Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!




ATUALIZAÇÕES DO FÓRUM




Absolutamente TUDO de novo que foi adicionado ao fórum DEVE ser postado neste tópico (localizado em "Noticias e Atualizações" do Mural Divino). Esse é um tópico de uso exclusivo da ADM para expor novas informações e servirá como um meio de comunicação onde os players poderão se manter atualizados sobre aquilo que vem acontecendo dentro do fórum.
Por isso peço encarecidamente que sempre estejam olhando este tópico e que o enviem aos novatos para se ater das mesmas coisas que vocês, avisem colegas e amigos sempre que virem algo novo acontecendo.
Se você, jogador, tiver algo para falar a respeito do que foi postado aqui, use nossa chatbox ou mesmo o tópico da central de atendimento: http://www.heroisdoolimpo.com/t46-central-de-atendimento-ao-campista

IMPORTANTE: Esse tópico é para ser atualizado sempre que algo mudar, não precisa ser preenchido somente por Ártemis e Hefesto. Se vc tem algo novo para postar, POSTE COMO COMENTÁRIO AQUI, seja uma mega missão, ou qualquer outra coisa.

Veja em: http://www.heroisdoolimpo.com/t2341-atualizacoes-do-forum-leiam-e-fiquem-por-dentro-do-que-esta-acontecendo

Novidades serão postadas como comentários ao longo do tópico!



Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Resto do Mundo » Resto do Mundo » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 4 de 7]

Re: Missão | Caça aos Mortos | Omaha(Nebraska)

por Convidado em Ter 24 Jul 2012 - 19:51

Convidado

Anonymous
Convidado
_Vamos, rápido, não podemos perder eles...

Corremos mas ao chegar no parque, fumaça. Malditos, colocaram fogo no lugar mas creio que Fofuxa não é atrapalhada dessa maneira.

Depois de ouvir Petala eu já ia falar algo em resposta mas em um momento, suas palavras fazem sentindo.

_Ok. Vamos lá então.
Andar pelas sombras não é como dizem... até que é tranquilizador. Me sentia até mais disposto.

_Obrigado Fofuxa.

Ao ver a direção que ela nos mostrara, sigo atento.
Sussurro...
_Vamos indo em formação de arco. Não próximos e nem muito distantes.
_Eles devem achar que nos dispistaram mas não vamos pensar nisso como uma oportunidade.
_Andando assim vamos cobrir uma boa área.


Espero a reação de meu companheiros já me posicionando e com a minha mão na espada atendo em minha volta.




Gente, me descupem. Ando um tanto quanto atolado e estressado e acabo nem lembrando mas postarei sempre. =D

#31
Ver perfil do usuário
Derepente me vejo correndo com meus companheiros atrás de Fofuxa. Meus sentidos estão aguçados, escuto de longe latidos e sinto o cheiro de fogo. Minha boca está extremamente seca. Nos deparamos com o fogo e logo Petala tem um plano.

- - -

Tudo clareou, mas o escuro ainda está em minha volta, me confortando. Fofuxa, mesmo cansada, se mostra alerta, alguém nos espreita.

- Espera, temos que fazer um certo plano, eles são muitos e a garota está entre eles.
Pego minha espada curta e meu escudo.
- Por via das duvidas, proteger a garota, depois matar a maioria. Que o Sr. Ares nos ajude, e que Lorde Hades se prepare, porque, se depender de mim, ele terá hóspedes novos.

#32

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Os garotos traçam seu plano e avançam à uma pequena distancia uns dos outros. Eles correm na direção que a cão infernal havia lhes indicado, ansiosos e atentos, prontos para lutar, matar e proteger a garota.

---

Os ventos faziam um bom trabalho em conter as chamas. A fumaça parecia abrandar aos poucos mas algo dizia à Petala que os problemas não haviam acabado - estavam apenas começando. Ela controla os espíritos dos ventos, andando pela mata, e logo ouve sons de animais - pareciam desesperados. Alguns ventos riem e continuam o que lhes fora ordenados, sem se importar.


Apenas Petala.

Posto sexta de noite ou sábado de manha.







Ω Lord of the Underworld Ω
#33

Petala

Petala
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
"Boa sorte!" Enquanto pensava nos votos de Lilith observava satisfeita o trabalho dos espiritos do vento apagarem as chamas.

"Pelo menos não estragou muito, agora é só cuidar dos pequenos focos e terá acabado, o restante a própria natureza cuida." Andava atenta a cada foco que ameaçava aumentar até minha atenção ser desviada por diversos sons de animais, alguns dos espiritos que trabalhavam sob minhas ordens riram e isso me deixou zangada, porém resolvi não falar nada pois, apesar de estarem sob minhas ordens, eram espiritos selvagens e não seria nada sábio desafiá-los.

_ Parecem desesperados, melhor eu ir ver o que esta acontecendo. ~ Falava sozinha. _ Vocês, qualquer chama que persistir em queimar esse bosque apaguem e só párem quando ele estiver livre dessa ameaça. ~ Sabia que ouviria protestos porém também sabia que eles iriam acatar. Aproveitando disso coloquei estrategicamente duas facas de arremesso no meu cinto.

Caminhei atenta com minha pulseira transmutada em escudo para que se necessário me defender ou defender algo [Defesa Intermediária]. Segui os sons dos animais a estreita, para que eu pudesse ver o que estava acontecendo sem ser notada e assim conseguir montar algumas armadilhas para me ajudar no que quer que viesse a confrontar. Caso seja vista no local da algazarra pegaria minha espada e me posicionaria para a batalha sendo meu escudo arma principal e minha espada longa arma secundária.

Spoiler:
Estou com a benção de Nike e Estrategista ativados é bem provavel que eu consiga ver o que esta acontecendo sem ser vista, com isso montaria duas armadilhas em pontos estrategicos e ocultaria-os com materiais tipicos do próprio bosque como terra, folhas e afins. Caso seja vista flexionarei os joelhos para qualquer esquiva ou futuro ataque. E ainda se não encontrar nada de ameaça continuarei procurando, atenta a tudo ao meu redor, pela origem do estardalhaço dos animais. Se por milagre, apesar de ser dia eu ver uma coruja comunicarei com ela para saber o que esta acontecendo.

Spoiler:
Poderes Passivos

Nível 1 - Sabedoria : Por ser filho de Atena, você é o mais sábio entre os campistas, e saberá usar sua inteligência em batalha. Também pode ler muito rapidamente, e em qualquer língua ou dialeto.
Nível 1 - Ambidestria : O herói controla armas com as duas mãos com total habilidade.
Nível 4 - Flexibilidade com Armadura: O filho de Atena, poderá se locomover bem em batalhas, de forma que a armadura não lhe causa algum problema, desconforto ou atrapalhe.
Nível 5 - Regeneração de Minerva I : Os heróis regeneram 2 pontos de vida & 2 pontos de energia por rodada, quando estão em batalha.
Nível 7 - Boa Memória : O filho de Atena tem facilidade pra se lembrar das coisas que acontecem, então não tentem enganá-los.
Nível 9 - Pericia com Escudos [Intermediário]: Garante o nível Intermediário para pericia com Escudos. Permite ao herói treinar as demais pericias até o nível Intermediário.
Nível 11 - Mestre das Corujas : O herói pode se comunicar com as corujas.

Poderes Ativos

Nível 4 - Estrategista : Os filhos de Atena conseguem prever um movimento do inimigo ,tendo mais chance de acertar o alvo.[de 30 a 50% mais chance] O uso desta habilidade requer 25 pontos de energia.

Nível 10 - Benção da Vitória: Assim como sua mãe sempre possuiu o auxílio de Niké, a Deusa da Vitória, também o seu filho pode adquirí-la. Após fazer uma oração, o filho de Atena é abençoado pela Deusa Niké, conseguindo um bônus de 50% de acerto em todos os seus movimentos durante 5 rodadas. Gasta 70 de energia e só pode ser usado uma vez na narrativa.

#34

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Petala segue procurando pela fonte dos sons. Os ventos continuaram seu trabalho de impedir as chamas. Ela caminha, sendo levada pela sua capacidade estratégica, até que encontra alguns animais presos por um galho que estava parte chamuscado e parte ainda em chamas, pelos latidos pareciam ser pequenas raposas ou algo do gênero.

Muito longe, aparentemente, os bombeiros pareciam ter chegado.

---

Aleksander, Ralph e Lilith corriam depressa, tentando encontrar o grupo que perseguia. Não demorou para que eles estivessem fora do pequeno parque. Para a alegria deles, avistaram o grupo virando calmamente uma esquina próxima - eles pareciam mesmo achar que haviam despistado seus perseguidores. Os campistas e a Serva de Hades saem correndo e, antes que o grupo virasse na outra esquina, eles se aproximaram.

- Entreguem a garota! - ordena Lilith, um ar demoníaco desprendendo-se dela.

O grupo, surpreso, vira-se e depara-se com a Senhora dos Demônios e os dois campistas, prontos para a luta. Rapidamente um dos homens do grupo segurou no braço da garota e a colocou atrás de si.

- Acabem com eles de uma vez. - ordena o rapaz.

Os outros quatro homens sorriram maliciosos e divertidos. Como se eles controlassem a Névoa, suas verdadeiras aparências foram mostradas. Dois eram elfos, altos e elegantes, um armado com um arco e flechas e o outro com uma adaga longa e afiada. Os outros dois pareciam mais como orcs, grandes, feios e fortes, sem armas - embora o tamanho de seus músculos evidenciasse que não necessitavam de alguma.

- Eu cuido do arqueiro. - diz Lilith, seu olhar irritado e demoníaco.

O elfo arqueiro já preparava uma flecha quando a Serva de Hades saiu correndo em sua direção, desviando dos outros em sombras. O elfo espadachim e os orcs avançaram contra os campistas, os orcs na frente.


Orcs x2 = 300
Elfo Espadachim = 200
Elfo Arqueiro = 150



Postarei segunda.







Ω Lord of the Underworld Ω
#35

Petala

Petala
Filho(a) de Atena
Filho(a) de Atena
Ver perfil do usuário
_Calma, vou tirá-los daí. ~ Dizia ingenua, até parece que eles me entenderiam.

Spoiler:
FLASH BACK - Aos 10 anos no zoológico:

_ Deve ser horrível estar preso com sua família, vou tirara-los daí. ~Encarava com meus grandes olhos cinzentos a família de raposas.

_Vamos minha filha, inauguraram uma exposição de fósseis de dinossauros perto daqui, vem, deixe as raposas. ~ Ele sorria ao me ver focada conversando com a familia de raposas.

_ Mas papai, eles não podem ficar presos, isso não é certo, vou tira-los de lá papai. ~ Fui até a tranca e mal dava altura, então comecei a pensar como poderia abrir se não tinha as chaves e não alcançava. Um tanto afastado de mim um homem empurrava um carrinho de limpeza e tinha preso ao seu bolso um molhe de chaves grandes, por algum motivo eu tinha certeza que eram as que abriam aquela jaula, me aproximei dele e segurando-o pelas chaves chamei por ele. Meu pai nesse meio tempo gritou que iria buscar pipoca para nós dois e que já voltaria.

_Moço, moço, tem uns garotos na jaula dos gorilas jogando chicletes pra eles. ~ Disse encarando-o com meus olhos cinzentos e ele fechou a cara.

_ Malditos moleques eles vão ver só. ~ O zelador do zoo saiu xingando e nem percebeu que minha mão continuava no molhe e no arranque elas ficaram em minhas mãos.Assim que ele saiu, me pendurei na grade e consegui destrancar a jaula, ao mesmo tempo em que saltei para ao chão escutei um grito do meu pai e fui atingida.

Um dia depois no hospital


_Ela abriu os olhos. ~ Uma voz desconhecida.

_ Filha, meu amor, você se sentindo melhor?

_Papai..~ Olhei para a paisagem na janela. _ Meu ombro dói.

_ A raposa te atacou minha filha. Não faça mais isso, não agüentaria te perder.

_ Eu só queria deixá-las livre papai.

_ Minha filha ... ~Acariciou minha bochecha. _ Sua intenção foi nobre e seu senso de justiça foi herdado de sua mãe, porém eles são animais selvagens e não te entendem, eles não são capazes de entender que você quis libertá-los.

_ Papai eu vou lutar por eles, continuo achando errado mantê-los presos. Vou libertá-los eu prometo. ~ Meu pai sorriu ao ver meus olhos determinados.
_Vou libertá-los eu prometo. ~ Encarei-os com os mesmos olhos de anos atrás. Comecei a analisar todo o ambiente ao meu redor e pensar qual seria a melhor forma de tirar-los de lá.

Atenta a tudo ao meu redor pois não queria receber um ataque surpresa, o mais rápida que pude pensei qual seria a melhor forma : 1- Se o galho for muito grande farei um sistema de alavanca com meu escudo entre o galho incendiado e a superfície que ele prendia libertando os animais. 2- Se o galho for “pequeno”/eu consiga carregar, pegarei a parte que não tem fogo e arrastarei até abrir caminho para que eles se salvassem.Qualquer movimento de ataque, seja dos animais lá dentro ou de algo atrás de mim usarei meu escudo ou um rolamento simples.[Defesa intermediária]

Em off: Minha ação dependerá do tamanho do galho estipulado pelo narrador.

#36

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Petala usa seu escudo para alavancar o galho, que era consideravelmente grande. Ela usa toda a sua força e consegue erguê-lo o suficiente para que as raposas - 6 filhotes - saíssem do seu cativeiro. Os animais latem ainda em desespero para a garota, que solta o galho com cuidado e vira-se para eles. Alguns estavam machucados, outros com pelos chamuscados, embora todos estivessem sujos de fuligem e fumaça.

Agora o fogo parecia quase totalmente apagado, os espíritos dos ventos começam a dispersarem-se, indo embora por já terem obedecido à unica ordem que os prendiam à Petala. A campista ouve os bombeiros longe, com suas mangueiras tentando apagar o que sobrara do fogo.



Indefinidos postam de acordo com o descrito no meu post anterior. Se não postarem, brete.

Posto quarta.







Ω Lord of the Underworld Ω
#37

Re: Missão | Caça aos Mortos | Omaha(Nebraska)

por Convidado em Ter 31 Jul 2012 - 19:19

Convidado

Anonymous
Convidado
Olho atento a quem estava segurando a garota, marcando seu rosto.

Ao ver dois orcs vindo em nossa direção fico rapidamente surpreso. Nunca vi tais coisas vivas, só em livros de rpg e ainda mais vindo em nossa direção com um ar de morte.
Quero acabar logo com isso, logo penso.

_Vou no na esquerda. Pegue o da direita Ralph.

Avanço mais lento que meu atacante e já me direcionando para a esquerda, já com a espada em mãos prestando atenção nas ações do elfo espadachim.

Caso ele me ataque horizontal, salto para trás e avançando logo em sequência com um golpe rápido direcionado a seu pescoço. Eu aproveitaria do seu ataque vertical que com consequência me deixaria uma abertura para tal ataque mas caso ele logo depois de atacar horizontalmente tente com uma sequência, um ataque vertical, eu pulo para o lado oposto do braço de ataque me dando uma oportunidade de desferir um golpe cortante atrás se sua perna inutilisando-a a mesma pois tal ataque levaria um corte profundo em seu tendão ronpendo-o. Caso ele tente me chutar, aplico um pequeno salto para o lado oposto de seu ataque com a perta e avançaria ferozmete com uma estocada em sua garganta aproveitando que ele estaria com pouco equilíbrio central do corpo perfurando-o e jogando o mesmo no chão. Se depois do chute ele tente me acertar com um ataque vertical, salto para o lado oposto de seu ataque e avanço com um ataque perfurante perfurando de baixo para cima começando do estômago até a parte superior da sua coluna mas ao invés dele atacar vertical e me atacar horizontal, salto para trás e avanço depois dele atacar dando-o pouca chance de reação. Eu desferiria uma *encontrada com a ponta da espada mirada no coração e em consequência final, eu o derrubaria. Terminaria com meio giro parando com a espada em base defensiva pelo lado esquerdo me dando uma visão melhor do campo de batalha e atento as ações do elfo.


Caso eu ataque primeiro, finto um avanço pelo lado direito e frontal forçando a recuar e/ou atacar para se defender.
Minha finta terminaria com um ataque meio vertical e meio horizontal, de baixo para cima, conrtando seu peito e terminando até seu pescoço.
Terminaria minha ação com um breve recuo tomando uma postura defensiva pelo lado esquerdo para por fim obter uma visão melhor do local e atento as ações do elfo.


Caso o elfo intervenha em minhas ações, tomarei posturas de contra media atacando o orc depois dos ataques do elfo e do orc, desviarei recuando e saltando para os lados. Isso daria uma probabilidade de um atrapalhar o outro com meus movimentos aleatorios de recuo. Por fim, recuaria para o lado esquerdo forçando-o(s) a ficar de costas para o Ralph que eu acredito aproveitaria.

#38
Ver perfil do usuário
Tenho que, basicamente, apostar nos pontos fracos: os orcs com sua força e seu metabolismo e raciocínio lento; os elfos com sua velocidade aguçada mas com sua fragilidade.
Assim como meu parceiro, corro em direção ao orc, mas, o que vinha pelo lado direito. Acompanho a velocidade de meu companheiro, observando as reações do meu oponente. O orc parecia gostar da minha aproximação, parecia como um leão que espera sua presa. Pego minha Espada Curta, corro com ela, sendo segurada com a mão direita, abaixada. Ao chegar a cerca de 3 metros do orc, dou um pequeno salto e rolo à sua esquerda, e ajoelho, tentando deflorar um corte horizontal na região posterior da sua coxa, de preferência na junção da coxa com a panturrilha, onde poderia causar um corte mais grave e o impossibilitaria a atacar.
Caso perceba que ele bloqueará a sua esquerda, ao chegar a 2 metros de distância, rolo e levanto bem a sua frente, tentando um ataque vertical na área do pescoço do mostro.

Depois de tentar um ataque, rolo, me desviando de possíveis ataques do elfo, para um lugar próximo de Aleksander, onde podemos dar cobertura um ao outro.

#39

Hades

Hades
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Aleksander avança contra seu inimigo, que tenta prensá-lo entre suas mãos. O garoto porém pula para trás, escapando das enormes mãos do orc, e tenta acertá-lo no pescoço. Mas o orc deu um passo para o lado, fazendo o golpe cair no vazio, e girou o braço novamente, acertando a lateral do corpo do campista, fazendo-o cair no chão. O elfo avança contra o campista, muito rápido. Aleksander levanta-se como pode e defende o golpe do espadachim, que não era nem um pouco fraco. O orc permanece olhando-os, esperando uma oportunidade de atacar novamente.

Ralph também corre de encontro ao seu inimigo, mas aproveita do pouco raciocínio dele e faz um movimento para confundi-lo. Ele salta, atraindo a defesa do orc para o alto, e então volta ao chão e rola, ajoelhando-se ao lado do inimigo e desferindo um corte rápido. O orc urra de dor e cambaleia um pouco, sem ter mais firmeza na perna esquerda. Ralph se afasta e mantem-se atento. Agora o orc parecia enraivecido.

Alguns metros à frente, Lilith desviava rapidamente de várias flechas, tentando se aproximar do elfo arqueiro. Uma aura de poder cada vez mais forte emanava da Serva de Hades, tornando o ambiente frio e demoníaco, fazendo a criança soluçar de medo enquanto era mantida em seu lugar pelo líder.

Orc1 = 300
Orc2 = 280
Elfo Espadachim = 200
Elfo Arqueiro = 150

---

Agora o fogo parecia quase totalmente apagado, os espíritos dos ventos começam a dispersarem-se, indo embora por já terem obedecido à unica ordem que os prendiam à Petala. A campista ouve os bombeiros longe, com suas mangueiras tentando apagar o que sobrara do fogo.



Petala posta.
Sexta de manha posto.







Ω Lord of the Underworld Ω
#40

Conteúdo patrocinado


#41

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 4 de 7]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum