Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Acampamentos » Acampamento Meio-Sangue » Outros Locais » Forjas » 

Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13 ... 17 ... 23  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 12 de 23]

Christopher Aahbran

Christopher Aahbran
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Chego nas forjas e respiro o ar quente que só ali possuía, instantaneamente me sinto revigorado e pronto para bater nos metais.

Pego meu par de manopla e minhas escamas, ambos itens que havia conseguido recentemente, um com o meu esforço e suor e o outro com um dinheiro chorado, então busco por ali uma tigela resistente para o que eu precisava e grande o suficiente para se colocar as duas escamas e um martelo que caiba na tigela e o mais resistente possível.

Então começo o processo de forja, pego minhas escamas e coloca as duas dentro da tigela e com o martelo pressiono-as contra a tigela na mesa, invertendo em marteladas e espremidas, até arrancar todo o liquido que continha nas escamas. Ergo a tigela sob minhas manoplas e com o maior cuidado e pericia possível despejo metade do liquido sob uma das laminas da mão direita, depois o resto sob a lamina da mão esquerda, e espero o metal absorver tudo o liquido e mostrar o efeito que eu esperava, então saio dali com meu novo brinquedo um pouco mais tunado.

Consumidos:

Par de Manoplas [Laminadas] !
Escama de Dragão do Trovão(x2)


Produzido :

Par de Manoplas [Laminadas] [Elétrica] !
! Um par de manoplas com 2 lâminas em cada. As lâminas possuem 20cm de comprimento e uma de cada mão possui o elemento elétrico.


|ATT|
Pontos de Perícia: 700



Aura do fogo: Após tanto trabalhar nas forjas e usar o fogo ao seu favor, o elemento começou a irradiar de Christopher, criando assim uma aura de calor à sua volta mantendo o clima quente em todos os lugares, não prejudicando suas habilidades em situações de frio. Ampliado em áreas já aquecidas (habilidade com fogo recebem bônus de 10%).
Febre:Quando o filho de Hefesto luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. SEMPRE ATIVA POR CAUSA DA AURA (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)
 

http://onlymythology.blogspot.com/
#111

Christopher Aahbran

Christopher Aahbran
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Um filho de apolo vinha me pedindo um serviço e eu resolvi ajuda-lo, forjar era algo que eu gostava de fazer e essa era uma chance de eu ainda tirar um trocado. Chego na forja e retiro os itens que ele havia me dado, colocando-os na mesa, um Arco Troiano Longo Composto, 5 escamas de Dragão de Trovão e 25 unidades de Flechas de Ouro, então começo a trabalhar pois tinha muito serviço pela frente.

Procuro as ferramentas que eu precisaria e coloco-as em cima da mesa que eu já tinha denominado-a minha, e penduro vários martelos de tamanhos variados na parede ao meu lado, então com todo os instrumentos e ferramentas ali começo realmente a forja.

Primeiro separo das 25 flechas, 12 e coloco-as para esquentar, junto do arco, 6 de um lado e 6 do outro, considerando que cada flecha continha 40g, teria aproximadamente 480g adicionadas ao arco, quando as vejo ferver o suficiente, uso Encantar Metal I para faze-las se integrar junto ao arco, e com o martelo de melhor tamanho possível, alterno em marteladas para que aconteça a dobra do metal sobre o mesmo, deixando o ouro do arco mais resistente e forte e mantendo o tamanho original, antes de acabar as marteladas, deixo as duas partes do arco, superior e inferior, com o formato de laminas, para apenas terminar o serviço de colocar laminas afiando-as o mais detalhadamente possível e lixando depois. Então o coloco em óleo de corte para que o metal resfrie e mantenha as propriedades dadas.

Então pego a bandeia que havia deixado ali sob a mesa e as escamas de dragão do trovão, coloca as mesmas dentro do recipiente e com o martelo de tamanho mais recomendável, revezo entre marteladas e espremidas até que toda a essência das escamas fluo por entre o recipiente, resultando em uma quantidade considerável de essência. Com todo o cuidado e atenção possível, despejo o liquido sob mo ouro reluzente do arco recém reformado, preenchendo todo o comprimento do mesmo, então espero o ouro absorver a essência e viro o arco, despejando do lado oposto, novamente esperando o arco absorver a essência.

Espero e aprecio aquela nova forja que eu havia feito, era um arco aparentemente poderoso, e nas mãos da pessoa certa podia ser fatal, então o levo para o verdadeiro dono.


Consumidos :

- Arco Troiano Longo Composto **
- 5 escamas de Dragão de Trovão
- 12 unidades de Flechas de Ouro


Forjado :


Arco Troiano Longo Composto [Elétrico] [Laminado] **
**Equipamentos utilizados apenas por Filhos de Apolo.
O ouro, por ser um dos materiais de Apolo, ajuda seus filhos na mira ficando mais difícil de errar. O ouro tem bônus quando usado DE DIA. Acrescenta-se 5 de dano em tudo que for de ouro (Quando usado por filhos de Apolo).


Considerar:
Nível 1 - Perícia em Forja [Inicial]: O herói pode fazer armas como os melhores forjadores humanos. O filho de Hefesto só receberá o nível inicial desta perícia. Para conseguir os outros níveis, o jogador deverá treinar sua habilidade nas forjas do acampamento. (+ 5 FOR)

Nível 8 - Perícia em Forja [Intermediária]: O Herói pode fazer armas de maneira incomum e extraordinárias.

Nível 6 - Encantar Metal I: Pode mudar a forma de um equipamento metálico em outra forma (várias flechas de Bronze em aviões de Bronze). Uma lança de Ferro em um ponto de exclamação), o custo de energia varia conforme a quantidade transformada, 10 MP = 100g de material transformado. Não inclui peças forjadas por Hefesto (H).


|ATT|
Pontos de Perícia: 900



Aura do fogo: Após tanto trabalhar nas forjas e usar o fogo ao seu favor, o elemento começou a irradiar de Christopher, criando assim uma aura de calor à sua volta mantendo o clima quente em todos os lugares, não prejudicando suas habilidades em situações de frio. Ampliado em áreas já aquecidas (habilidade com fogo recebem bônus de 10%).
Febre:Quando o filho de Hefesto luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. SEMPRE ATIVA POR CAUSA DA AURA (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)
 

http://onlymythology.blogspot.com/
#112

Christopher Aahbran

Christopher Aahbran
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Assim que termino o Arco de um dos filhos de apolo, a outra já vem  me pedindo um arco também ... calma genti .. sou só um O.o

pego o arco troiano longo composto da Alice e coloco na mesa, junto com as escamas e as 13 flecha que sobraram da outra forja, separando-os e deixando organizado sob a mesa. Do lado minhas ferramentas e instrumentos necessários para o processo, e então mão na massa.

repito todo o processo do outro arco que havia acabado de fazer, primeiro coloco o arco junto das flechas para aquecer, e revezo com marteladas para que o metal dobre sobre si, deixando-o resistente, e com encantar metal I faço com que o novo ouro se junte ao arco como um. Então pego o arco após mergulha-lo em óleo de corte e vou até um esmeril, para afia-lo, dando acabamento com uma lixa para que as laminas fiquem digna de um semideus bem treinado.

Volto para minha mesa e pego as escamas de dragão do trovão na mesa e as coloco dentro de um recipiente de resistência e tamanho recomendável,  e então espremo-as e martelo até que toda a essência saia para o recipiente, com todo o cuidado possível derramo este liquido sobre o arco, espero o mesmo absorver e então despejo do outro lado, também dando o tempo para que o ouro termine o que deve terminar.

Pego esse outro arco e vou devolver para a dona ... que vai me pagar mais caro por ser caçadora e não gostar de homens :fuckit:

Consumidos :


- Arco Troiano Longo Composto **
- 5 escamas de Dragão de Trovão
- 12 unidades de Flechas de Ouro



Forjado :



Arco Troiano Longo Composto [Elétrico] [Laminado] **
**Equipamentos utilizados apenas por Filhos de Apolo.
O ouro, por ser um dos materiais de Apolo, ajuda seus filhos na mira ficando mais difícil de errar. O ouro tem bônus quando usado DE DIA. Acrescenta-se 5 de dano em tudo que for de ouro (Quando usado por filhos de Apolo).



Considerar:
Nível 1 - Perícia em Forja [Inicial]: O herói pode fazer armas como os melhores forjadores humanos. O filho de Hefesto só receberá o nível inicial desta perícia. Para conseguir os outros níveis, o jogador deverá treinar sua habilidade nas forjas do acampamento. (+ 5 FOR)

Nível 8 - Perícia em Forja [Intermediária]: O Herói pode fazer armas de maneira incomum e extraordinárias.

Nível 6 - Encantar Metal I: Pode mudar a forma de um equipamento metálico em outra forma (várias flechas de Bronze em aviões de Bronze). Uma lança de Ferro em um ponto de exclamação), o custo de energia varia conforme a quantidade transformada, 10 MP = 100g de material transformado. Não inclui peças forjadas por Hefesto (H).


|ATT|
Pontos de Perícia: 800



Aura do fogo: Após tanto trabalhar nas forjas e usar o fogo ao seu favor, o elemento começou a irradiar de Christopher, criando assim uma aura de calor à sua volta mantendo o clima quente em todos os lugares, não prejudicando suas habilidades em situações de frio. Ampliado em áreas já aquecidas (habilidade com fogo recebem bônus de 10%).
Febre:Quando o filho de Hefesto luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. SEMPRE ATIVA POR CAUSA DA AURA (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)
 

http://onlymythology.blogspot.com/
#113

Christopher Aahbran

Christopher Aahbran
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Mais um campista havia me pedido espadas e um filho de Hefesto não vacila perante o serviço, então volto para a forja com toda a felicidade do mundo e os dois quilos de Bronze que ainda estavam em minha mochila.

Chego na minha querida mesa e coloco meu material sob a mesma, logo busco tudo o que eu precisaria e ja pego meu martelo de tamanho apropriado e coloco os 2 quilos de bronze para derreter, assim que escorrerem para os recipientes, espero algum tempo e os afundo em óleo de corte para resfriar, então pego a primeira lamina e começo a martelar, trocando entre ferver, para submete-la ao processo de dobra do metal sobre metal, para ficar uma lamina mais resistente, então faço o mesmo com a outra.

Pego as Katanas recém forjadas e afio-as  no esmeril, e com a lixa dou um toque final. Para manter o corte mais forte digno de um semideus uso Encantar Metal para dar fio às arma.

Vou entregar as Katanas ao dono.

Consumido :

2Kg de Bronze Celestial


Forjado

2 Katana


habilidades a considerar:
Nível 6 - Encantar Metal I: Pode mudar a forma de um equipamento metálico em outra forma (várias flechas de Bronze em aviões de Bronze). Uma lança de Ferro em um ponto de exclamação), o custo de energia varia conforme a quantidade transformada, 10 MP = 100g de material transformado. Não inclui peças forjadas por Hefesto (H).

Nível 1 - Perícia em Forja [Inicial]: O herói pode fazer armas comuns e não muito complexas como os melhores forjadores humanos.(+ 5 FOR)

Nível 9 - Força Bruta: O filho de Hefesto, por trabalhar com materiais pesados, possui uma maior força bruta. (+10 FOR)

Nível 9 - Perícia Bárbara [Intermediária]: Confere nível de perícia [Intermediário] para a perícia Bárbara. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Intermediário]. (+10 FOR)



|ATT|
Pontos de Perícia: 400



Aura do fogo: Após tanto trabalhar nas forjas e usar o fogo ao seu favor, o elemento começou a irradiar de Christopher, criando assim uma aura de calor à sua volta mantendo o clima quente em todos os lugares, não prejudicando suas habilidades em situações de frio. Ampliado em áreas já aquecidas (habilidade com fogo recebem bônus de 10%).
Febre:Quando o filho de Hefesto luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. SEMPRE ATIVA POR CAUSA DA AURA (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)
 

http://onlymythology.blogspot.com/
#114

Forjas do Acampamento Meio-Sangue - Página 12 Empty Re: Forjas do Acampamento Meio-Sangue

por Roran em Dom 22 Fev 2015 - 0:06

Roran

Roran
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Adentrei as forjas levemente cansado. Era noite, e eu queria estar dormindo, mas havia sido ameaçado de morte por uma caçadora particularmente selvagem que encomendara uma forja.
Levava comigo o de sempre e um pouco mais. Meu Martelo de Forja, meu caderno de anotações, minha beleza, etc. E também um par de Katares e 1,5kg do raro Oricalco. Era a primeira vez que eu estava lidando com este material, e seria uma experiência válida.
Enfim. Fui para a mesa que havia tomado por minha. Lá, todos os equipamentos dos quais eu precisava estavam organizados e à postos. Deixei minha mochila em cima dela e retirei de dentro dela as katares, o caderno e o Oricalco. Primeiramente, caminhei até o forno  mais prpoximo, onde deixei as duas barras de Oricalco, cada uma pesando 0,75kg. Não me preocupei em usar a pinça de forja; Uma das vantagens de ser filho de Hefesto, e ter imunidade ao calor. É. Pode ser bem útil.
Tendo encoberto o metal com as brasas incandescentes, voltei-me para as katares sobre a mesa. Abri o caderno de anotações e o foleei até encontrar a página correta, com notas sobre as katares, seu funcionamento e os novos dispositivos a serema dicionados. Sorrio diante da sensação de nostalgia. Eu quem havia criado aquelas armas. Na verdade, haviam sido as primeiras harmas que eu havia forjado após chegar no Acampamento, e eram também um dos meus maiores orgulhos. Conhecia seu funcionamento como a palma de minha mão, e dar-lhe um UP seria divertido.

Assim, eu abro a katar, com o auxílio de Encantar Metal e desenroscando suas alças de couro. Lá dentro, desprendi da corrente retrátil as lâminas da arma, feitas de bronze, e as levei até o forno de fundição. Lá, eu coloquei  as lâminas em um recipiente único, apropriado para seu volume (equivalente a 1,5kg), e ajustei a temperatura. Coloquei também duas adagas de arremesso., cada uma pesando 0,25kg. Voltando para a mesa, puxei de debaixo dela a grande caixa de concreto contendo Areia Silicosa; a areia especial, de tom esverdeado, usada para moldar objetos de emtal mais detalhados.

Peguei na mesa o caderno de anotações e uma régua, e abaixei-me diante da caixa. Pus-me a moldar o mecanismo, cada mola, placa e peça interna na area, tomando as anotações e desenhos do caderno como base e usando a régua para tomar as medidas corretas.

Bem, o mecanismo seria simples; Um paralelepípedo de bronze com um mecanismo de disparo semelhante ao e uma arma de fogo. Ao invés de disparar balas, porém, dispararia pequenas agulhas de 4cm de cumprimento, afiadíssimas, com a força de uma besta comum.  Nele uma fenda de 4,2x1 cm se abre, permitindo que as agulhas sejam recarregadas. Um pente de 8 agulhas pode ser inserido no espaço, e substituído por outro facilmente. Fiz um total de partes suficientes para a criação de dois mecanismos, um para cada katar. O mecanismo é ativado quando um pequeno cabo de aço, preso aos dedos do usuário, é puxado. Ele pressiona o gatilho dentro do dispositivo, disparando duas agulhas simultaneamente.
Após fazer os moldes, me levantei e fui até o forno de fundição, onde peguei o bronze já derretido da lâmina, e usei-o para preencher os moldes. Totalizando 0,5kg cada, usei os 1 kg restantes para moldar os pentes e as balas, criando um total de 4 pentes, cada um com 8 agulhas.
Enfim, deixei os moldes esfriando e fui até o forno com meu martelo. Enfiei a mão nele e peguei as barras de Oricalco, observando, admirado, o brilho do emtal incandescente. Respirei fundo e pus-me a martelar a barra de metal, alongando-a e achatando-a a cada golpe do martelo. Quando já estava bem longa, martelei-a verticalmente, dobrando-a, e então repeti o processo. A têmpora e a dobra do emtal são precessos antigos, inventados pelos forjadores Orientais. Durante a era Edo, aprenderam que, ao amrtelar e dobrar o metal incandescente sobre ele mesmo, pode-se aumentar a sua resistência, durabilidade e tenacidade. Assim, começarama  criar katana e outros equipamentos de alta qualidade. O aço era dobrado até oito vezses sobre si mesmo, ganhando um tom azulado e um reflexo limpo, belo. As armas eram de extrema qualidade, e dizia-se que poderiam durar centenas de anos.
O aço era dobrado até sete ou outo vezes. Se o processo se repetisse mais que isso, o efeito ocorria inversamente, e a arma começava a ficar quebradiça. Perdia sua resistência. Mas... Tratando-se do oricalco, infinitas vezes mis resistente e forte que o metal mortal, estes limites ainda não haviam sido testados. Assim, repeti exaustivamente o processo um total de 22 vezes, até onde achei seguro. Para então começar a moldar o metal no mesmo formato das lâminas antigas. Repeti tudo isso com a outra barra de Oricalco, que ainda repousava no forno.
Tendo moldado as lâminas, usei Encantar Metal para criar na base de cada uma um aro por onde seriam presas as correntes que ativam o mecanismo de retração da lâmina.
Assim, segurei as lâminas uma em cada mão e fuia té o barril próximo, onde as mergulhei no óleo especial, apropriado para o resfriamento dos metais. Embebendo as lâminas neste óleo, as estaria resfriando gradualmente, sem comprometer sua resistência com o choque térmico, e protegendo-as contra ferrugem e ações to tempo.
Uma vez resfriadas, usei encantar Metal para dar um fio a elas, concentrando-me em afiá-las o máximo que pude com a minha habilidade, e então as acoplei nas braçadeiras, no lugar das lâminas anteriores.
Tendo termiado isso, suspirei ao ver o trabalho que ainda tinha pela frente. Abaixei-me na frente da caixa de areia com as pequenas peças moldadas e pus-me a encaixá-las, montando os dois dispositivos de disparo, usando Encantar Metal para fixar algumas partes, encaixar outras, dobrar molas, etc. Uma vez prontos, encaixei os dispositivos nas braçadeira,s na aprte de cima, e com encantar Metal e Metállon passei o cabo de aço por dentro delas, por onde elas iriam chegar à mão do usuário. Nas lâminas, entalhei com Encantar Metal a palavra “MidNight”
Estando as katares prontas, eu as testei, puxando um dos cabos, vendo as lâmians entrarem e sair da braçadeira, e os dispositivos dispararem contra a parede, enterrando as agulhas de bronze no concreto. As recolhi, inseri de volta no pente e guardei tudo na mochila. Suspirando aliviado, saí para a manhã, surpreso pelo sol que já brilhava timidamente no céu. Havia virado a noite trabalhando. Não era uma coisa rara, claro, mas a sensação de entrar nas forjas no frio da noite e sair sendorecebido pelo sol... Era sempre uma boa surpresa. O calor do astro-rei sempre seria bem-recebido.
Saí dali e fui procurar Ashe, para quem entregaria as novas katares.



Material Usado:
- Katares "MidNight" **[Bronze Celestial][Espinhos de Osso][Braçadeira][Retráteis] - NÃO CONSUMÍVEL
- Oricalco (1,5Kg) - CONSUMÍVEL
- Martelo de Forja [Aumenta a chance da forja ser bem-sucedida em 25%] - NÃO CONSUMÍVEL
- Adaga de Arremesso [x2]

Equipamento forjado:
- Katares "MidNight" **[Braçadeira de Bronze Celestial, Lâminas de Oricalco][Espinhos de Osso][Braçadeira][Retráteis][8/8][**]
** - Uma katar de lâminas duplas, feitas de Oricalco dobrado. Entre o espaço das lâminas, pode-se prender facilmente a arma inimiga. Elas também podem ser recolhidas dentro das braçadeiras, e acionadas quando seu dono quiser. Em cada braçadeira há 4 espinhos feitos de ossos, cada um com cerca de 5cm de comprimento. O oricalco das lâminas sofrera o processo de dobra e têmpora, deixando a lâmina ainda mais resistente e afiada que as demais feitas de oricalco comum. Nada inferior ao oricalco oferecerá resistência ao corte. Nas braçadeiras possui um mecanismo que dispara duas agulhas simultaneamente.

- Pente de Agulhas [x4][8/8]


|ATT|
Pontos de pericia: 1000

#115

Forjas do Acampamento Meio-Sangue - Página 12 Empty Re: Forjas do Acampamento Meio-Sangue

por Roran em Dom 22 Fev 2015 - 15:28

Roran

Roran
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Deixei a mochila sobre a mesa e retirei de dentro dela o amterial que usaria naquela noite. 5kg de Bronze Celetial. E também o meu fiel caderno de anotações.
Peguei o Bronze e o levei até o fornod e fundição, deixando-o lá em um recipiente apropriado para o seu volume, e voltei para a minha mesa.
Naquela noite estava ali para forjar uma coisa um pouco diferente, e que eu, há muito, planejava.


http://ddragon.leagueoflegends.com/cdn/img/champion/splash/Caitlyn_0.jpg


Essa delícia de rifle aí. Havia feito, em meu caderno, vários desenhos,d e vários ângulos, com anotações e medidas sobre a estrutura e o funcionamento da arma. Assim, puxo de debaixo da mesa a caixa de concreto contendo areia silicosa, e ponho-me a trabalhar nela, com o auxílio do caderno de anotações, para tomar base das formas, e de uma régua, para medir corretamente cada peça. Faço também um ssitema de amortecimento para o coice, com uma mola resistente, de bronze, que não prejudicasse, porém, a precisão dos tiros ou a resistência do equipamento.

Assim, começo moldando o cano. Seria apenas uma barra de metal inicialmente, e eu usaria meu controle sobre o metal para abrí-lo por dentro depois. Sem eguida vou moldando as placas externas e as engrenagens de disparo internas, pacientemente. Tendo tudo pronto, fui até o forno de fundição, recolhendo o recipiente com o bronze já derretido, e voltei até a caixa de areia. Cautelosamente preenchi os moldes com o bronze, deixando-o cair lentamente sobre os entalhes na areia esverdeada.
Tendo preenchido tudo, aguardei que o metal esfriasse. 2kg de Bronze havia sobrado. Assim, usei-o para criar o molde dos pentes, um total de 6 pentes, cada um com espaço para 10 balas.
Enquanto o metal amolecia, pus-me a moldar os projéteis de calibre 31 e suas cápsulas. [Bem, eu, hugo, não sei como se faz essas coisas, de armas, projéteis etc. Mas meu char certamente o sabe,s endo filho de Hefesto e apaixonado por armas.].  Faço um total de 60 projéteis, que seriam, depois distribuídos entre os 6 pentes. E, em suas pontas, uso encantar Metal para dar-lhes um formato diferenciado, como se fossem uma folha,c riando traços espirais que fariam com que elas girassem no próprio eixo no ar, aumentando sua capacidade de penetração.
Terminado os projéteis voltei até a caixa de areia, onde me coloquei a trabalhar em montar as peças já sólidas. Usei encantar metal para “abrir” o cano de disparo, e deixá-lo perfeitamente cilindrico . Ainda com encantar Metal fui fixando as demais peças, dando forma à arma aos poucos.
Estando tudo pronto, preenchi os  cartuchos com a munição.
Peguei meu riflezinho e fui embora, away Manolo



Perícia em Armamento: Sendo um louco fanático por armas e tecnologia, Roran estudou e desenvolveu uma enorme facilidade em criar armas de fogo e outros equipamentos tecnológicos, bem como usa-os com maior facilidade que os demais. Ao forjar armas de fogo ou equipamentos de tecnologia superior, recebe um nível de forja a mais.


Material Usado:
- Bronze Celestial [5kg] - CONSUMÍVEL

Equipamento Forjado
- Rifle de Precisão "Fura-Olho" [Bronze Celestial][10/10]
te]* rifle de precisão forjado por Roran. comporta pentes de Até 10 balas. Calibre 31. Sistema amortecedor reduz a força do coice.
- Pente com Balas do rifle [x6][10/10]**
** Balas de ponta espiral. Ao serem disparadas, giram em torno do próprio eixo no ar, aumentando sua capacidade de penetração.

|ATT|
Pontos de pericia: 800xp
Itens forjados: - Rifle de Precisão "Fura-Olho" [Bronze Celestial][10/10]
* rifle de precisão forjado por Roran. comporta pentes de Até 10 balas. Calibre 31. Sistema amortecedor reduz a força do coice. Requer 30 de MIRA.
- Pente com Balas do rifle [x6][10/10]**
** Balas de ponta espiral. Ao serem disparadas, giram em torno do próprio eixo no ar, aumentando sua capacidade de penetração.

#116

Forjas do Acampamento Meio-Sangue - Página 12 Empty Re: Forjas do Acampamento Meio-Sangue

por Roran em Seg 23 Fev 2015 - 23:19

Roran

Roran
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Adentrei as forjas assobiando. Levava nas costas a minha mochila, mais pesada que nunca. Dentro dela 12kg de Bronze Celestial tintilavam de um lado para o outro, fazendo meus ombros doerem.
Fui direto para o forno de fundição, onde deixei o bronze distribuido em 2 recipientes diferentes, para então voltar para a minha mesa. Lá, como sempre, abri meu caderno de anotações e puxei a caixa de areia silicosa abaixo da mesa. Iria, naquele dia, forjar a coisa mais complicada que havia criado até então.


http://luiszuleta.com/images/Renders/This_Means_War/Artillery_Tower.jpg


Resume-se em uma torre de artilharia. A que constava em minhas anotações trata-se da torre número 5. A do canto superior direito. A torre consiste em um autômato que emite, pela sua antena, ondas eco-localizadoras, em um arco, que cobrem uma área de até 30 metros. As ondas identificam seres vivos e obstáculos, e identificam monstros de semideuses e animais. A torre irá automaticamente ajustar sua mira para o monstro mais próximo e disparar automaticamente contra ele a intervalos regulares.
Enfim, começo a moldar na areia as placas externas da Torre, bem como seu cano e as peças internas. Moldo também as placas que eu usaria para configurar a torre.

]Deus sabe como se faz isso. Quer dizer, Deus e meu personagem, claro

Perícia em Armamento: Sendo um louco fanático por armas e tecnologia, Roran estudou e desenvolveu uma enorme facilidade em criar armas de fogo e outros equipamentos tecnológicos, bem como usa-os com maior facilidade que os demais. Ao forjar armas de fogo ou equipamentos de tecnologia superior, recebe um nível de forja a mais.  

Isso garante que ele saiba exatamente o que fazer
]

Assim, tendo terminado de moldar cada peça e placa na areia, eu me levanto e vou até o forno, onde pego o primeiro recipiente e uso para preencher metade dos moldes, e repito o processo com o segundo, deixando sobrar 2kg, que usaria posteriormente para moldar as balas.
Aguardei pacientemente que todas as pessas ficassem sólidas, para ir resfriando-as,a s que usaria de iemdiato, no óleo especial para re4sfriamento. Assim, comecei a montar a estrutura da torre, parte por parte, montando toda a parte mecânica até que faltassem apenas as placas de configuração. Assim, com encantar metal, tranformei palitos de bronze em fios do mesmo amterial, achatei placas e alterei as propriedades do bronze, para que, assim como as placas de um computador, armazenasse informações.
Em um computador qualquer do chalé configurei as placas. As informações básicas passadas à torre são:

- Ao serer implantada a torre irá imediatamente fixar-se ao chão com seus parafusos, e então em itir uma onda de seu radar.
- A cada rodada a torre emite uma nova onda, atualizando a localização dos seres ao redor;
- Monstros serão considerados alvos. Estruturas, neutras. Semideuses e/ou humanos, são “imunes”, de forma que a torre não os atacará;
- Caso algum ser humano ou semideus esteja se movendo para a rota de tiro, a torre também não irá disparar;
- A cada rodada a torre dispara uma bala contra o monstro mais próximo. Caso ele esteja em movimento ela será capaz de calcular sua rota e velocidade, e disparar com antecedência, porém não pode prever mudanças de direção e etc;
- Caso algum monstro se aproxime mais de 3 metros a torre imediatamente entra em modo de defesa, recolhendo seu canod e disparo e sua antena, cobrindo-se com uma placa de bronze, aumentando sua defesa. Porém não é capaz de prever ataques a distância;
- Pode ser ativada ou desativada com comandos de voz de Roran.
“Vespa 1, ON”, liga.
“Vespa 1, OFF”, desliga.
“Vespa 1, CARGA”, abre a “portinhola” que dá espaço para a troca dos pentes de munição.
“Vespa 1, GUARDA”, ativa imediatamente o modo de defesa independentemente da aproximação dos inimigos. A repetição do comando desativa a guarda.
“Vespa 1, ALVO”, transforma o humano ou semideus mais próximo de roran em um alvo em potencial, passando a ser reconhecido como monstro dali em diante. Se uma estrutura for tocada durante o comando, esta será feita de alvo por uma rodada.

Tendo tudo pronto, encaixei os circuitos e terminei de fechar a estrutura, conectando a antena em seguida. Testei cada comando de voz da torre, observando-a girar à procura de inimigos, sem encontrar nenhum, encolher-se em sua guarda e abrir-se de novo. Satisfeito, fui forjar suas balas, que seriam projéteis de calibre 35, encapsulando-os e criando, também, dos moldes já preenchidos, os pentes.
Os pentes teriam 5x13x3 cm. E espaço para um total de 14 balas. Forjo um total de 5 cartuchos. Eles poderiam ser enfiados nas torres por sua parte superior.
Estando tudo pronto, recolhi minha ciração e a carreguei pesadamente para o chalé. GG.


Material Usado:
- Bronze Celestial [12kg] – CONSUMÍVEL

Equipamento forjado
- Torre de Artilharia “Vespa-1” [Bronze Celestial][14/14][+] – Torre de artilharia com 50cm de altura, criada por roran. Ataca automaticamente a cada rodada.
- Ao serer implantada a torre irá imediatamente fixar-se ao chão com seus parafusos, e então em itir uma onda de seu radar.
- A cada rodada a torre emite uma nova onda, atualizando a localização dos seres ao redor;
- Monstros serão considerados alvos. Estruturas, neutras. Semideuses e/ou humanos, são “imunes”, de forma que a torre não os atacará;
- Caso algum ser humano ou semideus esteja se movendo para a rota de tiro, a torre também não irá disparar, mudando a preferência do alvo para um mais fácil, ou aguardando o ser neutro sair dali;
- A cada rodada a torre dispara uma bala contra o monstro mais próximo. Caso ele esteja em movimento ela será capaz de calcular sua rota e velocidade, e disparar com antecedência, porém não pode prever mudanças de direção e etc;
- Caso algum monstro se aproxime mais de 3 metros a torre imediatamente entra em modo de defesa, recolhendo seu canod e disparo e sua antena, cobrindo-se com uma placa de bronze, aumentando sua defesa. Porém não é capaz de prever ataques a distância;
- Pode ser ativada ou desativada com comandos de voz de Roran.
“Vespa 1, ON”, liga.
“Vespa 1, OFF”, desliga.
“Vespa 1, CARGA”, abre a “portinhola” que dá espaço para a troca dos pentes de munição.
“Vespa 1, GUARDA”, ativa imediatamente o modo de defesa independentemente da aproximação dos inimigos. A repetição do comando desativa a guarda.
“Vespa 1, ALVO”, transforma o humano ou semideus mais próximo de roran em um alvo em potencial, passando a ser reconhecido como monstro dali em diante. Se uma estrutura for tocada durante o comando, esta será feita de alvo por uma rodada.

- Pente da Vespa-1 [x5][14/14]

#117

Forjas do Acampamento Meio-Sangue - Página 12 Empty Re: Forjas do Acampamento Meio-Sangue

por Roran em Qua 25 Fev 2015 - 21:13

Roran

Roran
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Adentro nas forjas portando apenas três itens; a Lança Média [Elétrica] e o par de Manoplas [Bronze Celestial] de Hack van Let, filho de Ares. Pelo que eu sabia, era um novato no acampamento, mas tinha um futuro promissdor. Havia sido o primeiro a passar no teste dos Atletas, grupo que eu há muito almejava, em seu primeiro dia no Acampamento.

De qualquer forma, deixei ambos os itens no forno mais próximo, e aguardei que ficassem incandescentes. Os tirei de lá e apoiei em cima de uma bigorna, onde concentrei-me, passando a m ão por cima da ponta da lança, em usar encantar Metal para extrair de dentro dela os fragmentos mágicos que lhe davam a propriedade elétrica. Geralmente, escamas de dragão.

Tendo extraído a essência mágica da lança, uso a mesma habilidade, encantar metal, para espalhá-la uniformemente pelas manoplas, tornando-as Elétricas. Cubro sua superfície e faço o amterial afundar no Bronze com encantar metal.

Em seguida saio das forjas e vou entregar os equipamentos de volta ao dono.


Materiais Utilizado
- Lança [Elétrica] – NÃO CONSUMÍVEL
- Manoplas [Bronze Celestial] – NÃO CONSUMÍVEL

Equipamentos Forjados
- Lança [Bronze Celestial]
- Manoplas [Bronze Celestial][Elétricas]

Atualizado - 200 de Exp de Forja Recebidos

#118

Wander Mc Wilson

Wander Mc Wilson
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Chego na forja bem agitado ,por causa que tenho que consertar o meu tigre e bom é a minha primeira vez que o conserto.
Mal chego em minha mesa e começo a trabalhar no meu tigre Automato.
Tiro os aranhões,os amaçados  ,tiro a poeira de seu corpo ,configuro o sistema e resultado:
Meu Tigre Automato Voltou.
Poderes Passivos:
Nível 1 - Perícia em Forja [Inicial]: O herói pode fazer armas comuns e não muito complexas como os melhores forjadores humanos.(+ 5 FOR)

Nível 1 - Resistência ao Fogo: O herói tem uma resistência física maior que as outras pessoas a ataques e danos do tipo fogo e calor. (+5 CON )

Nível 2 - Febre: Quando o filho de Hefesto luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)
Equipamento Usado:
Bronze Celestial - 1Kg



|ATT|

Pontos de Perícia: 50



Última edição por Wander Mc Wilson em Dom 8 Mar 2015 - 15:06, editado 2 vez(es)

#119

Forjas do Acampamento Meio-Sangue - Página 12 Empty Re:Forjas

por Wander Mc Wilson em Dom 1 Mar 2015 - 7:50

Wander Mc Wilson

Wander Mc Wilson
Filho(a) de Hefesto
Filho(a) de Hefesto
Ver perfil do usuário
Chego na forja,estava vazia (bom eu acordei as 7:12 mas fazer o que),chego em minha mesa para começar a fazer as 4 Facas de Arremesso
e coloco minha barra de bronze celestial para derreter.
Enquanto eu começo faço os moldes das facas .Quando temino de fazer eu pego o bronze derretido e coloco em cada molde ,espero esfria ,dou uma banho químico, esta prontas as 4 Facas de Arremesso.
Poderes Passivos:
Nível 1 - Perícia em Forja [Inicial]: O herói pode fazer armas comuns e não muito complexas como os melhores forjadores humanos.(+ 5 FOR)
Nível 1 - Resistência ao Fogo: O herói tem uma resistência física maior que as outras pessoas a ataques e danos do tipo fogo e calor. (+5 CON )
Nível 2 - Febre: Quando o filho de Hefesto luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)
Equipamento Usado:
Bronze Celestial - 1Kg


ATT

Pontos de Perícia: 60

#120

Forjas do Acampamento Meio-Sangue - Página 12 Empty Re: Forjas do Acampamento Meio-Sangue

por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


#121

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 12 de 23]

Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13 ... 17 ... 23  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum