em baixo de um pesado martelo com um furioso tigre mordendo firmemente seu pescoço. A armadura de gelo resistia a mandíbula do robô, embora parecesse mais fragilizada que antes.

Livre dos perigos que os demais representavam a sua vida, Connor percebe um novo enigma e, impelido por seu toque, escreve a palavra nas lacunas em que faltavam, deixando o cálice incandescente. Com seu status de é inteligência e inteligência ele coloca a vela nele que derrete rapidamente até encher o copo de parafina líquida.

O cálice brilha em vermelho e espalha o calor por todo o vagão, que tem uma alta considerável espalham sua temperatura. As barreiras de gelo se desfazem em líquidos e o tigre de Jayce arranca a cabeça do primeiro, enquanto metros atrás a fuligem se amplia e a névoa gélida se dissipa, mostrando dois monstros que aparentam estar enfraquecidas, planando com dificuldade a poucos centímetros do chão.

Palavras brilhando em verde escreveu:O que é; corda; sempre; parado; com; dobrado; de; e; noite; de; dia; ficar; O que é?; tempo; se; trabalha; teima; andaria; ficar; em; só; andaria; uma.

Palavras brilhando em vermelho escreveu: rápido; O que é; mais; O; o que é?; pé

Palavras brilhando em azul escreveu:O que é; pequena; grande; antes; o que é?; é; de; ser

Palavras brilhando em amarelo escreveu:mar; o que é?; para; disse; a; para; o que é; areia; o.

Círculo Mágico


Monstros:
Demônio do Desespero


thanks juuub's @ cp!  



Be fast, but not furious.
#21

Jayce Montgomery
conectado

avatar
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Havia deixado meu irmão sozinho com a dupla de dementadores, não tinha sido uma ação muito inteligente ter dado as costas para eles apenas para vingar meu pet, mas às vezes não temos controle sobre nossos impulsos. Meu ataque havia tido sucesso e agora encarava de cima o demônio imobilizado no chão, as presas de bronze perto de destruir a resistente armadura cristalina. Voltei novamente a atenção para o indefinido, seu corpo parecia não conseguir acompanhar a velocidade de seus pensamentos, se assemelhava a uma programação sofisticada tentando comandar um circuito obsoleto.

Afastei meus devaneios, Connor parecia ter finalizado os desafios mentais e, como consequência de sua vitória, o calor era gradativamente restabelecido dentro do cubículo metálico. Olhei por cima do ombro buscando por Roran, o visualizando ileso com a dupla de dementadores flutuando aparentemente enfraquecidos, enquanto o estalido evidenciava a decapitação do dementador aos meus pés; o indefinido havia nos salvo.

— Bom trabalho! — Não deixei de parabenizar nosso gênio, levantando um joinha acompanhado de um sorriso e uma piscadela; era bom que ele permanecesse afiado durante toda estadia no trem.

O enigma estava resolvido, mas o desafio ainda não tinha terminado. O tigre e eu avançamos lado a lado, conseguia enxergar qual dos dois havia sido alvejado por Roran e deixei este para que meu irmão finalizasse, tornando o outro meu alvo. Com o martelo, efetuei um giro com o corpo aproveitando deste impulso para golpear a lateral do dementador, o enviando contra a parede metálica do vagão. O tigre de bronze saltou, abocanhando o demônio em pleno ar, visando golpear seus pontos vitais com as garras afiadas.


Passivas:
Nível 1 - Perícia em Forja [Inicial]: Como filho do deus das forjas, você poderá forjar seus próprios equipamentos, ou até mesmo para outra pessoa. Suas mãos, apesar de brutas são capazes de criar belos detalhes e manusear pequenos objetos. Ao decorrer da sua vida quanto mais forjar coisas, mais você se aperfeiçoará, e o seu nível de forja aumentará, dando-lhe mais opções do que fazer. Neste nível pode apenas forjar com destreza armas simples, de Bronze celestial, Ferro Mortal e só, como Espadas, Adagas ou fazer reparos em armas mais complexas. Pode também criar mecanismos simples.(+ 5 FOR)

Nível 1 - Resistência ao Fogo: O herói tem uma resistência física maior que as outras pessoas a ataques e danos do tipo fogo e calor. (+5 CON )

Nível 2 - Febre: Quando o filho de Hefesto luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)

Nível 3 - Perícia Bárbara [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia Bárbara. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)

Nível 6 – Luminosidade: Os filhos de Hefesto desse nível, por tanto trabalharem em forja, estão acostumados com a luminosidade do fogo e das faíscas, adquirindo assim uma resistência quanto à cegueira causada em lugares incendiados. Não ficando ofuscados com altas quantidades de luz ou calor proveniente do fogo. OBS.: A habilidade de outros semideuses ainda o afeta.

Nível 7 - Pele de Aço: Por controlar o metal, quando receber um golpe vindo de equipamento metálico o dano será reduzido(caso o atacante seja forte demais, a redução vale só para os primeiros golpes. Caso o golpe seja forte demais, só há uma redução do dano do ataque). (+10 DEF CONTRA METAL)

#22

Σ Connor Walker

avatar
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
Eu não vi exatamente como estava a situação dentro do cálice, mas percebo que a vela saiu de minha vista então considerei que a mesma havia derretido. Nada me tirava da cabeça de que Harry Potter era real, talvez não o Harry em si, mas Hogwarts, magia e essas coisas com certeza. E tínhamos em nossa frente o próprio cálice de fogo, embora eu não imaginava que ele tinha o uso ao qual eu esteja fazendo agora.

Pego o isqueiro do Jayce e coloco no bolso enquanto o calor que entra por meu corpo me fazia sentir mais vivo e feliz, sorrio para Jayce quando ouço seu elogio e solto um "obrigado" em resposta, afinal papai sempre me ensinou que quando eu alguém fosse bondoso comigo eu devia agradecer. Começo a olhar em volta e vejo que um dos dementadores já havia sido morto pelo tigre mecânico, talvez o ataque Heat Wave desse um bônus pra pokémons de metal que eu não conhecia. Percebo que se os prisioneiros de Askaban recebessem pokémons conseguiriam fugir bem mais fácil daquela prisão.

Agora que eu não estava com aquele frio correndo por minhas entranhas, fazendo com que eu esquecesse o que era felicidade eu decido que talvez agora fosse a hora, por mais que fosse um dos feitiços mais complicados de se fazer eu precisava conseguir, afinal era apenas um tigre contra dois dementadores, eles pareciam fracos, logo eu só precisava de uma centelha para que conseguisse os expulsar

- EXPECTO PATRONUM - eu grito apontando a varinha para o monstro, as lembranças mais felizes que eu consigo encontrar me vêm a cabeça, mas eu mesmo percebo que não vai dar certo, eu não conseguia pensar agora nas minhas lembranças MAIS felizes. Eu duvidava que o dia que fomos na casa de panquecas e me deixaram comer o quanto eu quisesse fosse o suficiente.

Meu semblante se fecha e sinto meus lábios formando um bico emburrado, eu queria ajudar os garotos na luta, mas ao invés disso fiquei resolvendo enigmas sem sentido, só pra desligar o ar-condicionado do vagão. Chuto forte a parede do vagão o que faz eu pular de dor, isso faz eu ficar mais bravo. Cruzo os braços e sento no chão encostado na parte inferior do círculo mágico, onde fico olhando para os garotos lutando, quem sabe eu olhando para eles lutando eu aprendia alguma coisa. Parecia um pouco lógico que se eu quisesse ser útil eu deveria pegar a minha espada e ir atrás dos outros, mas eu tava bravo e agora agora eu queria um sorvete porque estava ficando quente demais aqui.
Nível 1 - Comando Subconsciente: No começo da narração o Estrategista escolhe um comando para que ele fique passivo até o final da narração.
Nível 1 - Atacar*: Quando o estrategista usar o comando “Atacar” ele e seus aliados vão ganhar bônus em suas rodadas de ataque durante 1 rodada. Requer 10 de mana e entra em espera depois de 1 rodada.

#23

Roran

avatar
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Quando a onda de calor se espalhou pelo lugar, não pude evitar de olhar na direção de Connor. O garoto, vitorioso, tinha uma varinha brilhante em uma mão e um cálice na outra. Eu não sabia de onde viera o calor, mas sorrio, feliz por e com o menino, enquanto volto a erguer o rifle.

olho em busca do monstro que tinha atingido anteriormente, e disparo novamente. Faço pontaria com um olho sobre o cano da arma antes de puxar o gatilho, mirando no peito do monstro, no centro.

Caso o atinja, ótimo. Se não, que pena. De uma forma ou de outra, mantenho-me atento para, como sempre, tentar evitar as investidas dos monstros, sem subestimá-los por causa da mudança da temperatura. Na verdade, permaneço atento pro caso de algum tentar algum ataque desesperado ao ver que havia perdido a vantagem ambiental.

No mais, só me esforço para desviar ou bloquear ataques, ou defender meus aliados, sobretudo Connor, quando preciso, expandindo o escudo do braço de oricalco ou o que parecer necessario.



#24

Mercúrio

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário


Tchu! Tchu!
Joyce não perdeu tempo e amassou o monstro contra a parede metálica do vagão, seu lobo finalizando-o em seguida.

Roran por sua vez via a dificuldade do monstro de se manter vivo depois do último disparo que havia liberado pó de bronze na corrente sanguínea do monstro e, com mais um disparo, o demônio finalmente se desfazia em poeira gélida.

A névoa vulcânica se dissipou quando os três se reuniram, acima da cabeça de Connor pisca o holograma que representava o brasão de Atena, reconhecendo seu intelecto e velocidade de raciocínio.

O cálice agora perdia o brilho em sua mão. Aparentemente o garoto estava acumulando muitos espólios naquele pequeno desafio. Na mesa onde estava a macumba anteriormente, surge um círculo mágico que trás pra si seus itens de reclamação junto com uma carta de Ceos com o resumido dizer: "Faça bom uso da cabana."

Do outro lado do vagão, um círculo mágico brilhou e uma porta apareceu, convidando os semideuses a avançarem para a próxima sala.

Informações escreveu:
Parte 1 Finalizada
XP Base: 1500.

Connor
Participação: 0,4.
Interpretação: 2.
Experiência Recebida: 3,600.
Dracmas: 1,800.
- Reclamado como Filho de Atena e Estrategista de Ceos.
- Recebe os itens de reclamação dos grupos reclamados.

Fawkes: Uma varinha de azevinho com núcleo de uma Fênix chamada Fawkes. Usada para escrever e desenhar em qualquer lugar, mesmo no ar. Os traços sairão com a cor e espessura que o usuário quiser. Ao se pagar 10 de MP esta varinha também poderá escrever/desenhar a distância, porém o usuário ainda terá que ver o local e fazer os movimentos condizentes.

Cálice de Fogo: Cálice oriundo de um círculo mágico e, ao se desenhar o circuito mágico que o expeliu com ele no centro, ele cria uma armadilha no local. Quando alguém pisar na área desse círculo, uma parede de chamas o envolverá durante dois turnos, podendo causar queimaduras. É necessário um turno inteiro de preparo da armadilha

Jayce
Participação: 0,3.
Interpretação: 1,7.
Experiência Recebida:  2,295.
Dracmas: 1,147

Roran
Participação: 0,3.
Interpretação: 1,5.
Experiência Recebida:  2,025.
Dracmas: 1,012


thanks juuub's @ cp!  



Be fast, but not furious.
#25

Jayce Montgomery
conectado

avatar
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
A visão das criaturas derrotadas aqueceu meu coração, finalmente o frio havia sido erradicado do vagão e saíamos vitoriosos do primeiro desafio. Não escondi minha surpresa ao visualizar outra imagem acima de Connor, o garoto havia sido reclamado duas vezes e, para mim, não era algo muito comum. Apoiei o martelo no ombro, passando as costas da mão pela testa buscando remover as gotículas de suor que deveriam brotar na região, mas provavelmente não existiam pelo frio que dominava o local poucos minutos atrás.

— Atena, legal... — Me lembrava dos campistas do chalé 6, a maioria era de nerds franzinos e me perguntava como não havia notado antes, ele representava os filhos de Atena tanto fisicamente quanto mentalmente. — você é mesmo o sabichão do grupo.

Finalizei o comentário com uma risadinha, tentar desenvolver uma proximidade maior entre nós três já que dependeríamos um dos outros ali, seria interessante criar uma ligação. Fiz um sinal com a cabeça para Roran, como se perguntasse se ele estava bem ou não...ainda não tinha certeza de como ele estava pelos danos a nave, era melhor evitar por enquanto? Voltei a atenção para o novo círculo mágico, os filhos de Hécate haviam caprichado nessa participação.

— Já é hora, companheiros. — A fala funcionou como um comando, fazendo o tigre de bronze caminhar ao meu lado até o símbolo na parede do vagão. Passamos pela porta, esperando por mais um desafio — Fase 2.

#26

Roran

avatar
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
OOlho para meus companheiros enquanto respiro profundamente. Acabou?, me pergunto, levemente confuso. Os símbolos acima da cabeça de Connor, a voz de Jayce em meus ouvidos. Eu me sentia estranho aquele dia. Eu estava sempre trabalhando para compensar minha falta de habilidade em combate com a qualidade e versatilidade de meus apetrechos. Só que cada vez mais eles vinham se mostrando ineficientes. Ou eles, ou minhas habilidades estavam demasiado baixas. Para alguém que se orgulhava tanto de suas criações, eu não estava fazendo um uso muito bom delas.

-- Você fez muito bem lá atrás, guri -- Falo para Connor, sorrindo. O garoto tinha salvo nossos traseiros, e o reconhecimento de dois deuses provava o quanto não deve ter superado os próprios limites naquele momento. A vida de um semideus nunca é fácil, mas o inferno começa cedo demais para alguns de nós. Decido que depois faria o que eu pudesse para ajudar o garoto a se defender de alguma forma nas missões.

-- Quando sairmos daqui, vou construir uma armadura pra você -- Falo, decidido -- Vou precisar de algumas medidas. Esse seu corpinho frágil não vai resistir muito tempo, é melhor começar a malhar, moleque. Ou a pensar mais rápido, nós quase congelamos lá atrás!

Mando meu rifle pra a tatoo e então puxo minha pistola, conferindo como ela está e lustrando-a com um paninho puxado do bolso.

Em minha cabeça, a memória do lobo de Jayce sendo atirado contra Thinky ainda me dava agonia. Mas logo afasto o pensamento da cabeça, e foco no novo desafio. Suspiro e guardo o lenço no bolso. Aperto a pistola com firmeza e atravesso a porta, abrindo-a decidido, segurando armaa na mão direita.



#27

Σ Connor Walker

avatar
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
Fico feliz ao ver o simbolo voando em minha cabeça, um sorriso escapa de meus lábios fazendo com que eu esquecesse minhas vontades egoístas e voltasse à me preocupar com o que fazer. O cálice se apaga e cai no chão, eu o pego e guardo na mochila, qualquer coisa poderia me ser útil futuramente e um cálice que se aquece já me dava algumas ideias, principalmente no inverno.

Quando vejo as coisas aparecendo na mesa eu me aproximo e pego com minhas mãos analisando o que tinha lá. Olho para os meus companheiros e como eles não davam sinais de que queriam algo de lá eu simplesmente peguei tudo para mim, algo me dizia que eu era o destinatário mesmo.. O escudo, obviamente presente de minha mãe tinha uma tira de couro que atravessava o atravessava de um lado a outro, permitindo que eu o pendurasse nas costas, era um pouco pesado, mas poderia vir a me ser útil. A braçadeira tem o símbolo que eu reconheço tendo o símbolo de Céos, o anel também e um pequeno disco também eram presentes dele. O disco vai para meu bolso e os outros itens vão para seus lugares óbvios. O último item é uma espada curta de bronze celestial, embora ela fosse realmente bonita e mais nova, eu não iria abandonar a minha, pois ao contrário dos outros, eu não havia ganho meu equipamento inicial do acampamento e sim de meu pai e isso com o caderno de anotações dele são as últimas coisas que tenho dele, eu lutaria com equipamentos dados a mim pelo meu pai, mãe e patrono.

Ouço os elogios dos meus amigos e sorrio timidamente, embora eu tenha aquecido a sala impedindo que tenhamos congelado eu ainda queria ter ajudado eles mais, ter desembainhado a espada, matado alguns monstros. Não conseguia não sentir que eu estava sendo protegido o tempo todo e que eles apenas queriam me animar, mas mesmo assim eu não queria demonstrar insegurança, então eu ergo a cabeça e agradeço, mesmo com o comentário final do Roran apenas confirmando minha insegurança e me fazendo sentir culpado por ter errado o enigma.

- Pensarei mais rápido, não errarei mais - eu garanto para o filho de Hefesto - vamos em frente então. Vou só tentar descobrir o que tem na frente.

Quando eu termino de falar a segunda parte vejo que os dois foram a frente de novo, ainda acho que a impulsividade deles vai fazer com que eles morram. Mas enfim talvez eu que fosse lerdo pra falar mesmo, pelo menos para esses apressados. Então acabo ficando sozinho no vagão, porém como eu era mais fraco e não poderia me dar ao luxo de me jogar de cabeça nos lugares.

Pego meu anel e o transformo em sua verdadeira forma, Céos tinha me falado sobre ele e eu sempre tive curiosidade de o usar. Agora com o Mapa do Maroto eu veria meus companheiros e todas as criaturas que estavam lá e como era o próximo vagão, tal qual tamanho ou qualquer coisa que eu pudesse descobrir. Após isso eu coloco a cabeça pelo círculo mágico observando como era tudo, se eu não visse algum inimigo que eu vi no mapa eu avisaria meus parceiros. Se eu visse algum perigo eminente vindo em minha direção eu voltaria ao vagão anterior, tentaria notar qualquer coisa diferente, vai que tem outro enigma aqui.
O Verdadeiro Mapa do Maroto: Um anel de prata que à vontade de um estrategista pode se transformar em um mapa que sempre se redesenha para mostrar os arredores em um raio de 500 metros do comandante, mostrando com identificação monstros, semideuses e divindades no raio de efeito.

Habilidades Passivas:
Nível 8 - Geólogo: Os Estrategistas conseguem identificar diferentes tipos de terreno e saber onde se posicionar ou posicionar seus homens para obter vantagem em um combate.

Nível 1 - Sabedoria: Por ser filho de Atena, você é o mais sábio entre os campistas, e saberá usar sua inteligência em batalha. Também pode ler muito rapidamente, e em qualquer língua ou dialeto. (+5 INT)

Nível 2 - Gênio: Sendo filho da deusa da sabedoria, você é bem mais capacitado mentalmente do que os demais semideuses. Consegue assimilar as coisas e raciocinar com mais agilidade que todos os outros, o que pode lhe permitir melhor desempenho nas batalhas. (+5 INT)

Nível 6 - Orgulho: Quando é humilhado, subestimado ou menosprezado, o filho de Atena se sente ofendido e tem seu orgulho ferido, aumentando sua vontade de lutar.

Nível 7 - Boa Memória: O filho de Atena tem facilidade pra se lembrar das coisas que acontecem, então não tentem enganá-los. (+7 INT)

#28

Mercúrio

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário


Tchu! Tchu!
Os dois ferreiros avançam para a próxima sala com certa coragem embora ela não fosse tão necessária. Diferente do vagão anterior, esse tinha ainda menas coisas notáveis distribuídas em seus 60m de largura e comprimento uma sala inteiramente azulada.

No centro dela, uma pequena capa flutuava como se alguém invisível a vestisse, mas não era possível tocá-la, pois ao seu redor uma barreira azul escura a envolvia, com duas imagens que giravam sob a superfície da barreira.

Ao fundo, três estátuas de um monstro magrelo e alto se destacavam. Seu rosto era horrendo e suas medidas eram desproporcionais, mas o mapa da criança apenas os indicava como "Estátuas de Demônio da inveja"

Barreira que Protege a Capa




Monstros:
Demônio do Desespero

Demônio da Inveja

thanks juuub's @ cp!  
[/quote]



Be fast, but not furious.
#29

Conteúdo patrocinado


#30

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 3 de 3]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum