Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Resto do Mundo » Resto do Mundo » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 4]

Ὧ Lorenzo Muller

avatar
Filho(a) de Marte
Filho(a) de Marte
Ver perfil do usuário
Após ir até minha coorte e pegar meus equipamentos, encontro os dois no alto da Colina. Assim como minha animação de dirigir viera, ela se esvai. Uma puta lancha nos aguardava na praia, e infelizmente essa era a especialidade do filho de Netuno, então arremesso a chave pra ele e falo:

- Toma cuidado com essa porra. A embarcação pertence ao meu patrono e não tenho dúvidas que ele vai me cobrar de alguma forma caso estrague.

Após falar, desço a Colina em direção ao Argo III. No caminho conto toda a minha conversa com Hércules, focando nos objetivos e deixando de lado partes menos importantes Lusilindo. Com um salto da praia, aterrisso na proa do barco, flexionando os joelhos para evitar o baque.

Deixo toda a questão de navegação com Orik, afinal não entendia nada do assunto. Ao invés disso me faço útil e desço até o convés inferior, mais precisamente até o frigobar. Conhecendo Hércules como eu conhecia, ele provavelmente as teria. Pego três devassas latão, subo novamente e me sento ao lado do capitão.

Abro uma lata com a mão direita e vou tomando.



#11
Ver perfil do usuário
Apenas Orik parece satisfeito com o transporte que Hércules havia deixado para eles. Lorenzo joga a chave para ele e se apressa em subir com um salto sem esforço para a lancha, e já começa a explorá-la, percebendo que o interior é muito maior do que deveria ser. Ele encontra uma sala de jogos, um octógono de MMA, uma cozinha com muitos cocos, um banheiro fedido e outras salas aleatórias. O garoto abre a geladeira e encontra água de coco, um almoço congelado, carne de hamburger e, por fim, uma caixa cheia de latinhas de cerveja, as quais ele toma feliz.

Nathan, que estava 100% impecável novamente, entra com classe junto a Orik, que vai direto para o painel de direção, onde aciona a lancha. Enquanto caminha pela embarcação, o garoto parece receber e sua cabeça em alguns seguntos todas as informações que Lorenzo teve de rodar para conseguir. Ele tem noção de cada cômodo do barco, bem como de suas capacidades motoras.

Assim que o filho de Netuno gira a chave no painel o mesmo se ilumina e o motor ronca como um dragão despertando. Uma tela em especial chama a atenção dos garotos; uma espécie de radar. Nele é possível distinguir a costa de long island, a setinha vermelha que representava a embarcação, e também mais alguns pontinhos de diferentes cores que de imediato os garotos não sabem o que é, mas nathan logo nota que a posição dos pontos coincide coma posição de semideuses na praia, os quais ele também podia sentir com o próprio radar mágico, e percebe então que o radar era capaz de identificar auras mágicas. Um grande X marcado no limite do mapa piscava freneticamente e, ao expandir as dimensões da área do radar com os dedos, os garotos conseguem encontrar a localização final de seu alvo; a ilha de Milos... Na Grécia.




Valkirio   Nojinho    kede  Golfinho  
#12

Φ Orik Cromwell

avatar
Filho(a) de Netuno
Filho(a) de Netuno
Ver perfil do usuário
Os deuses adoravam fazer pegadinhas com todos nós e dessa vez Hércules riu da cara de três semideuses com gargalhadas estrondosas. Ao chegar a praia um sorriso se expandiu pelo meu rosto a ver o barco, pelo menos aquela viagem não seria totalmente insuportável. Meus dedos coçavam de vontade de pilotar aquela belezinha. Contudo, ao ler o nome escrito no casco uma sensação ruim percorre minha espinha me dando um calafrio. Então, sem pensar muito e levado por velhos hábitos fecho três dedos em garra e puxo em diagonal pelo meu peito.
Vejo Lorenzo subir no barco e dou uma ajudinha para Nathan subir com a classe que ele gosta de ter. Enquanto os dois vasculham a lancha eu subo até o deque de pilotagem e dou uma bela analisada no equipamento que a lancha tem, quando descubro o nosso destino final meu estomago revira.

- Pelo menos temos um radar e eu espero que também tenhamos combustível.

Guiado pelos meus extintos acelero a lancha e a conduzo até o alto mar, então grito para Nathan e Lorenzo para que eles subam até o deque.

- Estamos indo para o mundo antigo e creio que vocês são experientes o bastante para saber que essa parte do mundo não é muito agradável para semideuses. Contudo, não creio que nossos problemas ficaram restritos a apenas essa parte do mundo, nosso fedor já deve estar atraindo monstros marinhos.

Dito isso, explico para eles sobre o radar e de como ele é a nossa principal proteção no momento. Acelero a lancha para sua velocidade máxima e aproveito a vista do mar, enquanto piloto uso os meus conhecimentos sobre embarcações para formular uma estimativa do tempo de viagem até a Grécia e digo para Lorenzo e Nathan. Graças a coroa de louros em minha cabeça eu consigo sentir o estado deles, então se algo que burle o radar acontecer eu conseguirei sentir assim que eles forem atacados.

“E lá vamos nós!”

Habilidade Passiva:

Nível 1 - Agouro da Tormenta: Netuno é conhecido pelos Romanos por atrair maus agouros, como tempestades e maus dias no mar, sendo este um dos motivos dos Romanos jamais terem se atrevido a navegar através do mar aberto. Seus filhos carregam consigo o peso destes agouros, atraindo para si e pros arredores coisas ruins às vezes, como terremotos, tempestades ou patos. Um fardo difícil de lidar, que podem conceder mais experiência (+5-10% de Exp ao fim da narração, com base na dificuldade imposta) quando ocorrerem.

Nível 11 - Filho do Mar: O herói agora sente o Mar dentro de si, e pode usá-lo para melhorar suas habilidades. (+11 FOR, WIS)

Nível 12 - Controle de Embarcações [Intermediária] : Se concentrando, o filho de Netuno poderá controlar uma embarcação média com tarefas gerais.



|1|O bracelete melhora a passiva Filho do Mar, tornando possível para os seus usuários conjurarem quantidades médias de água. E a torna acessível a todos os que portarem, porém sem o bônus.
|9|Aegis" é um escudo grande com o poder de amedrontar os inimigos graças à cabeça da medusa no centro. A transmutação entre bracelete e escudo ocorre imediatamente conforme o desejo de seu portador.
|11|"Wolf Claw" é uma luva com a Força de Júpiter dos filhos de Zeus e Héracles de onde projetam-se 3 lâminas de oricalco por entre os espaços entre os nós do punho. As lâminas cortam e perfuram, e podem ter tamanho de 5cm, 10cm e 15cm. Ativam automaticamente (15cm) na presença de monstros a menos de meio metro de distância.
#13

Ὧ Lorenzo Muller

avatar
Filho(a) de Marte
Filho(a) de Marte
Ver perfil do usuário
Obviamente o tamanho da lancha era aumentado magicamente. Só pela quantidade de cocos que havia no lugar, dava pra preencher duas lanchas normais. Além de tudo havia um ringue, no qual eu definitivamente chamaria Orik para uma luta quando as coisas se acalmassem. As outras salas não eram tão importantes assim.

Assim que chego ao frigobar, agradeço por Hércules ter pensado no nosso estômago e deixado algumas carnes. Assim que subo novamente, encontro as duas damas cochichando. Me aproximo bem a tempo de Orik passar algumas instruções, as quais escuto seriamente.

- Orik, a embarcação tem algum outro tipo de sistema defesa além do radar ? Ou teremos que abrir caminho na mão até a Grécia ?

No mais, levanto a guarda. Apesar de não soltar a devassa, dou uma volta de patrulhamento no perímetro do barco, os olhos dos dois já estavam focados no radar. Invoco também a minha prótese, acoplando-a no braço esquerdo enquanto mexo os dedos para conferir se estava funcionando perfeitamente, afinal não queria ser pego de surpresa.



#14
Ver perfil do usuário
Metro a metro a costa de Long Island se afasta dos garotos. Ou melhor dizendo, eles se afastam dela. A lancha corta as ondas com uma facilidade incrível, garantindo grande estabilidade à embarcação, de forma que os garotos mal sentem que estão sobre a água.

Lorenzo se aproxima para ouvir as instruções do capitão. Eles estudam o radar enquanto Orik pilota, e podem ver um ou outro pontinho surgindo eventualmente no radar, apenas para desaparecer em seguida ao sair do alcance de detecção. Quando Lorenzo pergunta a Oriko sobre outras defesas além do radar, o garoto se concentra um momento e logo revela que há um canhão no teto da embarcação, ao lado da antena de TV a cabo, e ainda um lança-arpões na proa, noticias que parecem deixar o filho de Marte satisfeito.

Enquanto viajam, Orik analisa o mapa e percebe que a costa estava mais distante do que deveria, levando em conta a velocidade que eles - aparentemente - se moviam. Depois de algum tempo o garoto percebe que talvez a embarcação fosse encantada para percorrer grandes distâncias mais rapidamente do que a maioria, o que o deixa satisfeito.

Lorenzo já estava escalando para o telhado quando Nathão avisou-lhes de uma presença mágica diferente. Orik confere o radar e consegue identificar um pontinho verde logo à frente, do qual eles se aproximavam rapidamente. Havia ainda dois ou três pontos vermelhos mais adiante. O garoto estranha. Os monstros até então tinham sido mostrados como pontos vermelhos, e os pontos verdes, como puderam conferir na costa, indicavam a presença de semideuses. Mas quem estaria ali, no meio do oceano?

Eles se aproximam e o primeiro a ver um barril flutuando na água é Lorenzo, que estava em cima do teto. Em um minuto alcançariam o objeto flutuante que, percebe Nathan, é de onde emana a aura mágica que lhe parece levemente familiar.



A umidade e o sal não estavam fazendo nada bem à pele de Petala. A garota já tinha perdido a noção de quanto tempo tinha passado naquele bendito barril em alto-mar. Sua ultima missão parecia não ter acabado muito bem, e ali estava ela, numa embarcação nada confortável, com as juntas doendo de tando ficar sentada com os joelhos dobrados próximos ao corpo para caber no barril. Era um milagre não ter sido devorada por alguma criatura.

Ela estava quase cochilando quando o ronco do motor chegou aos seus ouvidos, e parecia aproximar-se com velocidade. Quem seriam? Mortais? Um navio pirata? A guarda marítima? Monstros? De uma forma ou de outra, talvez fosse a oportunidade de se livrar daquele buraco que estava enfiada. Com seus ouvidos aguçados a garota calcula que em menos de um minuto o ronco dos motores estaria em cima dela.




Valkirio   Nojinho    kede  Golfinho  
#15

Petala

avatar
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
Já fazia 3 dias que estava presa aquele movimento agoniante do mar, sobrevivendo a base de ambrosia e da pouca água que me restava, estava racionando o máximo que podia. Estava faminta, suja e os enjoos já faziam parte do meu ser - estando presa naquele barril.

_Mas que ideia foi essa.... - Repousei minha cabeça na madeira e fechei os olhos buscando nas minhas lembranças a aventura que eu havia vivido.

Missão passada:
"Meus olhos cinzas observava o foco de fumaça denso que varria grande parte reserva de Virginea/USA, a cerca de 500 m, escondida numa pequena cabana junto a mais um grupo de mulheres vestidas com um vestido de tecido liso e estavam descalças, cada uma segurava um chicote.

_ Hoje a noite atacaremos, a visão deles ficam prejudicadas. Vou atrair o líder deles para as margens da praia, você deveram se unir e lidar com os que sobrarem.

Observei a expressão de cada uma delas e estudei por alguns segundos, estavam amedrontadas, o que era óbvio, eram seres da natureza, dríades, não estavam ali para lutar, mas era necessário.


Um barulho de motor rompeu meus devaneios.

_ O que será? ~ Meus lábios estavam ressecados e rachados por causa da desidratação/maresia. Por Zeus, que não seja monstros.

Antes de abrir a tampa do barril, peguei nos meus pertences uma esfera explosiva só para garantir,respirei fundo e abri a tampa. Me sentei forçando a metade do corpo a ficar do lado de fora, aquela posição doeu todos os meus ossos/articulações do membro inferior e coluna. Porém meu rosto, apesar de tudo, estava sério (levemente selvagem, se fosse preciso lutar eu o faria, morreria lutando sem sombras de dúvidas) e meus olhos captavam tudo sobre aquela lancha analisando e tentando decifrar tudo o que era necessário.

Estava em alto mar, mas mergulharia nele se fosse necessário. Depois rezaria para Poseidon por misericórdia. Meus olhos encontram com os de um rapaz que me era familiar e meu corpo inteiro relaxa. [/color]

#16

Φ Orik Cromwell

avatar
Filho(a) de Netuno
Filho(a) de Netuno
Ver perfil do usuário
A lancha estava se deslocando mais rápido do que eu imaginava e uma sensação feliz toma conta de mim, pois agora sei que não ficaríamos tanto tempo expostos como imaginei que estaríamos. Contudo, os deuses amam nos surpreender e um barril aparece no nosso campo de visão, já fico atendo e olho para o radar mágico e tudo o que ele indica é a presença de um semideus e para complementar vejo a cara de Nathan quando ele olha do ponto no radar para o barril em alto mar. Entretanto, uma coisa me preocupa muito mais, os dois pontos vermelhos que estão logo atrás.

"Se eles são rápidos a ponto de acompanhar essa lancha deve ser coisa séria."

- Desça lá e afunde o barril se necessário. - Digo para Nathan, afasto a lancha um pouco do seu curso e quando me aproximo do barril grito para todos se segurarem. Então viro o leme e faço com que o barco fique dando voltas concêntricas em volta do barril flutuante.

Quando a tampa irrompe e de dentro do barril sai uma mulher segurando uma esfera explosiva com um aspecto selvagem, desidratado e faminto meu coração da uma palpitada descompassada. Eu conheço aquela garota, aproximo o barco dela, reduzindo antes a velocidade para não jogá-la na água. Fico de olho no radar e grito para que eles se apressem para salvá-la.

"Deuses é a Petala, como ela veio parar aqui?", assim que ela subir ao barco acelero novamente a potencia máxima e olho para os dois pontos vermelhos para tentar ter uma noção de distância entre nós. Espero até que Nathan volte ao deque de pilotagem e pergunto como a resgatada está e então dou a má noticia sobre a perseguição de monstros.

- Não é nada fora do esperado, mas é algo que devemos nos preocupar no momento. - Olho novamente para o radar para ver como avançamos. - Agora somos quatro semideuses fortes viajando, devemos nos preparar para o pior.



|1|O bracelete melhora a passiva Filho do Mar, tornando possível para os seus usuários conjurarem quantidades médias de água. E a torna acessível a todos os que portarem, porém sem o bônus.
|9|Aegis" é um escudo grande com o poder de amedrontar os inimigos graças à cabeça da medusa no centro. A transmutação entre bracelete e escudo ocorre imediatamente conforme o desejo de seu portador.
|11|"Wolf Claw" é uma luva com a Força de Júpiter dos filhos de Zeus e Héracles de onde projetam-se 3 lâminas de oricalco por entre os espaços entre os nós do punho. As lâminas cortam e perfuram, e podem ter tamanho de 5cm, 10cm e 15cm. Ativam automaticamente (15cm) na presença de monstros a menos de meio metro de distância.
#17

Ὧ Lorenzo Muller

avatar
Filho(a) de Marte
Filho(a) de Marte
Ver perfil do usuário
Assim que o capitão informa sobre a canhão ao lado da antena, já começo a subir. Estava avaliando a belezura e me certificando de que estivesse com munição, quando algo reflete a luz do sol bem nos meus olhos. Um objeto boiava no meio do mar, flutuando com o fluxo das ondas.

- Orik, tem um barril... - Havia me colocado de cabeça para baixo na janela ao lado da cabine para avisar o capitão sobre o objetivo, quando observo a expressão do filho de Netuno. Olho novamente para o barril, ainda de cabeça pra baixo, e vejo uma garota saindo de la, na qual certamente ele conhecia devido a sua expressão facial. - Puta merda...

Ficar parado não adiantava em nada, precisava agir. Me levanto e pulo novamente para o convés, utilizando um apoio desta vez pois não queria cair de cara no chão de uma lancha em movimento, e corro até a lateral do barco (bombordo ou estibordo dependendo da direção dos movimentos circulares orquestrados por Orik). No caminho passo por Nathan, que estava moscando, então acho que sobrou pra mim ajuda-la.

Parar não era uma opção, então eu teria que resolver isso em movimento. Chego na borda e utilizo a força adicional da prótese para fincar os dedos no melhor apoio que estivesse disponível no momento, em seguida estico meu braço direito em direção a garota, torcendo para que meu tamanho seja suficiente para alcança-la.

O resto dependia da vontade de ser salva e de seu instinto de sobrevivência. Se ela se esticaria ou não até mim, mesmo com as juntas doloridas depois de ter passado algum tempo nesse barril, dependia dela.

Assim que a seguro, puxo-a de volta para o navio, abandonando o barril ali mesmo. Depois acompanho-a até a cabine, onde Orik com certeza gostaria de botar o papo em dia.

Spoiler:
Nível 2 - Coragem: atletas de Hércules tem mais coragem que o filho de qualquer outro deus. (+5 FORT)

Nível 13 – Força Divina: Os atletas De Hércules são mais fortes que qualquer outro semi-deus. (+15 FOR).



#18
Ver perfil do usuário
Todos parecem levemente chocados quando Petala aponta a cabeça para fora do barril e se apoia na borda. A menina consegue ler o nome Argo III ao lado da embarcação, o que a distrai um momento, mas ao erguer os olhos sente uma pontada de alívio quando reconhece o rosto de Orik no timão, e ela consegue ver um cara musculoso pendurado como um macaco na lateral do barco, esticando a mão para ela. Mesmo sem conhecê-la ela não perde tempo e estica o braço para seu príncipe encantado salvador e, lutando para ignorar as dores nas juntas, a garota agarra a mão de Lorenzo que a puxa como um filhote de gatinho para cima do convés.

Uma vez no convés Petala poe finalmente se esticar pela primeira vez em três dias, e o faz agradecidamente, enquanto observa os arredores.

Enquanto sua tripulação aumenta, Orik olha preocupado para o radar. Os pontos vermelhos continuavam em seu encalço, e para seu desagrado agora eram quatro, e continuavam se aproximando. O garoto de alguma forma sabe que em quatro minutos eles estariam ao alcance da visão na traseira do barco.

Como se não fosse suficiente, um ponto vermelho surge do nada a menos de cinquenta metros da embarcação. Orik olha naquela direção, bem como Nathan, que sente imediatamente a presença da criatura, mas tão repentinamente quanto havia surgido o sinal desaparece, junto com a aura mágica, deixando os garotos confusos.

[Rodada Interpretativa Crianças, socializem com a nova tripulante, comam, dancem, iniciem uma orgia, façam o que quiserem, juro que não mato ninguém nesse round <3]




Valkirio   Nojinho    kede  Golfinho  
#19

Φ Orik Cromwell

avatar
Filho(a) de Netuno
Filho(a) de Netuno
Ver perfil do usuário
Enquanto Lorenzo trás Perola até nós fico observando atenciosamente para o horizonte enquanto rapidamente olho para o radar. Solto o timão e comando para que a lancha continue em frente na velocidade que está. Já me viro sacando Akemi Yue de sua tatuagem e transmutando o Escudo Aégis do seu bracelete.

- Bem-vinda a bordo Perola. Uma irmã de amigos meus sempre terá um local seguro e acolhedor a sua espera. - Dou as boas vindas com toda a minha cordialidade, mesmo que a visão de uma pessoa se armando não seja nada agradável a sua frente. - Infelizmente te direi que não estamos totalmente a salvo, quatro monstros se aproximam e em alguns minutos estarão sobre nós, então eu peço que se estique e nos acompanhe em batalha, creio que precisaremos de você. Se você precisar de algum suprimento curativo nós temos e a geladeira está cheia de água de coco. E claro, após mais essa batalha quero saber como você foi parar a deriva em um barril no meio do mar.

Dito isso desço do deque de pilotagem para o convés e já me preparo para a primeira visão dos monstros para ter uma ideia do que teremos de encarar pela frente.

Habilidades Passivas:


Nível 1 - Agouro da Tormenta: Netuno é conhecido pelos Romanos por atrair maus agouros, como tempestades e maus dias no mar, sendo este um dos motivos dos Romanos jamais terem se atrevido a navegar através do mar aberto. Seus filhos carregam consigo o peso destes agouros, atraindo para si e pros arredores coisas ruins às vezes, como terremotos, tempestades ou patos. Um fardo difícil de lidar, que podem conceder mais experiência (+5-10% de Exp ao fim da narração, com base na dificuldade imposta) quando ocorrerem.

Nível 11 - Filho do Mar: O herói agora sente o Mar dentro de si, e pode usá-lo para melhorar suas habilidades. (+11 FOR, WIS)

Nível 12 - Controle de Embarcações [Intermediária] : Se concentrando, o filho de Netuno poderá controlar uma embarcação média com tarefas gerais.



|1|O bracelete melhora a passiva Filho do Mar, tornando possível para os seus usuários conjurarem quantidades médias de água. E a torna acessível a todos os que portarem, porém sem o bônus.
|9|Aegis" é um escudo grande com o poder de amedrontar os inimigos graças à cabeça da medusa no centro. A transmutação entre bracelete e escudo ocorre imediatamente conforme o desejo de seu portador.
|11|"Wolf Claw" é uma luva com a Força de Júpiter dos filhos de Zeus e Héracles de onde projetam-se 3 lâminas de oricalco por entre os espaços entre os nós do punho. As lâminas cortam e perfuram, e podem ter tamanho de 5cm, 10cm e 15cm. Ativam automaticamente (15cm) na presença de monstros a menos de meio metro de distância.
#20

Conteúdo patrocinado


#21

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 4]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum